Retro Review: Mario Kart 8 – WiiU

Mario Kart 8

Potência à parte, o mais antigo dos videogames desta nova geração é sim o tal do WiiU, o aparelho doméstico da Nintendo que sucede o eterno segundo videogame de todo mundo, o Wii. O aparelho já está há mais de 2 anos no mercado, eu sei que nem parece, mas é verdade. Na real, não parecia nem uma coisa nem outra: nem que ele estava há 2 anos no mercado e nem que se trata de um aparelho desta nova geração, e a Nintendo sofreu à beça com isso. Culpa dela:  marketing horrível, nome confuso, design pobre, poderio gráfico defasado, e um gamepad com tela própria que chegou a ser confundido com um acessório para o Wii determinaram um início de vida catastrófico para o aparelho, que como se não bastasse, ainda sofreu de uma seca terrível de jogos que fizessem valer a compra do produto. Veja bem, ninguém compra um console novo pra jogar ports de Mass Effect ou Assassins Creed simplesmente por que essa pessoa quase que certamente já tem algum aparelho que rode isso. O que vai determinar o sucesso ou não do WiiU são os exclusivos, jogos que só vão aparecer nele, e esses jogos precisam ter qualidade, precisam ser chamativos e acima de tudo, precisam mostrar o que de bom o console pode oferecer. No caso do WiiU, até pouco tempo atrás isso praticamente não existia.

Foi um primeiro ano pra se esquecer, e provavelmente foi o pior lançamento de um console de mesa da Big N de todos os tempos.

Só que finalmente aqueles jogos arrasa quarteirões que todo fã estava esperando começaram a aparecer, e mesmo que nenhum deles até o momento tenha mostrado alguma forma realmente decente de se usar a telinha do gamepad que não seja para transformá-lo em um portátil de modo poder jogar na cama deitado (o único até agora que fez valer de verdade o uso da segunda tela foi ZombiU), pelo menos eles deixaram a impressão de que em fim, o WiiU havia sido lançado de verdade, e de todos aqueles jogos mostrados ou anunciados durante ou pouco tempo antes da E3 2014, Mario Kart 8 seria o próximo a chegar às lojas.

capa-mk8-retroplayers

Quais as expectativas? O último Mario Kart para console caseiro havia vendido incríveis 34 milhões de unidades ao redor do mundo, ou seja, 30% de quem tinha um Nintendo Wii comprou o jogo, e convenhamos que poderia ter sido 50 ou 60% se aquele videogame não tivesse sido aquele ame ou odeie tão grande. Outro dado interessante é que nunca um jogo desta franquia vendeu menos de 5 milhões de unidades, sendo que em último lugar vinha Mario Kart Super Circuit, para GBA, com 5.47 milhões de jogos vendidos. Então, para um console com base instalada de pouco mais de 5 milhões de unidades, as expectativas eram de que Mario Kart 8 se mostrasse bom o suficiente para alavancar as vendas do Nintendo WiiU, coisa que ele a princípio conseguiu, mas que surpreendentemente esfriou até rápido. Mas isso não quer dizer de jeito nenhum que o game fracassou em sua missão, muito pelo contrário: a atual imagem do WiiU deve muito a este game, e se você é dono de um desses aparelhos e ainda não tem Mario Kart 8, então fique sabendo que você está deixando de jogar um dos melhores jogos de corrida da história.

Mario-KArt-8

Desde a consolidação da franquia no Nintendo 64 e seu multiplayer para 4 pessoas, Mario Kart passou a ser um jogo sempre muito aguardado pelos fãs das plataformas Nintendo, sejam elas portáteis ou não, e não poderia ser diferente no WiiU: havia uma cacetada de fãs loucos pelo jogo, e esse pessoal definitivamente não se arrependeu. Sempre tem alguma novidade nos games dessa franquia, e dessa vez, ela veio de uma forma tão genial que deve ter causado inveja em muita gente que poderia ter pensado nisso antes mas pra variar, não pensou: o magnetismo. Agora os karts e motos podem andar pelas paredes, de ponta cabeça, e até dentro de corredeiras e cachoeiras graças a um sistema magnético que anula a gravidade e mantém o veículo grudadinho na pista independente do ângulo dela, pode ser até negativo que tá tudo certo, e se por acaso houver trombadas enquanto estamos neste estado, o resultado é um rodopio seguido de aumento de velocidade!

4ceefeaacf3ff422a72824750f99c797 mk4

Normal e Magnético: trombadas se tornaram estrategicamente obrigatórias

.

Mas este é só o ponto de partida, existem outros muitos fatores que fazem deste Mario Kart um jogo épico, a começar pelo visual, e já aproveito aqui para um desabafo rápido: como é bom finalmente ver jogos da Nintendo em resolução decente! Claro, não é o ideal ainda, pra mim o Wii já deveria ter nascido com esse potencial gráfico, mas antes tarde do que nunca! Em fim, o trabalho de arte aplicado em MK8 é absurdo. Cada pista, cada brilho, cada veículo, cada textura, tudo é caprichado a um nível doentio, mas aí vem aquele pessoal de sempre reclamar quando a gente diz que “Só a Nintendo faz isso” mas caramba, é verdade! Só ela mesmo pra se preocupar com detalhes que não fariam a menor falta se não estivessem ali, mas que por estarem, deixam a coisa toda muito mais imersiva. Não basta para ela fazer aquele barulhão de cachoeira quando se desce uma catarata na pista Shy Guy Falls, a gente tem que escutar também o deslizar do ovo gigante na Yoshi Valley, as Plantas Piranha mordendo no ritmo da música frenética da Eletrodome, o som oco ao ficar submerso na Water Park, as pedras rolando assustadoramente ao nosso lado na Thwomp Ruins… Cada partezinha do cenário por mais minúscula que seja pode contribuir com algum detalhe visual e sonoro que ainda vem acompanhado de músicas que simplesmente arrepiam, das originais às antigas remixadas. Em especial a trilha sonora da Raimbow Road do N64 é algo que me arrepia por si só (sim, o game tem duas Raimbow Roads), e essa versão remasterizada dela ficou absurdamente linda!

large

A maravilhosa Rainbow Road do N64 e sua trilha sonora magistral… Até assoviei…

.

As pistas são aquela velha mistura de circuitos novos originais com antigos refeitos de forma aproveitar o magnetismo, e caros amigos, tem umas velhas conhecidas lá que ficaram surpreendentes! O magnetismo está presente principalmente nos circuitos originais, e além de nos causar vertigem com as viradas e tombadas de tela, ainda garantem ângulos de visão nunca imaginados em um game deste segmento. A mistura disso tudo causa um visual único, muito além do que qualquer fã da franquia poderia esperar. Mas não basta ser bonito, tem que inovar, e isso MK8 também faz e faz bonito.

maxresdefaultPrimeiro, o de sempre: o jogo possui de início 16 personagens e à medida que a peleja segue, novos corredores vão aparecendo até somar um total de 30, onde a grande novidade aqui é a prole toda do Bowser. Sim, os 7 filhos do vilão estão presentes no jogo, e há expectativa de que Bowser Jr se junte a eles futuramente. Os modos de jogo são o manjado Grand Prix, que constitui o modo principal de jogo offline com as 3 cilindradas de sempre; o Battle, que quase ninguém joga mas que ainda resiste na franquia; o Time Trial, que é onde a gente treina e tenta bater recordes de velocidade de jogadores do mundo todo; e o Online, que falarei mais pra frente por motivos de força (ou raiva) maior. Pistas são 32 divididas em 8 campeonatos, sendo 16 novas e 16 remasterizadas, e os veículos são carros, motos e híbridos (quadriciclos), e vale citar que estes números estão para aumentar: duas DLCs estão confirmadas, custam uma merreca e já podem ser adquiridas, passam a fazer parte do game a primeira agora em Novembro e a outra no início do ano que vem, e juntas irão adicionar ao game 16 novas pistas, 6 novos corredores e 8 carros, ou seja, é meio jogo novo! Aprende Capcom!

A customização agora é total, pois além daquela diferença de peso de sempre que separa os personagens em classes distintas, em MK8 não se escolhe o carro pronto: o jogador deve montar seu veículo escolhendo dentre vários tipos de chassis, pneus e asas que modificam bastante o comportamento do veículo, e acreditem, não existe uma combinação boa pra tudo. O negócio é testar muito, se acostumar com o traçado das pistas, e decidir então qual a melhor configuração para o seu estilo de jogo.

xMario-Kart-8-Tips-Character-classes.jpg.pagespeed.ic.SEHrlIYScrO aprendizado leva um pouco de tempo, mas é extremamente gratificante! E como sempre, a Nintendo facilitou pra você: e em MK8 não é só Leve, Médio e Pesado, é Pena, Leve, Médio, Médio Pesado, Pesado, Metal e Super Pesado. Pois é, como já dizia aquele comercial antigo, é a única empresa que ferra com a sua vida, e você adora.

Essa customização toda funciona maravilhosamente bem por um simples detalhe: tudo está muito bem balanceado. A Nintendo tomou muito cuidado para que erros antigos não se repetissem, como as motos em Mario Kart Wii que eram bem mais velozes que os karts devido às empinadas e ao off-road absurdo de algumas delas, e o mesmo cuidado foi tomado para que não existam aquelas combinações matadoras que ficam muito melhores que qualquer outra, o que faz com que de uma hora pra outra, todo mundo passe a correr com o mesmo personagem e carro, tipo aquilo que acontece com muito MMORPG genérico (ou não) por aí: alguém descobre qual é a melhor combinação de classe/arma/skill, e no dia seguinte todo mundo quer fazer o seu próprio clonezinho. O resultado é que a variedade de combinações que se vê nas partidas do modo online é alta, dificilmente vemos dois competidores 100% iguais. Eu mesmo uso uma configuração matadora que pouco se vê: Morton com Speedy Bike, pneu slick semi-Balão e asas leves, o que já me rendeu quase 7 mil pontos no modo Online até o momento, e subindo! Por sinal, é no modo Online que o bicho pega, não é pouco, e é por isso que eu resolvi tratar esse assunto em separado.

mario-kart-8-character-and-vehicle-customization-5

Agora com o WiiU a Nintendo definitivamente entra no mundo da jogatina multiplayer à distância, e quem utilizou o serviço do console anterior vê melhorias enormes no serviço. Mario Kart 8 tem um modo online sólido, logamos no serviço e o software procura uma sala com adversários compatíveis com o nosso número de pontos, aí entramos confiantes de que iremos fazer bonito e o que acontece é uma tenebrosa sova daquelas que dão até vergonha de voltar e que nos deixam pensando “mas pô, eu acabei de me matar pra ganhar todos os troféus com 3 estrelinhas nas 3 cilindradas!! Como assim??”. E eu respondo: ganhar as 3 cilindradas com troféu de ouro e 3 estrelas em todas as copas (ganhar as 4 corridas) é o básico que o jogador faz para curtir as pistas, aprender a usar os itens, liberar personagens e partes de carros, e se familiarizar com os traçados, e acredite, fazer isso já dá uma trabalheira lascada, tem gente que enrosca nas 150cc por muito tempo tentando ganhar essas malditas estrelas. E ainda depois, vai abrir o modo Mirror Mode, mas aí o cara tem que estar muito macho pra fazer tudo de novo invertido… Bem, os modos online são quase os mesmos do offline, mas destacam-se as corridas livres e os campeonatos. Ambos podem ser jogados em qualquer cilindrada, mas a mais cheia de gente é definitivamente a de 100cc, considerada a defoult do jogo. É só entrar, aguardar, e começar a correr em salas de até 12 pessoas com contagem de pontos de acordo com a colocação (chegou bem, ganha ponto, chegou lá atrás, perde). É possível criar salas pessoais onde só se entra com senha, o que é uma ótima pedida pra se jogar só com os amigos, e também existe a opção não tão utilizada de customizar toda a corrida retirando itens, aumentando o número de voltas, e assim por diante, coisa que quase ninguém prefere. O negócio é jogar do jeito que o jogo veio, nas 100 ou 150 cc e com todos os itens a que se tem direito.

Item_Screenshot_4E vamos falar deles agora, os itens: estas pequenas maravilhas são o maior motivo de eu ter demorado tanto para escrever este review, pois eles causam dúvidas demais quanto a sua influência nas derrotas e nas vitórias. Mas péra lá Sabat, e quando foi que isso nunca aconteceu em Mario Kart? Pois é, nunca! Os itens sempre foram a criação original máxima da franquia, e desde que foram inventados no primeiro Mario Kart para SNES, vem tendo sua fórmula copiada em tudo quanto é clone que aparece por aí por um motivo básico: são eles os responsáveis por toda a diversão do jogo. A partir da primeira vez que você acerta um casco vermelho em alguém você se torna fã do game, histeria e zoeira é só consequência, e ganhar ou perder uma corrida graças a um item milagroso que aparece na hora certa é acontecimento comum em Mario Kart, coisa que sempre esteve presente na série. O negócio é que em Mario Kart 8 a coisa está mais, digamos, bruta.

Claro, cada novo jogo da franquia sempre tem seus itens exclusivos, mas alguns clássicos da inimizade sempre estão presentes mesmo que se comportem de maneira diferente, como por exemplo as cascas de banana: em MK8 existe a casca simples e a tripla, só que agora elas não ficam mais alinhadas atrás do kart como em Mario Kart Wii, e sim, girando em volta dele, e isso faz uma diferença brutal na hora de se defender. O irritante POW! foi retirado, Raios, Bullet Bills e Cascos Azuis foram mantidos, e dos itens 100% novos destacam-se a Planta Piranha, que garante um turbinho maroto enquanto morde os outros corredores, o bumerangue, que dá pra ser atirado pra frente e pra traz várias vezes, o temível 8, que são nada mais que 8 itens do jogo que ficam girando em volta do seu kart, e a buzina, que nos defende de quase tudo no jogo inclusive do, pasmem, Casco Azul.

Então se tudo está nos conformes, e inclusive agora temos uma defesa natural contra o Casco Azul (que por sinal, está indefensável por outros meios até que me provem o contrário), por quê então a preocupação?

mk8item1  mario-kart-8-boomerang-flower-300x300

O negócio é que, como já disse antes, você é jogado em uma selva cheia de animais selvagens quando adentra no modo online do jogo, só que até agora, isso nunca havia acontecido na franquia. No Wii, este modo foi completamente avacalhado pela pirataria, que além de por muita gente lá que nem possuía de verdade o jogo, ainda permitia que esse pessoal utilizasse cheats que deixavam a jogatina simplesmente impraticável, e nos demais jogos, o máximo que acontecia era disputar a corrida com outras 3 pessoas, pois o restante dos corredores controlados pelo computador possuíam uma IA baixa demais, e serviam só de contingente mesmo, raramente interferindo na briga pelas primeiras colocações. A situação em MK8 é nova: nenhum fã da franquia estava verdadeiramente acostumado com 12 pessoas tacando itens uns nos outros! É muito comum o jogador ser destroçado por dezenas de itens durante uma única volta, e a troca de posições se tornou algo constante. Não basta mais ser um expert no traçado da pista, pois uma única bordoada bem dada na última volta pode ser a sua ruína, principalmente se você estiver precisando de proteção e acabar pegando uma bendita moeda em vez de algo que possa segurar algum ataque inimigo.

xMario-Kart-8-Tips-Coins.jpg.pagespeed.ic.SdZ-HlK3MGSim, até agora o pior item que se poderia pegar em MK era o presente falso, aquele mesmo que nem protegia e nem enganava ninguém, mas que ainda dava pra soltar na cara de alguém vindo de trás, mas aqui em MK8 ele foi trocado por uma moeda que simplesmente… é uma moeda! Ela dá um mini turbo tão mini que chega a ser invisível, e dizem que se juntarmos 10, o kart/moto fica ligeiramente mais rápido. Só que é quase impossível pegar 10 moedas jogando online, e mesmo que o cara consiga, a mudança de velocidade é tão imperceptível quanto o micro turbo. Fora o fato do Lakitu cobrar moedas de você para te pescar dos buracos (se você não tiver moedas, ele te leva lá pra trás), elas não servem pra mais nada dentro da corrida, só deixam o kart totalmente desprotegido, e a probabilidade de pegar uma porcaria dessas quando se está nas duas primeiras posições é alta. Talvez sirvam para algo dentro do Time Trial… A única serventia dessas moedas é abrir novas partes de customização, só que, assim como no jogo de SNES, elas já estão espalhadas pelas pistas para serem coletadas, e não havia motivo nenhum para que a Nintendo as colocasse também como itens randômicos a não ser o desejo da produtora de ver o sangue escorrer. Só que o sangue escorre, a gente xinga, esperneia, e recomeça uma vez após a outra, e o ciclo de vitórias e derrotas vai se repetindo infinitamente. Simplesmente não dá pra parar de jogar MK8!

Essa zona toda deixou o jogo mais divertido do que nunca, pois ninguém se destaca demais nas corridas, e todos tem possibilidade de vitória. É só torcer para que o primeiro colocado pegue um item bem ruim e pronto: ele será Mariokartizado e terminará lá no pelotão intermediário ou até pior. Eu mesmo já cheguei a tomar um casco azul vendo a linha de chegada a poucos metros, e acabei terminando em último de tanta porrada que veio depois, e já vi o mesmo acontecer com outras pessoas uma cacetada de vezes, ou seja, o jogo é injusto, mas é injusto com todo mundo, então ele se torna justo… Péra lá…me perdi…

Mario-Kart-8-score

Mario Kart 8 é uma pérola. Um jogo absurdamente divertido, lindo, balanceado, veloz, competitivo, tão original como nunca poderíamos imaginar, e que não teria acontecido se não fosse pelas mentes criativas do pessoal da Nintendo, aqueles mesmos que a gente adora reclamar que não seguem as tendências do mercado, e que precisam fazer franquias novas, e coisa e tal. A trilha sonora das corridas é fantástica, o olhar sério do Mario Verde Luigi já virou mito, e a coisa vai melhorar mais ainda com o lançamento das duas DLCs que acrescentarão tanto conteúdo que mais vai parecer que lançaram um jogo novo do bigode. Me surpreende que até agora este game tenha vendido apenas 2.7 milhões de unidades, mas quando vejo a pouca base instalada de consoles, 7.2 milhões, me vem aquela mesma porcentagem de público que comprou o Mario Kart do Wii, algo próximo dos 30%. Só que o Wii com 2 anos de vida já tinha vendido uns 40 milhões de unidades, e é aí que mora a diferença entre os números, pois as vendas de um jogo estão totalmente relacionadas ao número de consoles vendidos. Se olharmos bem, a verdade é que no geral a venda tanto de consoles quanto de jogos nesta geração caiu tipo um precipício em relação a geração passada. Por quê será? Preço alto? Falta de atrativos? Pouca inovação? Em fim…

A Nintendo errou demais com o seu aparelho, e isso não sou eu que estou dizendo: é o mercado, as baixas vendas, a pouca base instalada, as third partys, e infelizmente isso vai refletir nas vendas de seus jogos por um bom tempo. Mas não na qualidade deles: nisso a empresa sempre se supera, e consegue mostrar que ainda sabe como ninguém fazer um jogo tão épico para os fãs quanto divertido para as massas. Mario Kart 8 é esse jogo, para mim, o melhor game da franquia já lançado, sem modéstia e com folga. Sem dúvida ajudou e ainda ajuda muito na missão de fazer com que o WiiU atinja finalmente uma base instalada de tamanho considerável, e bom o suficiente para isso ele é. Só que o WiiU precisa de mais, muito mais, e é aí que a Nintendo precisa mostrar serviço mais do que nunca. O console só terá a agradecer, e o seu público também.

noticias_artwork-master-cycle_mario-kart

Chega Logo Link! Estamos te esperando

.

Comentem!

Sobre Sabat

Editor Chefe do RetroPlayers, Redator e Editor nos Livros e Revistas WarpZone, Podcaster e editor de áudio, Saudosista, e Analista de Informática porque algo tem que dar dinheiro né!
Adicionar a favoritos link permanente.
  • Visionnaire

    “o jogo é injusto, mas é injusto com todo mundo, então ele se torna justo… Péra lá…me perdi…” Hahaha Muito bom! Ótimo artigo, ótimo jogo!!!
    Agora tem uma injustiça com as moedas aí, elas ajudam pow. Dão um boost (mini turbo) quando você coleta elas e aumentam a velocidade final do Kart. Quando você pega as 10 moedas permitidas, então já consegue notar a diferença de velocidade, principalmente nas retas. E o maldito “item falso” tem mesmo que sumir da série! Quanta raiva já passei! hahaha

    • Jeff Sousa

      No 64, o Fake Box era útil por ser exatamente idêntico a caixa de itens original, porém, um pequeno detalhe a diferenciava e no multiplayer essa diferença ficava muito mais difícil de ser vista (o ponto de interogação invertido, porém, no 64, tanto o original quanto o fake giram, dificultando mais a visualização). Foi com o Double Dash que começou essa porcaria de deixar o item visível até de longe…

      • Visionnaire

        Verdade! Era um item maldito! Eu usava mais para enxergar melhor a pista, tipo, você ficava com o item na traseira do kart e a câmera se distanciava melhorando a visão. Fora os muitos momentos de raiva pegando a maldita fake e voando pelos ares. =/

        • Em DD e Wii isso já quase não acontecia por causa da cor avermelhada das caixas, ficaram inúteis XD

          Tanto que tiraram do jogo! XD Próximo item do ódio se chama MOEDA mesmo mano heuehueheuhuheuhe

          • Ivo

            Galera, alguém reparou ou é impressão que as moedas ajudam a você voltar mais rápido quando caí em um abismo e cia? O Lakitu vai buscar mais rápido?

      • Pois é Jeff, no N64 a única diferença era a interrogação de ponta cabeça, dava pra enganar!! Quando ficou vermelha aí se tornou quase inútil.

    • Não, não dá pra notar a diferença de velocidade quando se pega 10 moedas mano kkkkkkkkkkk e me parece que é pq simplesmente não tem nenhuma diferença de velocidade XD E se exsitir algum micro boost, deve ser tão micro que é imperceptível a olho nú!! Moedas são inúteis mano, sem injustiça, juro heuheuheuuehehue E mesmo que exista um aumento microscópico na velocidade também quando se pega 10 moedas, ninguém nunca vai usar pq é quase impossível terminar com 10 moedas de tanta bordoada que se leva XD Isso está virando outra LENDA DAS MOEDAS igual de de MK Snes kkk

      • Visionnaire

        Hahaha
        Tem sim cara, inclusive está no manual do jogo essa informação.
        Quando você coleta uma moeda já consegue ver o mini boost, aquele fogo que sai no escape do kart. Quanto a utilidade dela, no time trial é essencial coletar as moedas, tanto pelo boost quanto pela velocidade final do kart. A diferença é perceptível. No online é que não presta pra nada mesmo! hahaha

        • Eu falei isso das moedas quando joguei com esses putos aí e o Sabat respondeu a mesma coisa pra mim! kkkkkkkkkkkkkkk
          Nota-se a diferença desde o 7 do 3DS, pô!

          • Visionnaire

            Pow, o Sabat meteu um discurso com a tal da “Lenda da Moeda” que bateu a maior dúvida aqui rapaz. Pesquisei, testei em casa e vi que estava certo. Daí analisei minha renda, falei com minha esposa, consultei meus pais e só então criei coragem para responder. Não foi fácil. hahaha

          • Pega nada, o Sabat só vai cortar sua cesta básica deste ano… kkkkkkkkkkkkk

          • Visionnaire

            Do ano que vem né? A cesta desse ano ele garantiu que será um baita de um cestão: Ces-tão Fudi$#@!

          • Jeff Sousa

            No manual do Super Mario Kart de SNES também fala que, a cada 10 moedas, a velocidade aumenta, porém, nunca senti nenhuma diferença.

          • Visionnaire

            No Snes eu não testei, mas posso dizer que no 3DS e no Wii U realmente existe essa diferença.
            A velocidade final aumenta e ainda tem a vantagem do boost na hora que se coleta a moeda.

          • Poisé, desde o SNES tem essa lenda de 10 moedas, mas NÃO DÁ RESULTADO AHuhauHAUhuahA só se for no time trial XD Moeda só serve mesmo pro Lakitu ficar contente e te colocar lá pra frente quando vc cai num buraco XD

  • Completaço o Review, Sabat, curti demais!
    MK8 é um jogaço, talvez o melhor MK de todos os tempos (sem piadas com jogos de luta com mesma sigla, por favor).
    O online já teve uma leve evolução no MK7, mas no 8 que parece ter se consolidado. Pena que joguei pouco. Preciso jogar mais, inclusive preciso devolver o seu 3X1 quando teve a disputa pessoalmente! hehehehe… só preciso treinar mais (ou seja, preciso de tempo que não tenho).
    Lance de configuração de veículo não é exatamente novidade, né? Eu meio que me acostumei a isso no 7 também (salvo engano, começou no DS… eu nunca joguei a versão, pode me corrigir se eu estiver falando besteira). Mas vale dizer que vc acertou em cheio em dizer que o balanceamento desse jogo ficou excepcional e justo, não existe “formulinha” para ser copiada, cada um sabe o que é melhor para si e dependendo também do tipo de pista e até de adversários. Esse balanceamento me pareceu superar qualquer outro jogo da franquia, inclusive o próprio 7… por isso eu afirmo tanto ser o melhor Mario Kart já lançado.
    Quanto a alfinetada na Capcom, eu ri! Não que tenha sido 100% justa (calculo uns 96,7% de justiça), mas é merecida de qualquer forma! kkkkkkkkkkk
    Aliás, que venham os DLC!
    Vou parar por aqui pro comentário não ficar muito grande, só complemento que achei a nota justíssima!
    Sensacional o review! Repito: bem completo! Dá pra ver que vc apanhou bastante no jogo antes de escrever (não que eu já não soubesse disso)… um dia quem sabe vc não apanha bastante de mim no online, né? kkkkkkkkkkkkkk
    Desafio feito!
    Chega, fui! huahua

    Não, péra… tem mais uma coisa… que tal criar o campeonato Retroplayers no online e convidar também os leitores a fazerem parte?

    Agora sim, fui!

    • É rapaz, puta ideia!!!
      Seria massa um campeonatinho XD se pá a gente faz!!!!!!

      E a corrida que eu perdi foi a que eu tomei casco azul na reta final kkkkkkkkkkkkkk lembro até eu falando OLHA SÓ O QUE VAI ACONTECER COMIGO Ó Ó Ó!!! kkkkkkkkkkkkkkk O Ivo, coitado, não deu nem pro cheiro!! XD

      • Casco azul faz parte do jogo! huehuehuehue

        Monta o campeonato ae, Líder! Caçamba! hehe!
        Assim que eu puder jogar Wii U de novo já me inscrevo! o/

      • Ivo

        Ganhei de você! Lero lero lero! E já disse, tem que organizar direitinho o jogo. Esse modo “menina” que vocês jogam não tem graça! Tem que colocar no “Frantic Mode” que simula o verdadeiro ONLINE. Quero ver alguém ficar 3 voltas em primeiro sem acontecer nada, igual como você jogou Sabat.

        • Mimimi ivo só levou côro…. heuheuhuehueue

    • Ivo

      Mortal Kombat 8 é muito legal mesmo! >.<

      • Não, Ivo… eu sei que vc ainda não comprou o Wii U e talvez não saiba da existência do jogo, mas não é Mortal Kombat, é Mario Kart 8!
        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        • Ivo

          Piada morreu Cadu! Porque estou com o WIIU lero lero lero lero! E você vai receber todos os dias e-mails meus falando do que estou jogando =)

          • AEEEEEEEEEEEE! o/
            Nunca fiquei tão contente com a morte de uma piada antes!
            Agora vai, adiciona a galera lá!
            Vc criou o usuário EuOdeioTodoMundo? ahuahuhuauha

          • Ivo

            Mas é emprestado hahahahahahahhahahahahhahahahaha!

          • Pô……………………………….

          • Ivo

            Mas falando sério! Mas vou testar os jogos no emprestado além de Mario Kart. Estou pesquisando sobre o BASIC e o normal! Tem uma diferença grande de preço! No Basic eu compro Ele+MarioKart+ControlePro e fica quase o preço do normal. E contando que não gosto de baixar jogos e ter mídia física… é uma boa para o BASIC no meu caso.

            E ainda quero mais um jogo… na dúvida entre DK e Mario

          • eu achando que o Ivo finalmente tinha comprado o WiiU…. bem…

            A PIADA CONTINUA VIVA o/

          • Putz, só toma cuidado com lance de atualizações do próprio console, Firmware e tal.
            Pq a primeira que vc já faz logo que compra o console é bem grande, mas não sei dizer o quanto ocupa do hd.
            Ainda assim, qualquer coisa vc arruma um hd externo e deve resolver seu problema.

  • Excelente review Sabat! Comprei meu Wii U e já fiz questão de levar Mario Kart 8, DKC Tropical Freeze e Super Mario 3D World comigo. Desses DKC virou um um vício, mas também tô curtindo demais Mario Kart 8, não é a toa que a Nintendo voltou a lucrar graças a esse jogo.

    Não consigo entender o porquê mas eu não curti muito o Mario Kart Wii e eu estava esperando pouca coisa do MK8, mas aí comecei a ver os Nintendo Direct mostrando o que o jogo ia oferecer e resolvi arriscar, e ainda bem que fiz isso porque o jogo tá divertido demais, só consigo largar o controle depois de horas de jogatina. No geral tô feliz demais com o Wii U, vale a pena para nós retrogamers.

    Abraços

    • Ivo

      Esquece o Mario Kart Wii Adinan! É muito fraquinho mesmo, eu particularmente acho o pior Mario Kart de todos! Joguei o Mario Kart 8 que você vai gostar!

    • Opa Adinan, beleza? XD
      Rapaz, estou com tropical Freeze aqui tb, e cara, que jogo lindo!!! Mas só vou jogar depois que acabar o modo adventure de Hyrule Warriors XD E sim maninho, vale a pena demais o WiiU. Enquanto os outros VGs o povo se preocupa com framnerate e textura lisa, a gente se diverte demais com os games do console da Nintendo, fato!

  • Will

    O pessoal do Retroplayers tem algum grupo para partidas online do MK8? Nem sei se isso é possível no wii U, mas seria legal ^^ (pelo menos já vou conhecer uma galera quando o console chegar por aqui).

  • Pingback: Meme: O que você jogou em 2014? | Gamer Caduco()

  • rodrigo

    Faltou um battle mode melhor, um battle block 🙂

  • Tassio Bruno Silva

    caraa mas eu ri demaaais!!! oootima review!