RetroReview Especial: Chuva de Tiros no Mega Drive #9 – Eliminate Down

Eliminate Down? Que nome estranho! Sim, o nome é feio, mas a jogatina é mais que recomendada. Estou falando de um shmup de respeito que muita gente sequer ouviu falar, mas que deixa sua marca registrada na memória de quem decide jogá-lo por alguns instantes. Um título com o qual particularmente nunca tive contato, até decidirmos criar este especial. Olha aí novamente os emuladores nos enchendo de surpresas, permitindo-nos desbravar mais um ótimo game de navinha, que os amantes do gênero não podem deixar de conferir.

Como muitos títulos de qualidade, Eliminate Down não conheceu oficialmente outros países, além de Japão e Coreia do Sul. É mais um daqueles games obscuros, “perdido no espaço“, que não teve a sua merecida atenção fora do Oriente. Sim, porque trata-se de um ótimo shmup, de ótimos gráficos, som eletrizante, e jogabilidade simplificada, porém envolvente. O game está longe de ser considerado um Bullet Hell, mas ao jogá-lo, percebe-se a influência do sub-gênero inserida no mesmo. A trilha sonora agitada, juntamente com o a saraivada de tiros por toda a tela em vários momentos (principalmente nas lutas contras os chefes de fase), nos traz essa leve impressão. O curioso é que apesar de ser um título japonês, seu conteúdo é totalmente em inglês, algo que normalmente não acontece num game exclusivamente oriental. E o interessante é que o cartucho do game funciona em qualquer versão do console, uma boa notícia para os colecionadores de plantão.

A estória por trás de Eliminate Down é bem simples e nem um pouco original, algo que costuma acontecer em alguns games de mesmo seguimento. No século 30, a humanidade vinha se preparando para iniciar seu pioneirismo na exploração espacial. Mas uma raça alienígena conhecida como Amuleto decidiu atrapalhar os planos dos terráqueos. A bordo do Steal Pyron, um poderoso caça espacial, seu objetivo é eliminar as forças de Amuleto e restaurar as chances de conquista da humanidade. Simples!

A fórmula utilizada na criação de Eliminate Down é a mesma da maioria dos “games de navinha”, mas ao jogá-lo você percebe que tem algo diferente nele. É verdade que a estória é o que menos importa em alguns games deste tipo mas, se esta aqui já não é grande coisa, você irá esquecê-la rapidinho, pois é preciso reflexos apurados nesta jornada de sobrevivência, além de muita dedicação para vencer suas oito fases desafiadoras, lembrando que, apesar dos continues disponíveis, os checkpoints não existem por aqui. Mas mesmo com sua dificuldade acima da média, Eliminate Down cativa o jogador por tudo o que oferece. Graficamente este bonito shmup espacial chama bastante atenção, seja por seus belos cenários cheios de Paralax, sprites bem detalhados, ou pelo tamanho avantajado de alguns dos chefes de fase. Tudo isso regado com um som eletrizante, não excelente mas, muito provavelmente inspirado no bom e velho Rock’n roll.

Como dito, sua jogabilidade é bem simples, mas tudo funciona direitinho. Dos três botões que o game utiliza, dois deles alternam entre as três formas em que os tiros são disparados, algo que você vai ter de fazer diversas vezes em cada missão. Também é possível alterar a velocidade da nave, mas isso precisa ser feito com o game pausado. E, a exemplo de Arrow Flash, no menu de opções você poder escolher se quer jogar com o rapidfire ligado ou não.

O sistema de powerups lembra o que temos na série Gradius, não sendo possível trocar de armas e não existem canhões extras aqui. Contudo, conforme os powerups são coletados, a quantidade de disparos de sua nave aumenta consideravelmente, e novos tipos de projéteis são acrescentados aos tiros regulares, elevando assim o poder destrutivo de sua Steal Pyron. Em outras palavras, é necessário coletar cinco itens idênticos de power para que haja alteração no poder de fogo, sendo possível potencializar por até três vezes a arma frontal e por até duas vezes as que disparam para as demais direções. Você também poderá contar com um item que adiciona um campo de força em volta de sua nave, resistente a poucos impactos por tiros ou colisão. Quando sua nave é destruída, um dos níveis de power adquiridos vai para o beleléu e assim sucessivamente, até que todos tenham ido embora de vez, lhe obrigando a coletá-los novamente.

Um diferencial em Eliminate Down é que, além do desafio imposto pelo cenário, em todas as fases tem sempre algum tipo de sub-chefe, que normalmente aparece na metade do caminho e gosta de impressionar com suas investidas e um monte de disparos pela tela. Depois de enfrentá-los, a batalha continua até que o verdadeiro boss da fase resolve dar as caras, exigindo muito mais habilidade do jogador. Os primeiros deles não trazem muita dificuldade, mas à medida que se avança no game, o desafio em destruir cada chefe se torna maior e ao mesmo tempo encantador. Algumas batalhas podem levar vários minutos, pois há chefes de fase com bastante pontos fracos a serem atingidos.

Eliminate Down é o tipo de jogo que faz agente se perguntar do porque de sua obscuridade. Um game muito melhor que muitos títulos famosos em seu seguimento. De certo, a única explicação está em sua localização ou falta de divulgação necessária. Mas para nós retro-aventureiros não há muito significado nisso, exceto a nostalgia para os sortudos do passado que puseram as mãos nesse belo shmup. Se há de fato interesse em adquirir o título em forma de cartucho, digo-vos que valerá cada centavo. E se o seu lance é só jogar e partir para o próximo game de sua lista, sugiro não deixar Eliminate Down para o final, jogue agora!

.

Confira todas as partes deste especial:

#1 – Thunder Force II 

#2 – Gley Lancer

#3 – Musha

#4 – Elemental Master

#5 – Battle Mania

#6 – Arrow Flash

#7 – Battle Mania Daiginjou

#8 – Thunder Force III

#9 – Eliminate Down (este review)

#10 – Air Buster

#11 – Burning Force

#12 – The Steel Empire

#13 – Gaiares

#14 – Sol-Deace/Feace

#15 – Truxton

#16 – Hellfire

#17 – Gadget Twins

#18 – Gynoug

Continua…

Sobre Jeff

O Jeff é veterano que começou a jogar games com um Bit System. Ele ama jogos 2D. Criterioso e saudosista, adora os jogos de Nintendinho. Atualmente sua plataforma principal é um PCgamer, Mas jogar é com ele, não importa se num console da Sega, Sony e assim vai!
Adicionar a favoritos link permanente.
  • Gillian

    Não conhecia esse oras…

    Vou colocar no PSP GO hoje pra ver…

    • Jeff

      Gillian, como você muitos serão surpreendidos com este título. Boa jogatina!

  • parece um game para eu destrinchar nesse sábado.

    • Jeff

      Parece e deve ser destrinchado sim Leandro. Game muito bão!!

  • Elcioch

    não tenham duvidas é um game muito bom e bem feito, com varios momentos marcantes e monstros arrepiantes!

    • Jeff

      Ah, então você provavelmente conhece o título em Elcio?
      Verdade, o game é muito bem feito!!!
      Obrigado pelo coments…

  • Sirlon Hayate

    Nossa, um Puta jogo. #falo mesmo#

    Adoro jogos de nave. Mega Drive tem uma porção deles ^^

    • Jeff

      Sirlon, meu velho… Esse game é mesmo muito interessante. Tem gente que deveria arriscar mais nele…
      Abração!

  • aki é rock

    Caramba jogão hein esse é mais um que vai pra minha lista de jogos a um dia eu jogar hehehehe.

    • Jeff

      Rock, se eu fosse tu, não deixava pra depois não!

      Valeu!

  • Caramba os graficos me impressionaram legal demais e essa saga de shoot em up ta cada vez melhor,otima materia cara.

    •  Eu mesmo não joguei este game, mas achei os gráficos tão irados que vou jogar logo logo XD muito bonito MESMO!! pena que é super difícil……

  • Outro que não conhecia e que vai pra lista de jogos a serem jogados, gostei do que vi de imagem de chefes e o esquema do jogo parece interessante.

    Belo review, Jeff.

    Abraço

  • Mesmo sendo fã de jogo de nave, este ‘shooter’ nunca tinha ouvido falar. Já correndo atrás da emulação, pois achar um cartucho desses hoje em dia é tarefa no mínimo p/um “Indiana Jones” da vida ! ps: muito bacana as matérias,continuem assim {^^]

    • *voltando só p/agradecer a “mente” que criou este post: o jogo é maravilhoso e acaba de entrar para meu Top 5 de jogos de nave ! valeu mesmo ! [o/]

      • Obrigado Ivan. Agradeço a oportunidade de poder fazer desse trabalho uma diversão para os nossos leitores. Eu falei que o game era bom, né?

        Abraço cara!