Retro Review: CHRONO TRIGGER – SNES/PS1


Chrono Trigger Review

Site de games antigos que é site de games antigos tem que ter CHRONO TRIGGER analisado e destrinchado! E Retroplayer que é Retroplayer sempre aprecia, por que Chrono Trigger é CHRONO TRIGGER, e vice-versa! E tenho dito!!

“Em um passado à muito esquecido, Lavos veio a Terra. Faminto, trouxe a destruição global separando os continentes, absorveu toda a vida existente, e depois de saciar sua fome pelo caos, descansou enterrando-se no mais profundo dos abismos. Agora, Lavos está acordando de seu sono milenar, fortalecendo-se, alimentando-se das entranhas da Terra. Em um futuro próximo, ele sairá dos subterrâneos, e a vida no planeta desaparecerá novamente. Alguém conheceu esse futuro, e conheceu também o passado, e só esse alguém poderá reescrever o trágico final da história da humanidade”

Chrono Trigger

O ano da festa: 1995. Era lançado no Japão pelas mãos da Square Soft, o fruto de um ambicioso projeto que já se estendia em produção por mais de três anos, um grandioso game em um cartucho de tamanho absurdo de 32MB (absurdo para a época, é claro), que prometia ser o maior dos RPG’s já lançados até então, e que é considerado até hoje  por milhões de  barbados pelo mundo, como  a obra máxima desta softhouse que hoje em dia, ou melhor, já a muito tempo,  anda carente de criatividade. É claro que estamos falando do inesquecível, vitaminado, best of  World e verdadeira 8ª maravilha do mundo, Chrono Trigger: O RPG.

Chrono Trigger 1995 SquareSucesso absoluto desde que nasceu, o game lançado para o Super Nintendo, ou Super Famicom no Japão, se tornou rapidamente um dos games de maior vendagem da história da produtora. Aclamado pela crítica da época, atingiu um status nunca imaginado até antes de seu lançamento, e instantaneamente se tornava um clássico, uma verdadeira obra prima dentre os de sua categoria.

Jogado por milhões, aclamado por milhares, Chrono Trigger era um sonho que se tornava realidade. Tornou-se o marco de toda uma geração que, graças a ele, ficou mais exigente, passou a procurar por RPG’s de melhor qualidade. Mostrou novos caminhos a um gênero que ainda estava sendo descoberto no ocidente, pois até então, poucos RPG’s eram lançados e atingiam sucesso por essas bandas, ajudando e muito na popularização do gênero.

O sucesso de Chrono Trigger é  tão nítido que alguns anos depois, fora lançada e com grande sucesso uma versão do game para PS1 com novas e inéditas cut cenes em anime e finais refeitos melhorados, e foi com esta versão que eu conheci este maravilhoso RPG, responsável por mudar de forma drástica o meu gosto por jogos. Me emocionou, me fez rir, me fez jogar e rejogar várias vezes seguidas até conquistar todos os muitos finais existentes para a história, e me deixou desta forma, mais rabugento do que o normal no que diz respeito à qualidade de um título.

Chrono Trigger é ao meu modo de ver, o RPG perfeito, e o segundo melhor jogo  da história.  Do primeiro, eu falarei ainda… algum dia.

Chrono Trigger Casa CronoChrono Trigger Mapa

Motivos para esta perfeição toda não são poucos, a começar pela incrível história criada para o game.
Baseada em viagens no tempo, o roteiro pode ser considerado como um dos mais completos e profundos já feitos até então, com uma dose certa de drama, comédia e ficção. A história pode ser resumida da seguinte forma: “Frente aos olhos incrédulos de Crono (isso mesmo, sem o H do título!) e Lucca, um inesperado portal dimensional causa o desaparecimento de uma misteriosa garota durante uma malsucedida experiência de teletransporte. Crono decide tomar o mesmo caminho a fim de localizar e salvar a garota, sendo seguido por Lucca. Logo percebem que o mundo na qual eles agora estão ainda é o mesmo, mas diferente. Não se tratava apenas de um portal dimensional, mas de um portal temporal: eles estão no passado! Assim tem início a maior das aventuras da vida de Crono, onde suas viagens através das eras lhe mostrarão um desesperador futuro de destruição, mas que pode, junto de seus novos amigos, ter sua história reescrita, para o bem da humanidade”.
Não é exagero dizer que um livro de literatura/ficção contando a história de Chronno Trigger seria um grande Best Seller!! Bom, eu compraria na hora!

Chrono Trigger Crono Chefão BossTrata-se de uma história maleável que pode ter, de acordo com suas opções durante o jogo, até 13 desfechos diferentes (e alguns  na época juravam que eram mais… meninos mentirosos) e mais um novo na versão de Nintendo DS, totalizando 14 finais, e isso garante uma vida útil inigualável ao game, pois pode-se terminá-lo e recomeçar uma nova partida sem perda de itens e experiência em busca de outros finais. Um fator extremamente interessante do game é que muitos de seus atos no passado causam transformações no futuro, como por exemplo, se o jogador optar por não pegar um item em um baú no passado, poderá pegar o mesmo item no futuro só que muito mais poderoso. Isso se aplica também ao relacionamento para com os npc’s das cidades, que sofrem mudanças também com o desenrolar da aventura, ou com vários itens que  tem funções diferentes em determinadas épocas devido ao seu estado e reação para com o passar das eras. O game apresentava um nível de interatividade completamente novo, nunca nem imaginado anteriormente, e isso proporcionava situações memoráveis e toneladas de segredos para serem desvendados.

E em todas estas situações, estaremos no comando de personagens absurdamente cativantes a começar por Crono, o herói da história.  Ele faz as vezes do herói que entra quieto e sai calado, padrão desde sempre, mas com uma personalidade forte o suficiente para fazê-lo figurar perto do topo de tudo quanto é ranking ou disputa de personagens famosos que pintam por ai!  E todos os outros tem papéis de suma importância no desenrolar dos acontecimentos da aventura, inclusive interferindo nos diversos finais.

Chrono Trigger Frogg Masamune

Não é sempre que outro personagem senão o principal, é escolhido como o preferido no game, mas aqui, qualquer um deles pode receber esse título, como é o caso de Frog, o sapo cavaleiro portador da espada Massamune, um dos personagens coadjuvantes mais queridos de que se tem notícia.

Boa parte desse carisma se deve ao design dos personagens, ou melhor, ao Caracter Design oficial da série: nada mais, nada menos que Akira Toryama, que responsável pelo design de personagens da série de games e do anime Dragon Quest (Fly, Fly, Fly, quer a paz que o inimigo destrói!! Ê saudade das manhãs do SBT…), e criador do heroi-sayajin-overpower mais carismático do mundo, Goku, e de todo o universo Dragon Ball, estava na época em evidência astronômica pelo seu maravilhoso trabalho. Que perdura até hoje por sinal… Quem é bom já vem do berço!

Chrono Trigger MagusDetalhados ao extremo, vivos e coloridos, explorando até então o máximo da capacidade do console. Estas regras se aplicam a todos os ambientes do game, desde florestas e calabouços, às animações dos personagens e inimigos. O cuidado com os mínimos detalhes pode ser percebido em qualquer localidade nas sombras em movimento, nos efeitos de luz e transparência, no genial design dos castelos, cidades, personagens e monstros, que por sinal, possuem uma quantidade enorme de sprites de animação, um verdadeiro banho na concorrência!  Era diferente assistir a uma cut-cene em Chrono Trigger, as passagem eram mais reais, mais trabalhadas em seus detalhes, como na parte onde Crono responde pelos atos de roubo e vandalismo cometidos no game: você nem se lembra e nem faz ideia de que cometeu tais fatos, mas quando o personagem vai a julgamento, tudo é mostrado, e você apenas assiste maravilhado a tudo aquilo! Os personagens expressam perfeitamente sentimentos como surpresa e revolta, é como assistir a uma boa cena em CG de um RPG contemporâneo.

Na versão para PSx, que foi lançada juntamente com um port do excelente game Final Fantasy 5 em um CD duplo intitulado Final Fantasy Chronicles, foram adicionados lindos vídeos em anime feitos pelos estúdios do Mestre Akira Toryama, que foram distribuídos pelo game desde sua abertura até seu final de modo a realçar as mais importantes passagens da história. Isso deu ao jogo um charme todo especial, e como seus gráficos eram bons até mesmo para o padrão PS1 da época (é verdade, existiam muitos jogos de PS1 considerados BONS que não tinham gráficos tão bons quanto CT), as animações o deixaram pau a pau com os games daquela geração de consoles. O resultado foi uma nova e enorme geração de fãs, que mais tarde, se tornariam sedentos por uma continuação 3D do game, como aconteceu com Final Fantasy VII.

Chrono Trigger AylaChrono Trigger Crono Frog

Chrono Trigger FrogChrono Trigger Lucca

E este ano, como eu já disse anteriormente, um novo port do game foi lançado para Nintendo DS, com a adição de um novo chefe que libera por sua vez, o final extra que mostra a criação do Dream Devourer, o monstro que nasceu de Lavos e que faz as vezes de vilão em Chrono Cross, a continuação da aventura. Ele é  encontrado em uma dungeon extra adicionada ao game, que vou tratar mais a frente. Vida longa ao clássico!

A trilha sonora desse game ainda pode ser encontrada, com muita dificuldade, é claro, à venda no Japão ou em importadoras especializadas. Trata-se de um CD triplo, que contém todas as maravilhosas melodias presentes no game.

Chrono Trigger Official Soundtrack Final Fantasy ChroniclesSabe-se que é costumeira a venda de CD’s contendo as trilhas musicais dos games e animes mais populares no Japão, mas tamanha foi a quantidade de melodias compostas para Chrono Trigger que pela primeira vez era lançado um CD triplo, tratamento diferenciado que nenhum outro game até então havia recebido e que continua raro até hoje. Melodias dignas de prêmios, que agiam aliadas a efeitos sonoros limpos e de altíssima qualidade, conjunto este responsável pela tamanha imersão que o game causa em quem o joga, um trabalho de perfeição quase inatingível. Tá certo, eu babo ovo pra esse  geme mesmo, admito!!

O sistema de batalhas foi talvez, o mais inovador e bem sucedido da história dos RPG’s.  Não existe alma viva que ache defeito nele, ou que reclame de algo a respeito. A princípio, via-se o de sempre: batalhas baseadas em turnos, mas bastavam algumas horas de jogo para que se pudesse perceber a maestria com que o mesmo foi elaborado. A possibilidade de ataques combinados entre os personagens com diferentes efeitos abria um leque imenso de estratégias a serem utilizadas contra inimigos que não eram vencidos apenas devido ao alto ou baixo nível dos personagens, como acontece quase sempre. Era necessário conhecê-los, saber seus ataques e como anulá-los, perceber suas fraquezas e explorá-las. As batalhas aconteciam sem nenhuma mudança de local ou de plano, e nem era preciso mudá-las, uma vez que os gráficos do game eram perfeitos para a ambientação das mesmas.

Os monstros eram visíveis no mapa, e podia-se desviar deles de modo a não entrar em batalhas desnecessárias, diferentemente dos RPG’s clássicos da época, que seguiam a regra de “batalhas aleatórias a todo momento” e que vinham sem aviso prévio. Isso muitas vezes mais irritava do que divertia, e a partir de Chrono Trigger, esse sistema passou a ser bem menos utilizado nos games (Graças a Deus). Imagine também que pela primeira vez, você poderia escolher quais seriam seus personagens não somente de acordo com o nível ou com aquela velha regra do “um cura o resto bate“… desta vez, você escolhia o time de acordo com a combinação de ataques e características conjuntas dos personagens, o individual importava em menor escala. Assim, a combinação destes fatores criava uma atmosfera onde era extremamente divertido e desafiador entrar em batalhas e testar suas técnicas e ataques combinados nos variados inimigos do game.

Chrono Trigger tem um mapa enorme, cheio de localidades distintas e exploráveis em várias épocas diferentes. Dizer que tais localidades são originais é pouco para o game: elas foram cuidadosamente elaboradas e desenhadas para retratar com perfeição as diversas passagens temporais que o game possui.

Chrono Trigger 1000 A.DChrono Trigger 600 A.D

É possível visitar os mesmos castelos, florestas, cidades ou até mesmo continentes inteiros em um tempo passado ou futuro, e ver as mudanças ambientais que elas sofrem.  Isso torna o mapa do game extremamente grande! Era algo parecido com o que já se havia visto no maravilhoso  The Legend of Zelda: a Link to the Past, lançado bastante tempo antes, e que serviu de ideia base para a elaboração das viagens temporais, que são o elemento chave de Chrono Trigger.

A arquitetura dos castelos, calabouços, florestas e afins foram feitos também com o intuito de o jogador manter um altíssimo nível de interação com os mesmos, de modo a resolver quebra-cabeças e desafios que tornavam a aventura muito mais atraente, e fugiam um pouco do padrão “apenas lute e assista a história” que muitos RPG’s da época adotavam (e que adotam até hoje), e que definitivamente não agradava a todos.

Sem dúvida, Crono Trigger é um game que atingiu a perfeição em todos os sentidos relativos ao gênero RPG. Seu sucessor, Chrono Cross, que é um excelente game de qualidade ímpar, desenvolvido também pela Square, não obteve nem a décima parte do sucesso atribuído ao primeiro, e não poderia ser diferente, pois o talento da equipe original de produção, seus designers e seus compositores completaram-se de uma maneira tão única que jamais poderia ser superada.
Pode-se dizer que este foi um marco na história dos RPG’s, uma verdadeira evolução no gênero. Um local maravilhoso, criado para divertir, entreter e emocionar jogadores de todo o mundo, um dos melhores games da história!

Chrono Trigger Resumo

Digo sem hesitação, que por sua qualidade sem igual e genialidade, as aventuras de Crono e seus amigos são inesquecíveis a quem já as conhece, e sempre serão lembradas e relembradas através dos anos pelos ports que continuam a sair e que farão com que as futuras gerações de jogadores conheçam, fiquem surpresos e saibam que ainda vive na cabeça calva dos mais velhos, a lembrança da época em que eles se aventuraram pela primeira vez naquele maravilhoso mundo, já bem antigo sim, mas de nome inesquecível, de nome Chrono Trigger.

PERSONAGENS

Crono
Chrono Trigger Crono O herói da história! Seu nome significa, a grosso modo, tempo, e se escreve inexplicavelmente sem o H do título. Acordou com o pé esquerdo naquele dia, atrasado, não achou Lucca em casa e teve o azar (ou sorte) de trombar Marle na praça quando procurava pela amiga cientista/engenheira/mecânica. Foi dele a iniciativa de pular dentro da máquina de teletransporte de Lucca para procurar por Marle, que entrou nela e desapareceu, deixando para traz apenas o seu colar.

Crono é um jovem exímio espadachim, capaz de aprender magias baseadas em Luz e Eletricidade, ele mora com sua mãe na cidade de Truce, no ano 1000 A.D., que é considerado o presente.

.

Lucca
Chrono Trigger Lucca A melhor amiga de Crono é uma jovem que mora também na cidade de Truce, no tempo presente e que,  seguindo os passos do pai, se tornou uma talentosa e genial cientista. Sua mãe, devido a um acidente, tornou-se paraplégica quando Lucca ainda era uma criança, e a jovem, por um longo tempo, se culpou por tal fato.

Vez ou outra, ela arruma um tempinho para aprender mágicas de Fogo, e quando não está fazendo nem uma coisa nem outra, está construindo teletransportadores defeituosos para fazer donzelas se perderem no tempo! Claro, ela construiu a máquina do tempo, sem querer mas foi ela, e essa é a primeira de muitas outras coisas que a garota prodígio vai meter as mãos durante a aventura.

.

Marle
Chrono Trigger MarleTodos vocês, agradeçam neste momento a esta personagem:  tudo aconteceu graças a essa princesa (e intrépida  aventureira  nas horas vagas) e seu amuleto. Marle conheceu Crono em uma festa (ou seria quermesse??), para onde foi com o intuito de fazer tudo aquilo que uma boa princesa faz sempre que está entediada: fugir da vida monótona do castelo pra tomar quentão.

Seu verdadeiro nome é Nadia, a princesa do castelo de Guardia do tempo presente, e ela é capaz de evocar mágicas do elemento Água. Com o espírito aventureiro vazando pelas orelhas, caiu na tentação de testar a máquina de teletransporte de Lucca… deu no que deu, e cá entre nós, ainda bem que ela fez isso!

.

Frog
Chrono Trigger Frog Masamune O fiel protetor da rainha Leene , do castelo de Guardia de 600 A.D, é um corajoso e valente guerreiro, e o único que pode empunhar a poderosa espada Massamune. Glenn é seu verdadeiro nome, e foi transformado em sapo por Magus quando este assassinou seu amigo e mentor Cyrus. Vingança? Cabe ao jogador decidir! Exatamente, você decide o que vai fazer, e a sua escolha mudará completamente o restante da história do personagem e do game.

Frog é o personagen mais carismático do jogo, e o meu preferido. Sua honra , modéstia e determinação são surpreendentes, e ele poderia muito bem ser o protagonista do game que seria sucesso do mesmo jeito!

.

Prometeus
Chrono Trigger Robo Buz Prometeus Também conhecido como Buzz, ou simplesmente ROBO, foi encontrado enferrujando no canto de um laboratório  abandonado de uma época futura, devastada e imprecisa.

A série de robos a qual ele pertence foi criada pelos últimos cientistas vivos para auxiliar e estudar os poucos humanos remanescentes da grande devastação ocorrida tempos antes, mas com o passar dos anos e necessitando de reparos que não mais seriam possíveis uma vez que seus criadores não mais existiam, parou de funcionar.

Foi consertado pela genial Lucca, a qual se tornou um grande e inseparável amigo. Suas espantosas habilidades de combate são de muita valia para o grupo, mas sua amizade e determinação é o que mais conta.

.

Ayla
Chrono Trigger Ayla A forte, ágil e linda garota pré-histórica é a líder  da tribo Ioka, em 65.000.000 B.C. Decidiu partir com Crono em suas viagens temporais para ajudá-lo na luta contra o despertar de Lavos após o grupo de heróis ter ajudado sua aldeia a se livrar da ameaça de uma raça de répteis inteligentes. Mal sabe Crono que dessa maneira, acabou ajudando a raça humana toda!

Sua grande força física e agilidade dispensa o uso de magias, e na versão de PS1, ela é apresentada ao grupo com uma sequencia em animê espetacular!

Algumas vezes, é possível partir para um futuro onde os répteis se saíram vitoriosos, e a população do planeta é toda composta de homens-répteis!

To dizendo, esse game é cheio de ideias geniais!

.

Magus
Chrono Trigger Magus O poderoso mago que assassinou Cyrus e enfeitiçou Glenn é o principal suspeito de estar por traz dos acontecimentos que levarão no futuro, ao despertar de Lavos.

Vive no mundo de 600 A.D. mas não é originário deste, e seu surpreendente passado, revelado durante a aventura, é um dos pontos de maior impacto da trama do game.

Magus pode ou não se tornar um personagem controlável dependendo das ações tomadas durante o jogo, e suas magias devastadores são de grande valia quando ele está no grupo. Mas podem ficar sossegados: para se fazer todos os finais, obrigatoriamente vocês deverão jogar com e sem ele no grupo bem mais de uma vez.

FINAIS

Gente, aconselho a vocês só lerem esta parte após terem jogado pelo menos uma vez o game, pois ela contém diversos spoillers de coisas importantes para a história.

Estão avisados?

Então vamos lá: contando o Game Over (coisa que eu sou contra, mas que muita gente ai considera, fazer o quê…), o game tem 13 finais, e mais um novo acrescentado na versão DS, que somados, totalizam 14 finais. Não custa avisar de novo: essa parte tem alguns spoillers necessários para se dizer como fazer todos os finais, então leia por conta e risco!

1º Final: The Fated Hour, BEYOND TIME

“Após os agradecimentos do pessoal, Crono e Marle acabam sendo arrastados por balões, e saem voando pelo céu”
Pré requisitos: 1- termine o game com Crono no grupo; 2- Derrote Lavos, chegando a ele por intermédio da nave Epoch.

2º Final:The Fated Hour/The Final Battle 2

“Após os agradecimentos do pessoal, a mãe de Crono sai correndo atrás de seu gato. Os dois acabam entrando em um dos portais do tempo: mais trabalho para Crono!”
Pré requisitos: 1- termine o game com Crono no grupo; 2- Derrote Lavos  logo após ter passado pelo Black Omem.

3º Final: Nu, GOOD NIGHT

“Você verá um Nu, uma daquelas criaturas bizarras azuis de cabeça enorme, brigando com um sapo”
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +) 1- Derrote Lavos no Ocean Palace em 12.000 BC (é quando surge a mensagem “The Village of Magic” ao gravar). 2- Entre no Lavos Gate, é só pressionar o botão X no ponto brilhante à direita do teletransportador em Leene Square após sair de Heckran Cave. 3- Enfrente Lavos pelo portal de “The End of Time” logo na primeira vez que você for para lá.

4º Final: The Developer’s End, THE DREAM PROJECT

“Você encontrará os programadores do game e poderá conversar com cada um deles.”
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +) 1- Assim que começar um novo jogo no New Game +, Derrote Lavos indo pelo Lavos Gate  pressionando o botão “X” em cima do ponto brilhante do lado direito do teletransportador de Lucca, em Leene Square. Esse é o final mais difícil de todos, pq vc enfrenta Lavos na unha, com Crono sozinho. Então, deixe para fazê-lo quando Crono estiver bem forte!

5º Final: We’re Back!

“Todo mundo vira sapo!!!”
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +) 1- Derrote Lavos indo pelo Lavos Gate pressionando o botão “X” em cima do ponto brilhante do lado direito do teletransportador de Lucca, em Leene Square, igualmente ao final acima, logo que você retornar do ano 600 AD pela primeira vez.

6º Final: The Masamune!

“Acontece a luta final entre Glen e Magus”
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +) 1- Assim que você pegar a espada Masamune e Frog estiver em seu grupo, parta para a luta contra Lavos indo pelo Lavos Gate (ponto brilhante do lado direito do teletransportador de Lucca, em Leene Square, como vc já deve estar careca de saber!!)

7º Final: The Magic Kingdom

“Magus mostra que é muito macho, e encara Lavos sozinho.”
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +) 1- Logo após ter conversado com Janus em Zeal Palace e ele disser “ajude alguém rapidamente” (“help someone fast”), volte para Lene Square e entre direto no Lavos Gate. Faça isso antes de Schala abrir o portal que estava selado.

8º Final: Side-Show

“Marle e Lucca resolvem dar uma de juízas, e levam ao tribunal vários personagens do game nesse final bem humorado.”
Pré requisitos: Só pode ser feito no no New Game +. 1- Derrote Lavos indo pelo Lavos Gate assim que você derrotar Magos, e logo após Schala ter aberto o portal em Ocean Palace. Esse é um dos meus finais favoritos!

9º Final: The Time Egg 1

“Crono está morto. Todos retornam para seus períodos, e Marle fica com ele em seus pensamentos”
Pré requisitos: Só pode ser feito no no New Game +. 1- Mantenha Magus no grupo. 2- Não ressuscite Crono. 3- Vá ao encontro de Lavos por intermédio da Epoch.

10º Final: The Time Egg 2

“O feitiço é quebrado, e Glenn volta a ser humano, dizendo aos outros que existe um meio de trazer Crono de volta. O Rei coloca o sino novamente no lugar e a Epoch leva todos a um passeio pelas eras.”
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +). 1- Quando chegar a hora da luta entre Frog e Magus, derrote o bruxo. 2- Não ressuscite Crono. 3- Enfrente Lavos pelo Lavos Gate

11º Final: Unnatural Selection?

“Todos terão sido transformados em répteis, como se os lagartos da época de Ayla tivessem sido vitoriosos contra os humanos”.
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +) 1- Derrote Lavos indo pelo Lavos Gate logo após Ayla retornar ao seu grupo pela segunda vez (depois de derrotar Magus pela primeira vez).

12º Final: Footsteps! Follow!

“Todos os personagens aparecem e se misturam aos créditos finais do jogo”.
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +) 1- Logo após a destruição do “Reptile Lair”, em 65.000.000 BC , vá pra briga contra Lavos pelo portal de The End of Time, mas cuidado!!! Só entre no portal na hora em que aparecer na tela a frase “Footsteps! Follow!”. Este é o final mais fácil de deixar passar, por isso salve o game e fique atento a esta mensagem

13º Final: The end of the World?

“Lavos é vitorioso, e o fim do mundo é presenciado.”
Pré requisitos: 1- Perca a batalha contra lavos. Fácil assim.

14º Final, o final Extra do Nintendo DS: Dream’s Epílogue

“Lavos absorve Schala, e assim aparece o Dream Devourer, o Time Devourer de Chrono Cross. Schala prevendo que a batalha não poderá ser vencida, não naquele momento e sem o poder da Chrono Cross, utiliza suas últimas forças para teleportar o grupo de volta para o End of Time, mas Magus, que não havia se rendido, é teleportado para outro espaço e tempo, onde acorda em uma floresta e sem memória, assumindo mais tarde o nome de Guile, personagem de Chrono cross “.
Pré requisitos: (Só pode ser feito no no New Game +)  1-Ao se terminar o jogo, aparecerá uma dungeon extra chamada Time Distortion ou Dimensional Vortex, dependendo da versão do game. Esta dungeon aparece em três épocas distintas, e cada vez que você termina uma delas, um chefe diferente aparecerá no final. A primeira época é 12000 B.C., depois em 1000 AD, e finalmente em  2300AD.  Depois de vencidas, fale com Gaspar e use o portal para ir para o Time’s Eclipse. Lá você enfrentará o Dream Devourer, e chegará ao final secreto.

Ao se terminar o game por este modo, você ganha uma nova arma para Crono, a melhor do game para ele, a espada Dreamseeker.

CHRONO TRIGGER RESSURRECTION: RESSUSCITANDO A NEUROSE E A DECEPÇÃO DA GALERA

A um tempo atrás, o sonho de muita gente estava se tornando realidade pelas mãos de um grupo de amigos programadores que se intitulavam ‘Chrono Trigger Resurrection Team’, e adivinhem o que eles estavam fazendo: nada mais, nada menos que um remake do game!! Obviamente não era oficial, era um projeto sem fins lucrativos, e que tinha como objetivo refazer as principais passagens do jogo em um ambiente 3D. O desenvolvimento estava já bem avançado, seria para PC, mas foi o jogo começar a tomar forma, causar um pouco mais de hype e virar notícia que lá vai a Square-enix jogar água no shop da galera: o cancelamento foi inevitável.
Fiquem com algumas imagens do que poderia ser o jogo se viesse a ter sido lançado, e que os mesmos mercenários da Square-enix que pediram o cancelamento do projeto, nos agraciem em breve com um remake ou uma continuação direta, que seria mais do que merecido tamanha grandiosidade do game!

Ant1 de 8Prox

Chrono Trigger Ressurect PS1

Ant1 de 8Prox

Sobre Sabat

Editor Chefe do RetroPlayers, Redator e Editor nos Livros e Revistas WarpZone, Podcaster e editor de áudio, Saudosista, e Analista de Informática porque algo tem que dar dinheiro né!
Adicionar a favoritos link permanente.
  • É, meu camarada, Chrono Trigger é um grande jogo. O mais engraçado é que faz tanto tempo que joguei que não lembro de quase nada, tô precisando jogar de novo. Uma vez assisti a uma palestra do Ferreira Gullar, e ele disse que é bom ter memória ruim, porque ele pode reler os livros favoritos dele como se fosse a primeira vez 🙂

    • É Orakio, eu mesmo não lembro de muita coisa não… essa annalise eu ja tinha escrito a um temão, só dei uma incrementada e uma corrigida em algumas partes, se eu fosse escrever ela hoje eu nãoo teria lembranças suficientes não!

      Mas vou rejogar sim o Chrono, quero fazer alguns finais denovo e ver como é esse final do DS, e na sequencia, provavelmente jogarei CHRONO CROSS para entender tudo, pois meu ingles ta melhorzinho agora né XD

  • É, meu camarada, Chrono Trigger é um grande jogo. O mais engraçado é que faz tanto tempo que joguei que não lembro de quase nada, tô precisando jogar de novo. Uma vez assisti a uma palestra do Ferreira Gullar, e ele disse que é bom ter memória ruim, porque ele pode reler os livros favoritos dele como se fosse a primeira vez 🙂

    • É Orakio, eu mesmo não lembro de muita coisa não… essa annalise eu ja tinha escrito a um temão, só dei uma incrementada e uma corrigida em algumas partes, se eu fosse escrever ela hoje eu nãoo teria lembranças suficientes não!

      Mas vou rejogar sim o Chrono, quero fazer alguns finais denovo e ver como é esse final do DS, e na sequencia, provavelmente jogarei CHRONO CROSS para entender tudo, pois meu ingles ta melhorzinho agora né XD

  • Chrono Trigger é muito bom, apesar de eu não ter fechado ele(passei extremamente longe de fechar) eu gostei muito do jogo. Eu não tenho muita paciencia para jogos que demoram muito, principalmente RPG´s, mas mesmo assim quando joguei esse ai eu gostei.

    Belo review sabat, curti.

    • Valeu ^^
      Joga denovo po! Pega a versão PS que é mais bombada e joga XD

  • Chrono Trigger é muito bom, apesar de eu não ter fechado ele(passei extremamente longe de fechar) eu gostei muito do jogo. Eu não tenho muita paciencia para jogos que demoram muito, principalmente RPG´s, mas mesmo assim quando joguei esse ai eu gostei.

    Belo review sabat, curti.

    • Valeu ^^
      Joga denovo po! Pega a versão PS que é mais bombada e joga XD

  • Chrono Trigger oq posso dizer, não tive a oportunidade de jogar na epoca do video game mesmo, mas tempo depois (emulando no meu pentiun 100) joguei ate em portugues zerei 3x vi os 13 finais e tenho salvo ate hoje, tempo depois joguei novamente no playstation mas vi apenas 1 final apenas pelas cenas em anime, esse jogo em SENSACIONAL, nunca vi um jogo com personagens tao legais, meus personagens eram tão forte q sozinhos derrotava o lavos, lembro bem do jogo, gostava muito do Frog (Glen) q lutava pela honra do amigo, eh uma pena que o remake mesmo nao oficial nao foi lancado e nao existe nem planos de uma remake, dos meus jogos preferidos so perde para Zelda mesmo que tambem jogo desde o Zelda 1..

    • É meu amigo… Perde pra Ocarina of Time, o MELHOR GAME DA HISTÓRIA, que eu vou escrever sobre EM BREVE!!
      Aguarde XD!

      • Como assim perde, rsrsrsrs
        Sou seu amigo.. massss Crono is the Best, my friend! 😉
        abração!

      • Caio Souza

        Sabat, não poderia concordar mais com você… Chrono e Ocarina of Time são dos poucos jogos que tornei a jogar com o objetivo de zerar… Nem sei dizer qual foi o meu preferido… acho que Ocarina também pelo fato de que, na época, havia acabado de adquirir o meu N64 e para mim era muito raro comprar games (apenas alugava) mas comprei junto com meu irmão a versão Gold que vinha em uma caixa grande e dourada com mapas e um detonado para a primeira parte do jogos (apenas para pegar a primeira jóia)… até hoje me emociono com ambos os games! 

        • Eu também, caro amigo Caio. eu também XD

          Estou ensaiando para rejogar Ocarina of Time e Chrono Trigger a um bom tempo, e finalente a hora se aproxima ^^

  • Chrono Trigger oq posso dizer, não tive a oportunidade de jogar na epoca do video game mesmo, mas tempo depois (emulando no meu pentiun 100) joguei ate em portugues zerei 3x vi os 13 finais e tenho salvo ate hoje, tempo depois joguei novamente no playstation mas vi apenas 1 final apenas pelas cenas em anime, esse jogo em SENSACIONAL, nunca vi um jogo com personagens tao legais, meus personagens eram tão forte q sozinhos derrotava o lavos, lembro bem do jogo, gostava muito do Frog (Glen) q lutava pela honra do amigo, eh uma pena que o remake mesmo nao oficial nao foi lancado e nao existe nem planos de uma remake, dos meus jogos preferidos so perde para Zelda mesmo que tambem jogo desde o Zelda 1..

    • É meu amigo… Perde pra Ocarina of Time, o MELHOR GAME DA HISTÓRIA, que eu vou escrever sobre EM BREVE!!
      Aguarde XD!

      • Como assim perde, rsrsrsrs
        Sou seu amigo.. massss Crono is the Best, my friend! 😉
        abração!

  • Puts, esse jogo é massa! Tô com a versão de PS1 lá em casa, e o que tá me empedindo de jogar é que eu ainda não terminei o Chrono Cross. Tõ jogando de trás pra frente, mas fazer o quê se o segundo jogo chegou antes do primeiro? rsss..

  • Puts, esse jogo é massa! Tô com a versão de PS1 lá em casa, e o que tá me empedindo de jogar é que eu ainda não terminei o Chrono Cross. Tõ jogando de trás pra frente, mas fazer o quê se o segundo jogo chegou antes do primeiro? rsss..

    • Chegou antes do primeiro ai né po XD!!!
      Mas o importante é jogar os 2!! Eu mesmo vou jogar denovo CT pra ver esse final extra do DS, e depois vou jogar CC pra entender direitinho as ligações entre os games.

  • Bubuzuke

    O.O
    nem sabia desse possivel remake que foi cancelado XD
    Jogo épico!

    • Eh pq era uma remale nao oficial e a square nao deixou…

      • Eu chorei na época… pqp como eu esperava esse remake!!! tava divino, tinha um trailler do game em movimento na época, LINDO!

  • Bubuzuke

    O.O
    nem sabia desse possivel remake que foi cancelado XD
    Jogo épico!

    • Eh pq era uma remale nao oficial e a square nao deixou…

      • Eu chorei na época… pqp como eu esperava esse remake!!! tava divino, tinha um trailler do game em movimento na época, LINDO!

  • Chegou antes do primeiro ai né po XD!!!
    Mas o importante é jogar os 2!! Eu mesmo vou jogar denovo CT pra ver esse final extra do DS, e depois vou jogar CC pra entender direitinho as ligações entre os games.

  • Ale Pikachu

    eu amo Chrono Trigger demais pra mim

  • Lu

    sabe to preso numa parte o meu 2300DC QUEBRE O SELO (DEPOIS QUE O REI COME O CHARQUE E TRANCA A PORTA) O MEU N

  • Lu

    N

  • Lcr8

    se n

  • Nekogal

    Nossa, eu n

  • Jayber

    s

  • Luis Felipe Vitte Soligueti

    Tentei jogar Chrono Trigger no PS1, mas o jogo não me cativou o suficiente. Talvez seja por que eu estava jogando outros jogos, como Resident Evil e FFVII. Mas vou procurar jogar novamente, pra ver se me cativa mais dessa vez.

    • Este é um problema comum em qualquer jogo que se torna datado demais: para muitos, tende a não ficar mais tão cativante  ou atraente o quanto era na sua época.

      Alguns confundem isso com aquele termo ENVELHECEU BEM/MAU, que eu abomino pois essa sensação vai de cada um: eu jogo os games antigos totalmente sem esse sentimento de envelhecimento.

    • TH

      Santo Deus do Cristo Eterno da Maria Socorro de Assis Amado!

      Não está gostando de CT? É a primeira vez que ouço(leio) isso na minha vida…

      O jogo é cativante do começo ao fim. Tente jogar novamente sim e comente aqui se continua a apresentar esse sintoma, rs.

  • Poxy

    Chrono Trigger é o meu jogo de RPG preferido e tem uma versão dele traduzido bem melhor que a quase-sequencia chrono cross

  • Raullucassilvaneto

    Final Fantasy Chronicles vem com FFIV, mas isso é irrelevante diante desse post incrível o/

  • Guilherme

     ouvi dizer que a Kid do cross é o clone da irmã do Magus, mas não lembro de aparecer alguém assim no trigger

  • PRStacker

    Excelente post Sabat! Sou novato aqui e tô conhecendo o Retroplayers agora, por isso, ando lendo muitos posts antigos…
    A propósito, uma afirmação sua me deixou curioso: Vc disse que CT é o 2º melhor jogo da historia. Qual seria o 1º??? Dei uma procurada básica no site mas não achei e queria saber…

    •  Opa amigo XD e olha que esse texto eu escrevi a MUITO tempo, se eu fosse escrever ele novamente, eu mudaria coisa pra caramba viu!!!
      O melhor game pra mim obviamente é THE LEGEND OF ZELDA the OCARINA OF TIME! E ele ainda não foi por mim desbravado aqui no Retroplayers simplesmente por que esse game merece uma inspiração especial, coisa que eu vou saber quando chegar! É como se eu estivesse esperando um sinal para escrever sabe? kkk

  • Eddie66683

    Esse foi o primeiro RPG que terminei e é um dos melhores, era um dos pesos para se comprar um super nintendo na época , o Sabat faz um Retro review do Earthbound que outro RPG tem batalha contra HIPPIES DOIDÕES hehe.

  • Guilherme

    LOOOOOOOOOOOOL eu quero ter o novo CHRONO TRIGGER VIREI ESSE JOGO E VOU VIRA MAIS UMS 500 VEIZZZZ MELDELS EU QUEROO

  • chronno trigger foi uma obra prima feita pela squaresoft sozinha.
    antes da fusão com a Enix que só sabe mesmo cagar jogos de rpg com modo de batalha ATB, rpgs estratégicos, usando filmes babacas em super super 3d… então na minha opinião os mercenários aí são os que até hoje lucram com a morte do mestre toryama e com a nova geração de bananas que só compra ou joga ou curte um jogo pelo gráfico, e NUNCA vão saber oque é RPG com sistema de batalha ATB e storyline, character designs etc… bons mesmo, vão la… misturem a equipe de kingdom hearts agora no próximo final fantasy, vãi ser tão lucrativo para vocês, quanto tosco a nós! N-GEN meu ovo porra

    • Reconheço sua bronca Pedro XD O gênero RPG não é o mesmo a muito tempo, tá um saco jogar, tanto que eu parei de vez com este estilo… Bem, Xenoblade foi uma rara exceção né!

  • French Fry

    Top 100 IGN best games for snes, and other extra roms ´~

    http://extratorrent.cc/torrent/3544527/

  • Júlio César

    Chrono cross é uma continuação espiritual e não propriamente uma continuação em si, esse jogo não foi desenvolvido para ter uma sequência natural porque os produtores mesmo o fizeram e já deixaram claro a intenção a bastante tempo pro mundo retrogamer, deixo aqui a minha opinião para que fique claro que o jogo de ps1 não tem relação com chrono trigger de fato!

    😉