Retro Cast #17 – Isso me irrita demais!


retrocast-17-irrita-demais-retroplayers-sabat

Salve amigos do Retroplayers!  Cá estamos nós para mais um RetroCast com uma parceria fatídica que atravessa gerações: Games e Irritação!

Lembra das mãos engorduradas alheias pegando nos seus gamepads limpinhos depois da rodada de pizza? E da sua irmã passando na frente da TV bem na hora que você, finalmente, depois da milésima tentativa, acertaria aquele combo marrento do King no Tekken? Pois é, falamos disso e muito mais! Vamos fazer você se lembrar de quase tudo que contribuiu para o aumento da sua testa em prol da diminuição do seu couro capilar.

E olha só, a nossa sessão de Leitura de Comentários e E-mails funciona!! Começamos a receber feedbacks muito positivos, de repente a gente até aumenta o número de comentários para as próximas edições (^^). Tudo vai depender só de você:  mande um e-mail pra gente com sua crítica, sugestão, elogio ou história relativa ao cast em questão (se for engraçada melhor ainda), e a gente vai comentar sua “cartinha” aqui no próximo programa. Vamos selecionar também comentários legais que chegarem nas nossas matérias. Então não esqueça de deixar suas marcas em nossas páginas!

E não deixe de enviar o seu e-mail para retroplayers@retroplayers.com.br e participar com a gente!!

Lembramos também que nosso feed agora está mais funcional do que nunca, não esqueçam de assinar aqui ó:

.

Fiquem agora com o RetroCast #17! Clique no player para ouvir, ou vá direito no botão Download para baixar na qualidade máxima de áudio (recomendado). Arquivo menor com áudio mequetrefe (tem quem goste), download logo abaixo!!

Edição de Áudio e PodCast: Sabat

Obrigado a todos, e até o próximo RetroCast!

Fim!


Sobre Sabat

Editor Chefe do RetroPlayers, Redator e Editor nos Livros e Revistas WarpZone, Podcaster e editor de áudio, Saudosista, e Analista de Informática porque algo tem que dar dinheiro né!

Adicionar a favoritos link permanente.
  • Beto

    O que me deixava puto era quando meu amigo ia em casa para passar o final de semana, o pilantra pegava escondido vários jogos piratas de play 1 e dava depois a desculpa que aquilo não valia nada… pó é pirata mas não é de graça.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk amigo???? kkkkkkkkkk era um ladrãozinho mequetrefe kkkkkkkkkkk

  • Ivo

    Acabei de ouvir aqui o Cast! Parabéns galera, muito bom mesmo! Me identifiquei com o Sabat falando do DK 1 e aquela fase de bônus dentro do bônus! Isso foi umas das coisas mais fodas de toda galera aqui da minha cidade, descobrir isso em uma época que não tinha internet e raramente em revistas foi difícil pakas!

    Também vale de nego apagando o saves dos cartuchos alugados! Isso era irritante!
    Cadu, ICO era foda´z de leva a mulherzinha, mas pior ainda é 007 GOLDENEYE! Aquela mulherizinha era a pior de todas! Principalmente na fase do trem!

    E na real! Melhor participação é do Senpai! Eu choro de rir com ele!
    Empate de 10×9 hahahahaha! E não entendi também o que ele quis dizer aquela hora!

    Outro algo irritante é o LAG em jogos de lutas e cia hoje em dia! Jogar contra outras pessoas com conexão legal e você sofrendo para conseguir fazer algo.

    Parabéns galera! Um dos melhores e mais descontraídos!
    Abraços galera!

  • Rodrigo Urashima

    Fala galera do Retroplayers, ótima pauta para o Cast, pois algumas vezes os games podem ser mais irritantes que divertidos rs. Existem vários pontos que irritam de verdade, como vocês comentaram travar o jogo é um deles, odiava quando acontecia principalmente no Metroid de Nes.

    São muitas histórias sobre o assunto, exemplo sobre puzzles, o que mais odiei foi o do jogo Alundra de PS1 na parte dos santos, traduzi todas as falas lá e não descobria, pior é que nós das antigas não usávamos revistas e por orgulho não aceitava que alguém contasse como passava, resumindo muitas horas passando raiva. Ou no Diablo que você morria e ficava o corpo com os itens no lugar e você continuava, mas sem os itens e morria várias vezes tentando matar os inimigos para recuperar o corpo rs. Sempre tinha um dicionário para traduzir os RPG’s (tudo o que sei de inglês se deve a isso) e um caderno para anotar os Passwords antes da opção de gravar nos jogos.

    Mais alguns exemplos: Quando desligam a máquina do fliper quando perde e já era a sua ficha, Ver a sua franquia preferida mudar drasticamente para pior como Final Fantasy e Mega Man, em jogo de luta enfrentar camaradas que apelam com algo do tipo voadora e jogada ou rasteira e jogada isso era briga na certa rs, além dos que roubam continues em jogos de aventura ou as novas gerações de console que parecem mais filmes e você fica meia hora esperando o momento de realmente jogar rs.

    Continuem assim, apenas sinto falta de mais matérias escritas mesmo. Sobre os comentários considero melhor que seja no final, no meio ficaria estranho já que tratam de vários temas diferentes as mensagens que o povo envia e ajuda a querer ouvir até o final.

    • Mano, quando alguém pular em dando voadora, depois que defender, baixo + socos fracos kkk infalível, melhor defesa é o ataque kkkkkkkkkkkk
      Velho, sabe como é né XD matérias escritas quem mais faz sou eu, e se eu estou editando cast, não escrevo. Acaba se tornando um dilema, tanto por que eu ainda tenho que gastar tempo escrevendo notícias… são rápidas, mas ainda assim leva tempo e sabe como é notícia né: tem que lançar rápido pq senão caduca.
      E hoje estamos naquela época em que todo mundo quer ter seu canal no youtube e sua fanpage no facebook, e por isso tá impossível achar gente que possa ajudar o site nessa função. Mas vamo indo, XD

      • Rodrigo Urashima

        Putz, isso era chato também kkkk, outra coisa comum é que tínhamos a regra de não pegar tonto em jogo de luta e quando acertava sem querer gerava muita briga rs.

        Realmente a correria que enfrentamos diariamente e ainda editar os cast junto com jogar deve limitar bastante o tempo para escrever. Uma sugestão que faço é quem sabe tornar o site mais colaborativo, eu por exemplo curto muito escrever, havendo a possibilidade de enviar alguns textos sobre determinados jogos ou em outras categorias, como a própria retronews ou retroplayers indica, será que ajudaria?

        • me da um e-mail seu velho

          • Rodrigo Urashima

            Fala Sabat, enviei meu endereço de e-mail para o e-mail de contato de vocês, vê se recebeu. Abraço,

  • Ricardo Roll Ricardo Senin

    Uma coisa que me irritava muito,e´quando eu tava no fliper jogando algum jogo que exigia pontuação,metal slug por exemplo,ai vinha alguém e colocava uma ficha pra atrapalhar,pelo menos dava pra usar o maldito pra pegar mais reféns e fazer mais pontos.Depois era só fazer ele morrer no boss.

    Outra coisa muito chata que eu lembro,era quando iamos jogar em 4 pessoas,os caras não queriam que você escolhesse seu melhor personagem,pq ele não sabia perder,você tava pagando e ainda tinha que ouvir isso,era um saco.

    • É, nunca passei por nenhuma dessas, meus prediletos eram sempre chars mais exóticos e aí a coisa ficava mais fácil na hora do multiplayer XD

      • Ricardo Roll Ricardo Senin

        Era o meu caso também,pegava o personagem que ninguém curtia,mas se eu jogasse bem com ele,os colegas já reclamavam que ele era muito apelão kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Lais Santinho

    Oh! Tive q vir aqui me defender hahahahh….a culpa de eu me perder era toda de vcs mesmo! Que falavam q estavam em um lugar e quando eu chegava no mapa ficavam andando! Ai minha pobre priest se lascava! Hahahahaha tudo culpa de vcs! Hahahahaha

    • Não disse que ela falava que era sempre culpa da gente? kkkkkkkkkk

      XD

  • William Nunes Pinheiro

    O que me irrita hoje em dia, são os puristas nojentos dizendo que se eu usar filtro em emulador está comento um sacrilégio, a vai sef******

    • Que sacrilégio!!!!!! kkkkkkkkkkkkkk

  • Adriel Muniz

    Como sempre, ótimo Cast galera!

    Putz, lembrei de uma infinidade de coisas que me irrita durante a jogatina, mas pra não escrever uma tese de mestrado por aqui, vou me limitar às principais.

    1 – Levar “comeback” quando você está prestes a dar perfect no Street Fighter:
    No Street Fighter III 3rd Strike eu tinha mania de humilhar alguns adversários derrotando-os com a provocação do Ken. Acontece que quando estou dominando a luta e estou prestes a tirar a honra do adversário, o sujeito começa a reagir feito louco, fazendo com o que eu desista de ganhar bonito e lutar apenas pela vitória , mas daí, o desgraçado consegue milagrosamente prever todos os meus movimentos e virar o jogo! Eu fico puto com isso!

    2 – Cachorro passa na frente do videogame e se embaraça com o fio do joystick:
    Certo dia, jogando Cannon Spike do Dreamcast (clássico!) meu cachorro passa que nem doido na sala e tropeça no fio do joystick, desplugando ele do Dream. Deu raiva!

    3 – Gill (SF3) e Rugal (KOF 98):
    Nada a dizer!

    • Adriel.Se vc estava jogando Cannon Spike, então a culpa é toda sua e não do seu cachorro.Afinal…
      🙂

      • Adriel Muniz

        KKKKKK…. Boa, Ulisses! Aliás, me deu uma ótima ideia de batizar meu próximo cachorro de Spike! =]

    • Rokuman Senpai

      Oi Adriel!

      2 Não fique com raiva, você deveria ficar feliz… Afinal, seu amigo RUSH chegou para te ajudar… NYUHAUHAUHAUHAUHAUH!!!

      • Adriel Muniz

        Senpai, por curiosidade, acho que eu estava jogando justamente com o Rockman!

  • Gabriel Andrade

    Algumas coisas que me irritaram um pouco:

    No meu antigo Mega Drive tinha algum jogo de futebol com visão “área” no qual carrinhos eram liberados, não tinha falta. Com isso, o jogo era um festival medonho de carrinho para tudo quando é lado. O pior é que dos dois controles que tinha aqui em casa, um quebrou e o outro o botão “pra cima” parou de funcionar. Com isso, não dava pra jogar alguns jogos que necessitavam do botão.

    Outra coisa é quando rola aquela jogatinas de PES/FIFA na casa dos parças e os caras começam a passa na frente da tela de propósito. Pior ainda é o cara que fica espiando o joy stick quando vamos bater pênalti.

    Lembro uma vez que meu primo mais novo tava jogando no PS3 de casa e ele ficou tão irritado de tão ruim que ele era que jogou o controle no chão. Meu irmão quando viu aquilo só não deu uma voadora nele pq deve ser uns 15 anos mais velho. Depois disso, nunca mais deixamos criança alguma jogar lá.

    As vezes, jogando Driver com meu irmão, no modo de escapar da polícia em cooperação, dá muito raiva quando uns 10 carros da polícia te cercam e começam a chocar em você. Aliás, um clássico dos jogos de corrida é rodar o amiguinho que está na frente e ser rodado não é legal.

    • Jean

      Esse devia ser o SEGA Soccer, mas nós chamávamos de totó (se bem que um colega chamava de futebol foquinha). Aconteceu a mesma coisa aqui em casa, o botão pra cima quebrou e já era esse jogo.

      • Gabriel Andrade

        Pior que não. Era alguma coisa com “w”, acho que algum “World Cup”. Disputa só com seleções e ainda tinha a finada URSS.

        • roberto

          world cup 92 porrada comia solta tinha ate a argelia

          • Gabriel Andrade

            Boa, esse mesmo.

        • Jean

          Na verdade ele tinha três nomes: Sega Soccer, World Cup Italia ’90 e World Championship Soccer. No meu caso eu tinha ele no cartucho Top Ten, por isso o conheço mais como Sega Soccer.

  • Fábio Camargo

    Aee Sabat e Cia kkkk Muito bom cast, lembrei de alguns momentos irritantes tb, mas jurava que era EU quem deu um peteleco na fonte do NES enquanto jogava Mario 3 na história do Senpai kkk agora fiquei na dúvida. E acho que o Senpai esqueceu de uma outra coisa que fizemos com o nosso amigo Vassoura: tiramos o SNES da tomada bem quando ele estava enfrentando a última forma do Lavos em Chrono Trigger kkkkk …. é acho que exageramos kkk

    Novamente parabéns pelo cast e ta ficando bom na edição hein Sabat e fala pro gordinho comprar um MIC descente que ele tava com o pior audio da galera!

    • Rokuman Senpai

      NYHUAHUHUAHUAHUAUHA! É verdade! Bem lembrado! Foi você mesmo. Por isso não contei a do Chrono, pois tinha esquecida xdddd

      Infelizmente eu tava com áudio direto do note, meu head set não quis funcionar…

      Valeu por ter gostado!

  • deividso

    Gostaria de primeiramente parabenizar pela qualidade dessa edição do podcast. Áudio muito bom e bem editado, com músicas na medida certa, além é claro da conversa muito divertida.

    Como tenho e ainda jogo consoles antigos há muitas coisas que me deixam com raiva. Estes tempos decidi jogar novamente alguns jogos de Nintendo 64, e estava muito avançado em um deles. Como tenho pouco tempo o progresso era lento sempre ia salvando o que fazia. Um um belo dia fui continuar a jogatina e… cadê o save? Estava tudo vazio. Desliguei o video game imediatamente e liguei de novo, tudo continuava vazio. Na hora a vontade era jogar o cartão de memória pela janela. Desisti de continuar o jogo. Isso de perder salves de jogos acontecia muito na ápoca do Nintendo 64 e Playstation 1.

    Também aconteceu de estar jogando Super Nintendo numa boa, quando de repente o gato pula no video game e a tela trava. Uma alegria muito grande é ver a tela toda bugada e travada, e o progresso do jogo perdido. Ou ele passa correndo e leva o controle e console juntos.

    Já na parte dos jogos em si, sempre haviam coisas pra nos deixar nervosos, e penso que muito da diversão de antigamente era exatamente a satisfação de vencer estas dificuldades. Jogar Battletoads em dois jogadores era a experiência mais irritante possível. A dificuldade ao invés de diminuir aumentava muito e era praticamente impossível a porrada da tela não acabar passando para a vida real, pois um personagem sempre acabava acertando o outro e causando discórdia.

    Cartuchos piratas que não salvavam eram comuns e extremamente irritantes. Terminar eles muitas vezes exigiam práticas como deixar o console ligado durante a madrugada. Entretanto isso era rapidamente percebido pelos pais que os desligavam. Isso acabava exiginado técnicas avançadas como esconder a luz do vídeo game de alguma forma pra não denunciar que ele estava ligado. Colocar um pano por cima, grudar um papel na luz e outras. Mesmo assim era sempre aquela tensão para ver se ao acordar de manhã ou voltar da escola o console ainda estaria ligado.

    E, pensando agora em momentos de fúria, lembrei de uma história engraçada. Meus amigos organizaram um campeonato de International Superstar Soccer Deluxe, e o prêmio era um pedaço de bolo feito pela mãe de um dos meninos, dona da casa onde foi realizado o torneio (pelo menos havia algum prêmio hehe). Os jogos foram sendo realizados, os competidores sendo eliminados e na final chegaram o menino que morava na casa e, por consequência era dono da fita e do video game (que tinha vantagem óbvia pois estava em casa e jogava sempre), e outro amigo. O jogo foi equilibrado até o final, quando o dono da casa conseguiu fazer um gol nos últimos segundos. Assim que a partida terminou ele saiu pulando e comemorando. O perdedor sem pensar muito pegou o pedaço de bolo, enfiou todo na boca e saiu correndo. Durante um minuto uma cara de perplexidade tomou conta do campeão, vendo seu merecido prêmio ser devorado e não acreditando na cena. Depois de ter finalmente saído de seu estado de incredulidade, o ganhador saiu correndo atrás do guloso ladrão, dando início a uma briga, enquanto ficamos rindo até chorar da situação.

    • Rodrigo Urashima

      Meu, clássica essa do tornei, este garoto que perdeu e comeu o bolo deve rir disso até hoje kkkkkk. Como existem ótimas histórias na época em que se reunia uma galera para simplesmente aproveitar os jogos, pena que hoje isso é uma raridade.

    • Vou ler isso no próximo cast cara, sensacional kkk

  • Eder Valente

    Muito bom o Cast como sempre! Vocês citaram tudo praticamente… nada me deixava mais puto do que ter save apagado. Me lembro do Perfect Dark, eu passei muitas horas tentando zerar no nível Perfect Agent, muitas horas elevando o level do meu personagem no multiplayer, deu um bug no cartucho e apagou tudo… fiquei muito puto. O terror dos video games nos quais os controles possuem fios: alguém passar na frente e tropeçar, puxando o video game direto para o chão e travando o jogo na melhor parte. E quando vc jogava algum jogo multiplayer tipo CONTRA, que você também dependia da habilidade do outro jogador e ele era ruim, só fazia te atrasar e/ou te matar. Hoje em dia o que me deixa puto é o celular, na hora que a gente se ajeita pra jogar ele fica tocando, ou recebendo mensagens… a solução pra isso foi jogar mais de madrugada(meu trabalho me permite fazer isso).
    Parabéns pelas escolhas dos temas. Abraço pra equipe

    • Deivid Schlosser Onório

      O Perfect Dark foi um problema para todo mundo. O save no cartucho deu problema em todos os cartuchos que conheci. O jeito era usar o cartão de memória. Inclusive na época comprei o meu jogo de uma locadora que o vendeu mais barato pois não salvava mais. Quando compraram um novo deu o mesmo problema.

  • Matheus Henrique Soares Lima

    O que fazer quando os sensores dos botões do controle ficam sujos e não detectam mais o acionamento? Limpa-los? Pois bem, na época eu não sábia, nunca tive a ideia de perguntar a ninguém, o que resultou em vários controles adquiridos nos 7 anos que passei com o Master System, além de ter zerado o Sonic the hedgerog centenas de vezes ( pois ele só precisava do B ou do C para funcionar, então, se um parasse de funcionar ….. ).
    Mas o que mais me irritou foi o maldito cabo de vídeo. O maldito tinha uma posição certa para funcionar, e para encontra-la eu necessitava de reforços, no caso, uma fita cassete para apoiar o cabo.
    Jogos em japonês …… nem preciso argumentar.
    Eis uma história que não esqueço. Era uma bela manhã na casa da minha avó. Eu, meu irmão e minhas primas estávamos jogando no velho Master. Eu tinha ligado antes dos outros chegarem, e estava na última fase de Master of Darkness ( jogo épico, magnifico, GOD, obra prima, divino ). Para quem já jogou este jogo, sabe que um dos seus maiores defeitos é a facilidade do último chefe, que no caso é o Drácula ( Jura??????? ), eu poderia estupra-lo com a combinação estaca + machado, mas ….. as minhas priminhas estavam me observando, então ……… eu poderia morrer no chefe, simulando que ele era difícil, deixaria o controle nas mãos delas, a que jogasse não conseguiria chegar no chefe (pois para alcança-lo era necessário passar por um labirinto mais difícil que os de Shinobi, pois era necessário quebrar uns blocos no chão para ter acesso a sala anterior a do chefe, senão …. loop infinito ), e eu voltaria da ida a cozinha como o salvador da situação, venceria o jogo, e seria recoberto por elogios, como sendo o foda, magnífico, o melhor, e quem sabe, um abraço um b…… ( é importante salientar que eu tinha 12 anos, e nem sabia o que era pornografia ). Mas ……….. a minha prima se irritou com o jogo, resetou o console e foi jogar Worderboy. É ……………. sem mais palavras.

    • Hahahaha!
      Ri muito Matheus! Seu dilema com as meninas me fez lembrar alguns momentos que tive, parecidos com isso!

    • Ivo

      Hahhahahahahahahhahaha XD Eu tive que rir com esse comentário! Ri demais aqui Matheus!

  • theplayer01

    Sabat isso é ruim demais, acontecia muito comigo, e sempre com o super mario world, eu emprestava o jogo com o save 96 e a estrelinha, ele voltava com meu save zerado, eu tinha que fazer tudo de novo, era uma frustração tremenda.

    O controle do wiiu eu deixo direto na tomada, nao tiro nunca, essa bosta descarrega rapido demais.
    Pra mim o pior é do wii, a pilha descarrega e tem jogos que nao avisa, ai se voce nao tiver pilha nova, voce tem que esperar horas pra voltar a jogar enquanto ela carrega.

    Nossa o que me irritava muito na infancia é quando eu raramente podia alugar jogo de super nintendo e em casa enchia de primos pequenos pois eu morava do lado da minha avó, então sempre tinha gente visitando ela, e consequentemente os primos menores vinham aqui em casa, nossa e dai tinha que revezar com eles nos jogos, eles só perdiam as vidas e eu queria zerar o jogo e eles eram ruim demais.

    A pior coisa era no Bomberman onde o cara devia te ajudar a matar o chefe ou os inimigos e voce tava lá cheio de itens bons e o cara vinha colocar bomba do seu lado e te trancava no canto com a bomba dele, nossa dava uma raiva enorme.

    Ou daqueles jogos que nao tinha como salvar, nem password e voce chega bem longe e acontece alguma coisa tipo alguem atropeça no fio, ou sai a energia.
    Esse negocio de tocar telefone ou alguem chamar ou sua mãe chamava pra almoçar, tomar banho, era a pior coisa.

    E tinha aqueles games piratas que do nada falhavam enquanto voce tava jogando, toda vez era isso, games que eram muito piratas, muito mal feitos sempre davam isso…

    E fora aquele boato que videogame estraga a tv, que estraga a visão e a memoria, se ja era chato matar os chefes dificeis ainda tinha que tentar convencer que eu podia sim ficar mais de uma hora por dia jogando sem sofrer com isso e a tv ia ficar boa do mesmo jeito. xDD
    Eu não sei se tinha coisa pior que isso… kk