Ultra Street Fighter 2 no Switch: Ultra caro? 


E é chegado o dia da Capcom lançar  “de novo” uma versão de Ultra Street Fighter 2, dessa vez para o novo console da Nintendo, o tal do Switch. O jogo vem com algumas novas opções, modos, personagens, enfim, algumas pequenas mudanças no game que já vem sendo relançado há 20 anos pela empresa. Nada de novo aqui, afinal, é um clássico absoluto, um dos jogos mais aclamados de todos os tempos na categoria Fighting Game. O que nos impressiona e nos deixa até putos, é o valor dessa preula de jogo! P%@#a Capcom, $39,99 nesse jogo é quase uma piada, não é não? 

maxresdefault

Eu adoro Street Fighter e adoro ainda mais a possibilidade de jogar em qualquer lugar com amigos devido a tal portabilidade do Nintendo Switch, isso é ótimo, mas justifica o maldito preço? “O jogo é dela, ela coloca o valor que quiser, compra quem quer.” Comentários assim são lugar comum na internet sobre esse tema, mas se fôssemos nos abalar por esse tipo de comentário, nem nos atreveríamos a escrever sobre assunto algum, por que tudo se resolve com um simples: Não compre. A questão não é comprar, a questão é tratar o tema, tentar entender os motivos dessa estratégia da Capcom, e mandar a galera do deixa disso lá pra casa do c@%$! Então, se você já emitiu sua solução para o assunto e acha que o melhor é não comprar, ok, vaza e deixa a gente seguir com o tema. Queridinho. ♥

Falta de opção

É fato que a line up do Nintendo Switch é fraca pra caramba. Mesmo. Muito ruim (lembre-se: tem muita coisa prometida, mas uma merreca de jogos lançados até agora). Lançar um game clássico, que ainda tem um grande apelo online e competitivo, talvez justificaria o valor cobrado pela Capcom no lançamento. É uma ótima jogada da Capcom, mas vejam o que já temos disponível no Virtual Console do Switch:

  • The King of Fighters ’98: The Slugfest
  • The Kinf of Fighters ’99
  • Garou: Mark of the Wolves
  • Fatal Fury

São ótimas opções de jogos de luta sim, e os preços são BEM MAIS ACESSÍVEIS do que o proposto pela Capcom no seu mais novo Street Fighter. É claro que a série da Capcom tem um apelo muito maior, mas já temos algumas opções de jogos que podem manter o jogador ocupado por um tempo até que a empresa acerte o preço do Street. Isso acontece sempre com os jogos dela, então, acredito eu que no máximo em 1 ano esse valor seja muito mais adequado para o game, levando em consideração as versões disponíveis em concorrentes do mesmo jogo, porém, em versões diferentes.

142321

Apesar da lista supracitada, temos uma line up tão podre no Nintendo Switch que fica fácil entender a estratégia de venda que a Capcom utilizou. Fácil mesmo. Mas fica a pergunta: Se o game vender pra cacete, for sucesso absoluto, qual a mensagem que a Capcom absorverá sobres eu lançamento? Provavelmente ela vai entender que está tudo ok, que pode manter essa prática, pois o mercado correspondeu positivamente. Estou sugerindo um boicote? Não, eu quero mais é que se lasque. Se a pessoa curtir o game ela vai comprar e não vai ser minha opinião que vai mudar isso, apenas que fiquem claras as consequências disso, mesmo não sendo uma regra, nem mesmo uma profecia, mas sim uma possibilidade.

Switch é perfeito para o USF2

Aqui um ponto muito interessante. O Nintendo Switch é perfeito para receber esse novo Street. O apelo do jogo, que é clássico absoluto, somado ao fato de você poder jogar com qualquer pessoa, em qualquer lugar, de modo muito facilitado, aumenta pra caramba o valor do título. Nem sempre o game é o motivo principal, mas o console também influencia nesse valor. Mesmo SF2 existindo em uma porção de plataformas por aí, ele jamais esteve tão acessível quanto no Nintendo Switch. É a melhor opção oferecida até hoje! É incrivelmente mais fodástico você poder levar seu jogo para qualquer lugar. É SF2 na hora do almoço, no intervalo do trabalho, de maneira ímpar para qualquer gamer, é um sonho se realizando! Caramba! É foda demais! Mas ainda é caro pra caramba… mas é demais! É muito difícil não criar hype mesmo sabendo do preço absurdo do jogo. Dúvida cruel!

Conclusão

O que concluímos com isso? Nada. É muito difícil decidirmos por você, mas é importante expor esses pontos positivos e negativos. Agora a decisão é sua: Vai comprar Street digital ou versão física? Já sabemos que você comprará essa merda. Eu também comprarei, mas só quando baixar o preço ou quando minha renda aumentar, o que vier primeiro.

v-ultrastreetfighter2-760x428

Toda vez que vemos uma relançamento de um jogo tão batido, tantas vezes requentado, ficamos em dúvida se vale a pena ou não ser cobrado preço full nesses jogos. As opiniões se dividem, a galera que curte o jogo e vai comprar por esse valor pode ser taxada de fanboy e o cacete a quatro, mas não é assim. O cara compra por avaliar o valor do produto oferecido, como ele será utilizado, ou mesmo por que tem dinheiro e danem-se os comentários alheios. Enquanto a galera reclama ele tá lá, soltando Hadouken com seus amigos no intervalo do trabalho, faculdade, ou mesmo durante uma cagada eventual. É importante entender isso, pois tudo é muito subjetivo. Mesmo assim eu quero saber a sua opinião. O que você pensa sobre o assunto? Compraria por esse valor? Por qual motivo você compraria? Não compraria por esse valor? O que você pensa sobre quem compra jogos assim? Vamos lá, vamos tentar discutir esse assunto da maneira mais real possível, com opinião de consumidor. Comente!


Sobre Visio

Um dia você acorda e se assusta com o reflexo no espelho. Percebe que o tempo e a força da gravidade diariamente trabalharam com tanta força e gravidade que talvez não haja mais tempo. Foi assim que a vida passou e enquanto ela passava, estando ocupada demais em me manter vivo, eu simplesmente vivia. Foi vivendo que escolhi gastar muitas horas jogando. Jogando eu refleti sobre a vida e, enfim, me tornei o que sou: Vivo
Adicionar a favoritos link permanente.
  • Podegoso Shumy

    O preço é revoltante, mas os fãs do Street Super irão comprar e tenho medo de ir ver esse 39,99 dolares em nossa moeda.

    bom trabalho, Visio. keep the good battle

    • Visio

      Ó Podegoso Shumy! Que magavilha seu comentáguiô! =P

      Esse valor está muito fora até pra fãs, pelo menos é o que eu penso. Temos que esperar baixar mesmo.

  • Mario

    Faço minhas as suas palavras, o “caro” é muito subjetivo. Vai de cada um, sua renda, suas possibilidades, o quanto é fã da série e etc. Por exemplo, quando eu era um jovem mancebo possuí um snes que veio com Donkey Kong Country. Gostei tanto do jogo que comprei as continuações quando saíram. Oh “comprei”…meus pais compraram, melhor dizendo. Mas os convenci a comprar por ser um bom investimento. Os jogos eram relativamente longos e ainda possuíam um ótimo fator replay (embora na época eu nem soubesse esse termo), pois tinha que jogar e rejogar até encontrar todos os segredos e alcançar a porcentagem completa.
    Mas eu tinha um amigo que não era ligado em videogames (devia ser um et), e ao falar que paguei mais de R$100,00 em cada cartucho ele esbravejava horrores! “Que um absurdo! R$100 em um cartucho? Blábláblá! ”.
    Foi semelhante quando fui aos meus primeiros shows internacionais anos depois. Lembro que foi um da Alanis Morissette a R$90 e depois um do Iron Maiden a R$130. Parecia que mundo tinha acabado. “Você é maluco! Desperdício! Tá com dinheiro né? ”…e coisas do tipo.
    Mas eu creio que quando você trabalha, rala o dia, o mês todo, você tem o direito de fazer o que desejar com sua grana para lhe proporcionar o merecido lazer. Meu lazer é algo que prezo muito! Mas cada um tem sua idéia de lazer. Uns querem comprar um videogame ou jogo e ficar de bobeira em casa. Pagar por aquele ingresso caro de uma banda/artista que raramente aparece. Outros gostam de viajar, deixar seu carro baianado ou ir no “show” do Molejão. O problema é que falta maturidade à alguns e respeito pelo gosto alheio.
    Para aqueles que são fãs da Nintendo e de Street Fighter esse Ultra é um prato cheio. Pelo fato de a Nintendo lançar consoles meio diferentes e conceituais como o Wii, Wii U e o Switch, nós jogadores recebemos trocentos jogos que se utilizam dessa jogabilidade diferenciada do console e acabamos ficando carentes de jogos “normais”. Por questões financeiras parei no tempo e possuo um reles Wii. Comprei ele usado, mas com um hd com 200 jogos. É legal ficar sacolejando o wiimote em um monte de jogo diferente, mas a verdade é que morro de saudades de fazer meia lua + soco e dar um simples Hadouken. Por mais que tenhamos os emuladores, o legal é jogar na sala e contra alguém de verdade. Perdeu, passa o controle. E creio que é nessa galera que a Capcom esteja mirando. Aquela galera que quer bons jogos de luta old school, porém somado à inovação como partidas e ranking online. Tá caro para um jogo de 25 anos? Sim. Mas quem gosta, quem quer, vai pagar o valor e que se lasque o mundo! Se eu fosse dono de um Switch, com toda certeza compraria esse jogo. Prefiro dar R$130 nessa versão definitiva desse jogo do que pagar o mesmo valor numa camisa importada por exemplo. Pro jogo acho um valor caro, porém justo mediante sua qualidade e conteúdo oferecido. Agora numa camisa…”Que aburdo!”. Creio que só aqueles que já possuem a versão Hd Remix que saiu a tempos para Ps3/Xbox 360, que vão deixar passar esse.
    Só achei desnecessário aquele modo em primeira pessoa do jogo. É a típica forçação de barra para o uso da jogabilidade do console como citei antes. Eu achei esse modo nada a ver com Street Fighter. Tu fica lá dando uns catiripapos nos soldados e depois no Bison. Podiam ter feito um outro jogo pra mostrar esse modo. Até mesmo um beat’em up tipo Final Fight. Mas Street Fighter têm mais nome e chama mais atenção né.
    Enfim, é isso aí. Desculpe se me alonguei demais.
    Grande abraço!

    • Visio

      OW! Que baita comentário!!!! Muito bom!
      Caro é um termo muito relativo mesmo, fica difícil argumentar algo nesse sentido em qualquer tema.
      Também tenho o mesmo ponto de vista quanto a recreação. Eu trato ela como meritocracia. Faço minha parte e quero meu tempo para curtir um game, ouvir uma música, fazer algo com a família, custe o preço que for.

      Ótima sua analise de conteúdo atual para o Switch e consoles Nintendo desde o Wii. Precisamos de mais jogos tradicionais, que não apelem para uma tendencia ou algo assim. Queremos opções.

      Esse novo modo foi mesmo a piada da vez hahahaha

  • Wellington Bengolea

    39,90 dólares até pagava 132,00 reais kkk
    Pior que aqui na loja que sempre compro o cara falou que 250,00 mais 20,00 do motoboy…
    Eu tenho o dinheiro mais compro não mano 270,00 no street que eu tenho já para várias plataforma pois coleciono já tenho até no Fliperama que paguei 800,00 com 6,000 jogos e todos street…
    Vai de gosto!!!

    • Visio

      Chega a ser engraçado né Wellington? Parece uma piada mesmo, mas é nossa triste realidade no mercado de games.
      Esse jogo sendo refugado a cada geração e ser vendido com preço full é uma falta de respeito. Uma pratica que precisa ser abolida. Já houve muito lucro em cima do game, deveria ser tratado de maneira diferente, pois não somos idiotas que começaram a jogar agora. Temos bagagem, já mandamos muito hadouken e queremos apenas que a Capcom reconheça que, apesar um bom jogo, SF2 pode estar disponível de forma atualizada e por um preço mais acessível.

  • Colonel

    O Mario nos comentários resumiu bem a questão de perspectiva sobre algo ser caro ou não. Nessa sociedade de consumismo, cada um escolhe aquilo que satisfaz pra usar seu suado dinheiro adquirido no mês.

    Quanto a mim, jamais pagaria esses 200 reais que estão anunciando no Mercado Livre. Pra falar a verdade, não investiria isso praticamente em jogo nenhum, muito menos nessa versão de Street…

    • Visio

      Alô Colonel!!! Cara, eu não quero nem olhar os números das vendas desse game pra não me sentir mal. Mesmo entendendo que cada um faz o que quer com seu dinheiro, sei lá, é difícil aceitar o que a Capcom fez e ainda mais difícil ver as pessoas apoiando tal atitude. Fazer o que né? Existe uma subjetividade muito grande aí…

  • Jef

    Como o Mario aí já disse, é tudo uma questão de perspectiva de cada um, e não há nada errado nisso. Pessoal fica me incomodando por ter comprado um Switch no lançamento… mas desde o anúncio do console, vi que era perfeito pra mim, e fiquei guardando todo centavo que pude só pra poder ter um no lançamento. Qualquer pessoa pode fazer isso com qualquer coisa que queira, e não é uma questão de “tá com dinheiro hein!”. Enfim…

    Quanto a esse Street Fighter, com toda certeza, eu vou comprar! Mas com toda certeza, não vai ser agora, hahaha. Talvez eu compre quando tiver o dinheiro sobrando, talvez quando o preço baixar… ou talvez quando eu me depare com uma versão na minha frente e acabe cedendo ao impulso, quem sabe?! O preço realmente está muito salgado, 20 doletas tava de bom tamanho, na minha opinião. Não sei se foi olho grande da Capcom, se foi pra entrar na onda do preço dos outros jogos do Switch (já que é tudo caro pra esse console…), ou se foi porque eles realmente acham que que o conteúdo oferecido vale tudo isso mesmo. De qualquer forma, está caro.

    Apesar de saber que ia sair, saber que da mesma forma que o próprio Switch, o jogo é perfeito pra mim, e saber que obviamente ia ser caro, não guardei dinheiro pra esse daí, desta vez (se não já estaria com a minha cópia :D)

  • Eu AMO Street Fighter (só jogo com a Cammy, kk), mas realmente 40 dolars em um game que é uma revisão de um lançamento de 1994 é brincadeira… Tinha que ter preço de game antigo!

  • Istemthebronx

    Na boa, era melhor eles terem pego uma conversão do SFV..que tá hoje mais barato do que esse USF2 pro SWEEP.

  • Adriel Muniz

    Tá caro, mas vou comprar… assim que comprar um Switch… assim que arranjar tempo pra jogar… assim que…

  • Tiago

    Tu esqueceu de citar UMA coisinha…essa versão de SF II, nada mais é que um port safado da versão lançada lááá no inicio da geração passada pra XBOX 360/PS3. O mesmo jogo (faltando apenas o Ryu e o Ken “novos” ai dessa versão) inclusive já foi vendido na PSN a 5, CINCO, reais. Preço que paguei nele aliás.
    Que cada um faz o que quer com seu dinheiro, isso é obvio. Mas como tu mesmo citou, se tudo fosse resolvido com uma desculpa dessas, não existiriam críticas no mundo, e todo problema seria resolvido com uma resposta banal e inconsciente dessas (sim, inconsciente, porque por mais que tu possa sim, e tenha direito, de poder comprar a coisa que quiser, isso não significa que tu não deva ponderar a respeito das suas escolhas. Afinal, se tu, e mais meio mundo que queria comprar esse jogo deixassem de dar os ABSURDOS 200 e lá vai bolinha que pedem no jogo aqui, OBRIGATORIAMENTE os vendedores seriam obrigados a diminuir o valor do produto para algo mais condizendo com o que ele de fato oferece: um port requentado de um jogo vendido a 5 reais nas outras plataformas).
    E pra finalizar, minha humilde opinião, ODIEI esse visual de jogo em flash que deram pra essa versão, a arte dos personagens é horrenda, e os cenários, apesar de menos feiosos, não ficam atrás. NÃO é uma boa versão do jogo (em termos visuais) na minha opinião, infelizmente só da pra deixar os modelos dos personagens com o visual em pixel antigo, os cenários infelizmente não da pra voltar aos originais.
    Enfim, os 5 reais que paguei por ele não foi injusto, mas, MESMO QUE eu tivesse (e até tenho na realidade) condições de pagar mais de 200 reais por esse jogo, e mesmo gostando muito de SF, prefiro usar meu cérebro e PENSAR antes de engordar bolso de espertalhão.

    • Melhor comentário!