SNES Mini: a próxima Raridade da Nintendo


Começou com o NES Mini, uma pequena caixinha com o formato do velho e nostálgico Nintendinho. Ele vinha com controles USB, saída HDMI, um preço meio salgado, uma cacetada de jogos, e foi vendido por um curtíssimo período de tempo à caráter comemorativo, ou seja, quem comprou, comprou, e quem não comprou, se lascou, vai ficar na vontade… Se bem que ainda dá pra achar alguns exemplares sendo vendidos por aí trinta vezes mais caro que o preço original.

Mas nada impediu que um monte de gente metesse o pau no pequeno console: Ah que é um emulador disfarçado e eu prefiro o original, Raspberry é melhor, não tem entrada pra cartucho não vou comprar… Bem, felizmente a Nintendo não está nem aí pra quem acha isso. Ela lançou o bicho, ele vendeu o estoque todinho, se ela fizesse uma nova remessa venderia tudo também, e quem comprou certamente não se arrependeu nem um pouco, pois na pior das hipóteses, o item vai ficar lindo na estante, e na melhor delas, cabe em qualquer cantinho da mala pra ser levado para onde for, e agora vale uma nota preta na revenda!

O Nes Mini e o Snes Mini: mas são muito bunitinhu!!

.
Pois é, nem todo mundo aprova, mas… E daí? Desde que as redes sociais deram a oportunidade para que todo mundo passasse a ter a opinião negativa mais importante do mundo da última semana, aquela turma enorme que não se contenta com esse tipo de produto vem sempre aparecendo e mostrando toda sua indignação com a falta de modéstia, conhecimento e inteligência de quem resolve comprar um item desses, a final, quem em sã consciência pagaria três ou quatro vezes mais por um emulador com uma merreca de jogos de NES quando poderia estar comprando um Raspberry que roda tudo que é jogo de tudo que é console? É, acho que o fim relâmpago do estoque de NES Minis responde essa pergunta fácil fácil…

E sempre foi assim, esse tipo de produto comemorativo colecionável SEMPRE teve apelo dentre jogadores e ex-jogadores de videogame. A diferença é que antes, quem não queria o produto ficava quieto em casa, e quem queria, parcelava no Mappin em 12 vezes no crediário. Sem polêmica, sem bafafá, e todo mundo ficava contente.

Agora, também em caráter comemorativo, a Nintendo resolveu lançar a versão mini de seu poderoso console de 16 bits, também com tiragem limitada, saída HDMI, 2 controles oficiais, 3 versões distintas dependendo do continente da compra, e uma lista de 21 jogos bons pra dedéu onde, inclusive, estará presente o inédito petardo Star Fox 2, finalmente lançado de forma oficial para a alegria dessa galera aqui que ralou pacas pra desenvolver o jogo.

snes mini

O barbudo ali é o Takaya Imamura, responsável pelo character design não só de Star Fox 1 e 2, mas de uma penca de outros personagens da Nintendo, e pela cara, já tava pra lá de Tókyo de tanta cerveja

.
Se você é da turma do contra, não se sinta mal, caro amigo retroaventureiro, mas é que o RetroPlayers SEMPRE será a favor desse tipo de iniciativa. Não, não estamos nos referindo nem ao mais fuleiro PolyStation, nem ao mais perfeito Analog NT vulgo Nintendinho de Ouro, e sim, a um item comemorativo, oficial, limitado, e mesmo que não fosse assim, para nós o que vale é o cara que comprou ficar satisfeito. Não ligamos para essa conversa de “vale a pena ou não vale a pena” porque não cabe esse tipo de colocação quando o assunto em pauta é um item de comemoração de tiragem limitada, uma homenagem, e não o videogame da próxima geração que o comprador irá analisar se tem 4K pra usar na TV que não tem 4K e blá blá blá. É igual um Action Figure de 500 paus do Wolverine: eu não compraria nem ferrando, mas tem muita gente que daria a vida pra ter um na estante, e nós respeitamos isso. Tem público, tem apelo, e mais uma vez, podem ter certeza que essa nova tranqueirazinha maravilhosa da Nintendo vai vender tudo em pouquíssimo tempo, aposto um Star Fox 2 falseta que vai!

E fora esse inesperado game, as versões EUA e EUR virão com os seguintes jogos:

  • Contra III: The Alien War (difícil pra cacete)
  • Donkey Kong Country (Macacada revolucionária)
  • EarthBound (Tem nego chorando aqui na redação)
  • Final Fantasy III (Mintira que é o VI, o que tem o Bozo de vilão)
  • F-ZERO (Já que não sai um novo…)
  • Kirby Super Star (Aquele que é pior que Kirby Adventure)
  • Kirby’s Dream Course (Aquele que também é pior que Kirby Adventure)
  • The Legend of Zelda: A Link to the Past (Eu Amo! Tu Amas! Ele Ama!)
  • Mega Man X (Hadooouken!)
  • Secret of Mana (O RPG mais lindinhu do SNES)
  • Star Fox (Pra justificar o Chip FX)
  • Star Fox 2 (já falamos)
  • Street Fighter II Turbo: Hyper Fighting (Pra justificar 2 controles)
  • Super Castlevania IV (Aquele chicote meio doido)
  • Super Ghouls ’n Ghosts (Será que arrumaram o lag?)
  • Super Mario Kart (Pra justificar 2 controles²)
  • Super Mario RPG (Mario Isométrico rules)
  • Super Mario World (96 fases pra fazer… de novo!)
  • Super Metroid (Difícil é pegar tudo…)
  • Super Punch-Out!! (Aquele que é pior que Punch-out!)
  • Yoshi’s Island (NHUUÉÉÉÉÉ! NHUUÉÉÉÉÉ! NHUÉÉÉÉÉE!)

snes mini snes mini

Americano e Europeu, clique para ver melhor!

.
E antes de falar dos jogos, vale citar que a versão Europeia do console, apesar de contar com a mesma lista de títulos do lançamento americano, como vocês podem ver aí nesta foto acima, terá o design da versão Japa do aparelho, ou seja, será um Super Famicom, que também sairá em versão mini no Japão, mas com algumas alterações nesta lista:

  • Contra III: The Alien Wars
  • Donkey Kong Country
  • F-ZERO
  • Final Fantasy VI (Esse, o do Bozo, no Japão o número tá certo!)
  • Kirby Super Star
  • The Legend of Zelda: A Link to the Past
  • Mega Man X
  • Secret of Mana
  • Star Fox
  • Star Fox 2
  • Super Ghouls ‘n Ghosts
  • Super Mario Kart
  • Super Mario RPG
  • Super Mario World
  • Super Metroid
  • Yoshi’s Island (Até aqui, são jogos em comum entre os consolinhos)
  • The Legend of the Mystical Ninja (Daqui pra frente, são os que mudam)
  • Super Soccer
  • Fire Emblem: Mystery of the Emblem
  • Super Street Fighter II: The New Challengers
  • Panel de Pon (Tetris Attack)

snes mini

Ô caixinha linda da muléstia!

.
E é uma listinha de respeito, posso dizer sem queimar a língua que os jogos escolhidos são fenomenais! Não sei como vai ser a emulação né, mas esperamos que seja algo muito decente, visto que o SNES é um dos retro consoles mas difíceis de se emular com perfeição que já existiram. E destes games exclusivos da lista oriental, só me faria falta o Goemon mesmo (duvido que vá chamar Mystical Ninja lá, nem ferrando), se bem que eu trocaria também um Street pelo outro…

O brinquedinho vai às lojas no dia 29 de Setembro deste ano e vai custar 80 Trumps, 20 a mais que o Nes Mini, e infinito a mais quando estiver nas mãos do pessoal que vai comprar pra revender. No Japão ele chega dia 5 de Outubro e vai custar 7,980 Pastel de Flango (algo próximo de 70 Trumps) podendo chegar a valores mais que absurdos no EBay.

Eu vou comprar? Bem que eu queria, mas infelizmente minha carteira anda mais vazia que pneu furado, então vou passar essa, e a próxima, e a próxima… Ô vida cruel…

Resta a mim, pensar aqui com meus botões: quanto tempo será que vai levar pra nego copiar essa rom do Star Fox 2 e soltar de graça na Net? Só observo…

snes mini


Sobre Sabat

Dono, Chefe, Gerente, Cara da Xérox e Tia do Café do RetroPlayers! Meu negócio? Falar sobre games. Como? Escrevendo meus trabalhos, gravando minha voz horrível, ou filmando minhas humildes proezas! Onde? Aqui, ali, ou onde quer que me chamem!
Adicionar a favoritos link permanente.