SEGA Forever e o fim da bateria dos nossos celulares


Para quem acompanha as notícias do universo dos videogames, em especial o retrô, imagino que a essa altura do campeonato já não deve ser mais novidade que foi anunciado ontem em definitivo o SEGA Forever.

Não está sabendo o que é? Eu explico. Tudo começou com uma campanha da SEGA que envolveu o envio de uma fita K7 (sim, total anos 90) para sites e outros influenciadores de mídias digitais contendo algumas músicas de jogos clássicos da companhia. Junto havia uma cartinha – inclusive em português para os brasileiros que receberam – com uma mensagem dizendo que as fitas revolucionaram a indústria da música e que a SEGA estaria prestes a fazer o mesmo com jogos retrô no mobile.

sega forever

O pessoal da WarpZone recebeu uma. Que inveja, Cleber, que inveja!

Pois bem, esta semana finalmente os demais pobres mortais que não receberam a fita (tipo eu e toda a cambada do RetroPlayers, como pode isso!!) conheceram a verdade sobre o SEGA Forever. Trata-se de um serviço de jogos clássicos da empresa, que serão lançados gradualmente para dispositivos mobile (celulares e tablets) de forma gratuita, porém com anúncios. Cada jogo lançado poderá ter os anúncios desabilitados, desde que a pessoa pague uma taxa de R$ 6,49 no Android ou US$ 1.99 no iOS.

Pera lá. Antes de mais nada, vejam só o trailer (em português!) que ficou bem bacana.

A notícia se espalhou pelo mundo todo e, no geral, dividiu opiniões, sendo que os fãs da companhia ficaram completamente ouriçados – desculpem – nas redes sociais (tipo eu) e algumas pessoas amarguradas da vida ficaram irritadas ou não deram bola para a proposta.

Eu entendo, port de jogos para dispositivos mobile não é algo que deveria empolgar tanto mesmo. Entretanto, eu fiquei contente com o anúncio sim, principalmente pela esperança de que alguns jogos que normalmente não aparecem em coletâneas oficiais estarão lá disponíveis para jogatina. É bom dizer que a SEGA pretende lançar ports de jogos de todas as plataformas dela também, de SG-1000 a Dreamcast.

sega forever

Eu já baixei tudo sem dó!

Sim, os jogos não são simplesmente emulados e ponto final. Eles foram (e serão) portados utilizando Unity com algumas funções extras adicionadas a eles, como High Scores online e possibilidade de salvar o progresso. Pode não parecer grandes coisas, mas uma empresa lançando seus jogos assim “de graça” é algo a se considerar.

A primeira leva de jogos conta com Sonic the Hedgehog – a versão HD que já havia surgido nos celulares anteriormente, mas agora tem a versão com anúncios -, Comix Zone, Phantasy Star II e Kid Chameleon. Sim, você vai poder jogar Kid Chameleon até o fim usando o recurso de salvar o progresso. E desde que não sacaneie usando o recurso, vai poder esfregar na cara daquele seu amiguinho que se gaba por ter terminado deixando o Mega Drive ligado um fim de semana inteiro que você também é capaz de terminar o jogo, só que gastando menos energia. Não é bacana?

Particularmente torço pelo sucesso do serviço. Quem sabe assim ele acabe surgindo em outras plataformas, como PC e consoles? Em uma entrevista feita para o site Gamesindustry.biz, o diretor de marketing da divisão mobile da empresa deu a entender que é uma possibilidade. Já pensaram no futuro podermos jogar no Switch junto com os clássicos da Nintendo? Eu adoraria! SEGA + Nintendo é como a fusão do Vegeta e do Goku, só pode sair algo realmente poderoso. Infelizmente os puristas discordam, mas o que eu posso fazer quanto a isso, né?

Mas seria interessante termos o lançamento em PC e consoles. Convenhamos que jogar jogos antigos com tela touch é impraticável. Controles bluetooth para celulares quebram um baita galho e tem alguns bastante competentes, mas ajudam a acabar com a bateria do celular, e ainda por cima, talvez não sejam tão bons quanto os para consoles. Já até fizemos review aqui de um que está mais para quebra galho mesmo!

sega forever

O meu controle eu já tirei do armário depois de meses trancado lá dentro sem uso.

Claro que sempre tem a galera que reclama. Uns torceram o nariz, outros dando de ombro dizendo que o anúncio não é grandes coisas, eu discordo pelos motivos já citados. O SEGA Forever é um grande acerto da empresa, e tem tudo para ajudar a encher os cofres da SEGA, ou da Sammy, ou seja lá de quem for o cofre. Por falar em grana…

Teve chato que resmungou do preço cobrado pra tirar o anúncio de cada jogo. Gente, entendam que para manter os jogos custa dinheiro, mesmo os clássicos, e uma empresa vive de dinheiro e não de amor. Trabalhar de graça ninguém quer, né? Então, se acham ruim, simplesmente não paguem e vejam o anúncio. Se bobear é até mais lucrativo para a Sammy. Vai saber quanto ela ganha por anúncio assistido, né?

sega forever

Até o logo ficou legal demais!

Querem uma dica? Se vocês usam Android, procurem um aplicativo chamado Google Rewards. Respondam pesquisas, ganhem dinheiro virtual que pode ser usado no Google Play e gastem nos jogos SEGA de vocês. Ou então vocês podem voltar para o Candy Crush e ficar esperando pra poder jogar novamente, ou quem sabe, gastar dinheiro para isso? Enfim, cada um sabe o que faz com a grana que tem, né? Eu particularmente achei o preço muito justo, é basicamente a conversão do dólar sem acréscimos.

Sabem o que me incomodou? Eu já havia comprado Sonic HD anteriormente. Quando baixei o jogo gratuito com anúncios e cliquei no botão para remover os anúncios, fui direcionado para baixar o app que já tinha. Por acaso este app está em uma versão diferente – 2.1.1 contra 3.0.0 – do mais novo. Pode ser frescura minha, mas como vou saber se esta versão desbloqueada contempla tudo que tem na grátis? Curioso que o save de um funciona no outro.

sega forever

Vejam só, o da esquerda é o com anúncios e o da direita é o pago. Meio estranho. Tomara que seja apenas um detalhe que será melhorado no futuro.

Enfim, eu não ganhamos a fita K7 (e estou bastante decepcionado com isso, poxa SEGA) mas estou aqui defendendo que ela tente sim enriquecer com o menor custo possível. Com caixa cheio dá para pensar em arriscar mais no mercado, como com lançamentos de jogos de franquias antigas no melhor estilo AAA. Por que não?

E vocês? O que acharam do anúncio e dos lançamentos até agora? Já baixaram algum(ns) dos jogos? Estão jogando? Quais jogos esperam? O RetroPlayers quer saber!


Sobre Cadu

Velho caduco, fã de Sonic e seus jogos (menos o Boom, credo), viúvo da SEGA assumido e mestre absoluto das piadas ruins. Tem esperança de que algum dia surgirá um Final Fantasy Tactics novo tão bom quanto o primeiro.

Adicionar a favoritos link permanente.
  • A ideia do k7 foi boa! Mas eu mandava uma BIC junto… aí ficaria o máximo. ^_^ O melhor disso tudo é que as franquias não ficam paradas, a Sega tá botando o leque de jogos à disposição, isso é ótimo. Tem tanta empresa por aí que esquece de clássicos e não deixa ninguém reviver…
    Putz, e o grito rápido e icônico “Sega!” no final do trailer foi de arrepiar. Se a velocidade, jogabilidade e coisas do tipo não cair de qualidade, não tenho do que reclamar. Sega Forever é de balançar o coração Cadu!

    • Se eu não estou muito enganado, eles mandaram sim com uma caneta! Kkkk
      Concordo plenamente com o que disse sobre as franquias estarem aí “na atividade”. O mesmo pode ser dito do Virtual Console da Nintendo, apesar de não ter integração entre consoles e ser meio abusivo ter que comprar o mesmo jogo inúmeras vezes. Pelo menos eles relançam. Já outras empresas…
      Achei de balançar o coração também, só espero que eles consigam corrigir os bugs e detalhes mínimos pra deixar a coisa toda estável.
      Valeu Ulisses!

  • aki é rock

    Eu curti muito ideia Sabat principalmente pelas duas últimas plataformas Saturn e Dreamcas pois ambas são um saco para rodar em alguns notebooks com isso poderei matar mnha vontade de jogar alguns jogos em ambas.

    • Tem razão. Saturn principalmente. Ora uso SSF ora Yabause. Depende o jogo.
      É um saturn… digo, é um saco mesmo.

    • Exato, Rock! Se eles conseguirem emular as duas plataformas com precisão, será muito bom para todos! Não será uma tarefa fácil, mas a gente tem que dar o voto de confiança, já tem muito celular potente o suficiente pra rodar Saturn e Dreamcast!
      Valeu Rock!

  • Podegoso Shumy

    eu aguardo paciente os jogos do Saturn e Dreamcast. jogar Sega Rally ou Panzer Dragoon Saga no nossos celulares, não haverá preço

    • Não mesmo! Se rodar liso no celular, vai valer até a compra do app! Tem uma porrada de jogos dos dois consoles que valem muito a pena!
      Valeu Shumy!

  • Thiago Rodrigues

    A conversão do Sonic 1 ficou ótima, mas como é difícil jogar na tela! Nunca morri tanto.

    • HUAHUAHAUHAUHUA
      É cara, na tela é um horror jogar. Direto vc acha que tá apertando no lugar certo e cai reto no buraco da forma mais ridícula possível.
      O jeito é partir pro controle bluetooth mesmo… só prepare o carregador pq vai comer uma bateria lascada! rs
      Valeu Thiago!

  • Sidney Oliveira

    A ideia foi bem bacana,muito boa mesmo,gratuito com anúncios e pague pra se livrar deles. Até ai tudo bem,mas sinto que foi uma ideia mal projetada. Porque raios dividir cada jogo como um apk em separado? Nos fazendo ter que procurar e baixar cada um deles (gastando muito tempo e espaço no aparelho). Não seria mais interessante lançar um app único (que poderia muito bem se chamar Sega Forever) e dentro deste mesmo app ter os jogos disponíveis pra baixar? TIpo um sistema de emulação com features interessantes e as roms (jogos) disponíveis a se escolher qual delas quer baixar. Seria bem mais prático que o sistema atual empregado.

    • Rapaz, não posso discordar. Aliás, quando vi o anúncio a primeira vez, achei que seria justamente isso. Eu não sei responder o que fez a SEGA escolher essa forma, mas desconfio que cada jogo tenha alguma particularidade para rodar que não necessariamente é executado por outro jogo. E aí fazer um app só com todas essas particularidades transformaria o app em um “monstrinho”, sem falar que é difícil dizer se algumas dessas coisas de um jogo não poderiam impactar em outros.
      Entenda que eu não tô justificando nem nada assim, só tentando entender o pq da decisão deles de separar tudo. Queria mesmo era uma posição oficial da empresa, mas não achei nada que explicasse.
      Quem sabe outras plataformas (DC, Saturn, etc) não tentem unificar tudo? Seria bom. Eu prefiro também.
      Valeu Sidney!

      • Sidney Oliveira

        Faz sentido sua forma de pensar,pode ser que não daria certo assim,mesmo achando que fosse “o melhor”. Mas eu queria mais detalhes do desenvolvimento pra entender algumas de suas escolhas. Acho que daria pra pelo menos reunir os jogos apps por consoles,pois é assim que funciona os emuladores atuais. Ando vendo notícias e relatos da comunidade dizendo que a escolha da engine Unity foi uma péssima ideia,que os deixou bugados,pesados,bem mal otimizados,rodando mal até nos potentes,algo que deveria rodar bem até smartphones intermediários,por ser jogos bem antigos.

        • Então, eu tenho minhas dúvidas se a ideia foi ruim. Talvez não tenha sido, o que ferrou foi a implementação.
          Usaram Unity por conta da portabilidade dele, em teoria vc precisaria programar o emulador dentro dele uma vez só e ele daria conta de rodar em todos dispositivos (IOS e Android). Se fossem fazer de forma nativa o custo de produção seria bem maior, pois precisariam otimizar o emulador para cada dispositivo, e Android tem uma porrada deles. No fim, a ideia acabou se tornando um tiro no pé, muito provavelmente pq não foi bem feito (provavelmente não testaram em aparelhos mais fracos ou não o suficiente pelo menos). Isso foi uma cagada forte mesmo. O diretor de mobile falou pra Eurogamer que estão resolvendo isso, o bom é que aprendem e talvez a próxima leva venha mais estável. Tomara, né? É ruim pra empresa essa situação, bem ruim por sinal… vi algumas pessoas reclamando no Twitter.
          Valeu Sidney!

          • Sidney Oliveira

            Acho que a ideia foi ótima,pois o mercado retrô ainda tem muito espaço até hoje,só que foi mal executada. Tentaram facilitar demais o processo e quem sabe também os custos,escolheram uma engine falha (não se vê bons jogos nela),que trouxe jogos bem mal otimizados e bugados. Também vi pessoas a reclamar,muitos problemas,que pode mesmo ser culpa da pressa no desenvolvimento,sem ao menos se testar direito (jogos desse tipo,tão antigos,tem que rodar nem que seja de forma satisfatória em qualquer aparelho). Espero mesmo que peguem todo esse feedback negativo,trabalhem em cima dele e corrijam os erros em futuras atualizações,pois algo tão maravilhoso não pode ser desperdiçado dessa forma.

          • Essa é a ideia! Agora eles investem um tempo nos ajustes e daqui pra frente a coisa deve sair melhor.
            Só vou discordar de vc em um pequeno ponto: Unity tem sim bons jogos, especialmente os 2D. Talvez eles pudessem ter escolhido algo mais leve sim, mas não culpe a Engine, pq a culpa parece ser mais dos desenvolvedores e testers mesmo… rs
            Valeu Sidney!

  • Colonel

    Passando atrasado pelo post pra mandar um salve pro Cadu!

    Sobre o lançamento, jamais vou ser contra qualquer projeto quer possa “girar” o comércio gamer retrô, além de financeiramente poder ajudar a SEGA.

    Pena que não é um anúncio que me atinge, pra mim celular serve pra mandar mensagem e acessar páginas na internet, jamais para jogar.

    Mas tá valendo, sigo apoiando e que mais iniciativas como esta venham…

    Abraço!

    • Grande Colonel!
      A ideia é justamente essa, quanto mais a gente apoiar esse tipo de iniciativa, mais tempo e dinheiro as empresas vão investir em outras ideias voltadas para o mundo retrô. Ficar reclamando não vai levar a lugar algum, só vai fazer as empresas pensarem que não vale a pena, que ninguém se importa com isso e que não querem nada mesmo.
      E o que vc fala do celular eu falo do computador… Aí depois as pessoas né xingam! Kkkkkkkk
      Valeu Colonel!!