RetroTop: Underrated Mega drive Games Parte 1


Faz um tempão que não escrevo um Top 20 Underrated né? O último e único foi o de Nintendinho e já a muito tempo atrás, então resolvi desenterrar o assunto e trazer assim até vocês, caros amigos retroaventureiros, os 20 melhores jogos de Sega Mega Drive que você provavelmente não jogou, e que por isso, perdeu o que poderiam ter sido bons momentos de jogatina frente a sua velha e empoeirada TV de tubo. Bora!

Retratando novamente uma  colocação que citei no primeiro RetroTop Underrated do site: “os jogos que sabíamos que existiam, bons ou não, eram aqueles que as revistas nos apresentavam em suas edições mensais… Assim, quando a gente ia alugar o originalzão na game-locadora e percebíamos que as opções de jogos inéditos e conhecidos já tinham acabado, a gente arriscava pegar aquele joguinho  do encarte atraente, porém desconhecido, e que já pensávamos de antemão ser no mínimo meia-boca por ele nunca ter aparecido em revista nenhuma, e que só estava lá ainda disponível por que o cara que passou antes de você e pegou o game que você queria, pensou a mesma coisa dele.” Isso define o que era desconhecido para nós na época dos 16 bits, define a palavra Underrated, aquele jogo que pouca gente conhece ou jogou, e que merecia ter tido muito, mais muito mais reconhecimento por sua qualidade.

No Mega Drive também teve muito disso, títulos que podem até ter feito sucesso considerável no exterior, mas que aqui no Brasil mal apareciam na mídia impressa a não ser em rápidas colocações não muito inspiradas, como era de praxe na época.

Mas não se aflijam, velhos gamers adoradores do 16 bits da Sega, cá estou eu para lhes apresentar (ou relembrar) sempre com aquele bom humor que me é característico, destes grandes jogos tão desconhecidos para muitos mas que, por obra do destino, do acaso, ou da falta de algum jogo conhecido mesmo na locadora, puderam me ser apresentados.

.


Este é um dos meus jogos que você não jogou preferidos: Ranger-X é um plataforma de tiroteio lançado em 1993 pela Gau Entertainment, mais uma das empresas remanescentes da extinção do lendário Wolf Team da Telenet. Seu planeta natal foi invadido e escravizado, e você, como bom piloto integrante da resistência, tomará controle de um Mecha gigantesco lotado de canhões destruidores que serão usados unicamente para botar pra correr a cambada de mequetrefes metálicos que infestam o planeta.

O game é lindo, seus gráficos lotados de efeitos incomuns no aparelho da Sega rivalizavam com qualquer jogo de tiroteio da concorrência, e sua jogabilidade possuía um diferencial único: era possível se controlar uma segunda parte do Mecha em separado, um veículo que mais lembrava uma motocicleta mutante que, quando acoplado ao robozão, garantia uma gama de movimentos, tiros e ações extras que adicionavam muita estratégia ao jogo.

Apesar de tecnicamente extraordinário, Ranger-X foi um pouco crucificado devido à sua dificuldade elevada, pois para que fosse possível se avançar, era extremamente necessário que seus cenários lotados de inimigos fossem todos explorados minuciosamente em busca de power-ups e novas armas, e esta tarefa era mais difícil ainda se o fulano não tivesse o controle de 6 botões, que tornava bem mais fácil a missão de controlar a motoca.

Pra mim, puro chororô: basta enfrentar o primeiro líder do jogo, um enorme tanque aracnídeo todo articulado no melhor estilo Gunstar Heroes, para que tenhamos plena vontade de ver o que mais o jogo tem a oferecer, e acredite: tem muito!

.

.


Nós conhecemos uma pancada de jogos de navinha por ai, séries clássicas como Gradius, Darius, Thunder Force e RType, que muitas vezes com títulos de qualidade exemplar, acabam por chamar tanto a atenção para si que deixam por tabela no mais sombrio anonimato outros jogos que mereceriam uma atenção mais que redobrada. Gaiares é um destes.

Poucos jogos de tiro espacial da época conseguiam ser tão bonitos, variados, dinâmicos, originais e principalmente, destruidores de controles como este que vos falo: qualquer um que tenha jogado Gaiares até pelo menos a segunda ou terceira fase, fatalmente viu falecer um de seus controles ao arremessá-lo na parede como se ele tivesse culpa da sua incapacidade óbvia de avançar naquele jogo desgraçado. Sim, caros amigos, o jogo é difícil como nenhum bullet hell de hoje em dia consegue ser, mas ainda assim era muito bom, com um sistema de power ups muito original que consistia em surrupiar seguidas vezes os poderes dos próprios inimigos para depois, dizimá-los na medida do possível.

Essa dificuldade toda acabou espantando muita gente do título, mas o principal motivo de sua obscuridade foi mesmo a falta de atenção da mídia nacional em cima do game, pois na terra do Tiu San o jogo teve até jargão em revistas e até mesmo na tv, que foi  “GUY ARE US!”, trocadilho nada infame com o nome do game que significa algo do tipo NÓS SOMOS OS CARAS!

É uma grande pena que Gaiares tenha ficado no anonimato por aqui, pois este foi um dos últimos títulos do estúdio Wolf Team, e é um dos poucos jogos que existem que me venceram antes de sua terceira fase (provavelmente o único)… Nem por isso eu deixei de jogar muito esse troço!

RetroScore no tópico oficial do Review, veja AQUI!

.

.

Este não foi um game que eu conheci em locadoras não… A origem do meu conhecimento sobre ele se deu quando fui trocar alguns cartuchos meus por outros nas barraquinhas do bairro da Lapa, um centro comercial próximo aqui de casa e famoso na capital de SP, na época, não só pelo seu grande número de lojas dos mais variados tipos, mas também pelos mais variados tipos de camelôs! Vendia-se de tudo lá, da cópia pirata mais fuleira de um produto a um original sem nota, e para um Office Boy de 16 anos que ganhava um salário mínimo, aquilo era o paraíso!

Mas deixando as atividades ilícitas de lado, um dia troquei 3 jogos meus por outros 3 que eu ainda não havia jogado e que não existiam na locadora do bairro, e um destes foi o tal do Gadget Twins. Resultado: eu ainda assovio a trilha sonora daquele jogo até hoje!

Trata-se de mais um joguinho de navinha horizontal, categoria abundante no Mega Drive, mas que se destacou demais dos outros que eu já havia jogado por ser um título totalmente voltado à parte humorística da coisa, com ambientes super cartunescos e muitos olhos arregalados e caretas em meio a saraivada de tiros, ou melhor, saraivada de bigornas, âncoras, bombas voadoras com hélices, martelos, e mais algumas loucuras aéreas configuráveis por um sistema de power-up baseado na compra desses apetrechos.

O game é viciante, seu design de fases é super original e variado, possui multiplayer cooperativo e não é muito difícil, só exigindo um mínimo de decoreba para que os cenários sejam vencidos. O ponto alto fica por conta das batalhas memoráveis contra os chefes de fase: sempre grandes, desengonçados, e com aquela cara de mal hilária que quem joga não esquece, e destaque também para a trilha sonora inesquecível. Pena que pouca gente conheceu este título, mas quem conheceu, não esquece!

RetroScore no tópico oficial do Review, veja AQUI!

.

.

 


Ao contrário do game acima, a capinha de Saint Sword sempre me foi muito chamativa, mas custou até que eu alugasse o título. Como ele era um destes da categoria sombrios e ocultos, eu sempre o deixava de lado, e nem lembro qual foi a ocasião em que eu o acabei alugando. O jogo era bem legal, possuía gráficos bacanudos e um herói bombadão que usava e abusava de golpes de espada para abrir caminho por entre os locais sombrios em que ele nos levava.

A princípio, nada de mais, e eu poderia chamá-lo de um clone de Actraiser para Mega Drive, mas isso começou a mudar quando o herói começou a ganhar poderes especiais de mutação… Isso aí, em pouco tempo de jogo o bombadão se mostrava um mutante digno de ser um verdadeiro X-man!

Dentre as várias transformações que o herói adquiria, estavam as de Centauro que me lembro muito bem, a de anjo que era utilizada para se voar por certas distâncias intransponíveis, e mais uma penca delas que mudavam drasticamente a jogabilidade e as possibilidades de exploração do game, tornando-o muito interessante e desafiador, só que muita gente ou nunca tomou conhecimento de que este jogo da Taito existia, ou nunca quis tentar avançar o suficiente para que ele pudesse mostrar o seu real valor, pois tenho que admitir: ele começava bem chato!

A aventura era meio arrastada de início, com o herói bombadão (mas travadão na mesma proporção) se locomovendo pra lá e pra cá com uma jogabilidade bem simples e sem nada de novo. Só depois de algumas transformações adquiridas é que o game ficava realmente bom, e nem todo mundo tinha paciência para isso, pois Saint Sword era difícil por inteiro! Mas fica a dica de um bom game de exploração de início de vida do Mega Drive!

.

.

Fim da primeira parte do especial, em breve retorno com mais 5 joguetes pouco conhecidos de Mega Drive para vocês, caros amigos retroaventureiros!

Fim


Sobre Sabat

Editor Chefe do RetroPlayers, Redator e Editor nos Livros e Revistas WarpZone, Podcaster e editor de áudio, Saudosista, e Analista de Informática porque algo tem que dar dinheiro né!

Adicionar a favoritos link permanente.
  • kleber

    Ai sim viu pelo jeito só jogão desconhecido hein eu curto jogo assim na epoca do meu Nes eu jogava alguns jogos assim de locadoras .Tinha um colega do meu irmão que tinha umas fitas de nintendinho e numa dessas eu achei um jogão também só que nem tem como lembrar o nome por que era japones também o jogo .

    • É rapaz, os jogos japas a gente só ficava conhecendo o nome em ingles se tivessemos muita sorte mesmo depois XD
      Abraço!

  • De todos esses só conheço o Saint Sword. Nem imaginava que o personagem tivesse tais poderes de mutação, porque só o chatíssimo começo do jogo já me manteve afastado!

    • Então vc conhece o piorzinho de todos estes que foram citados kkk E a maioria do pessoal que jogou, como eu disse, parou antes de adquirir os poderes, e nem chegaram a conhecer o jogo de verdade véi! Vc deve ter sido um destes XD Mas é verdade tb que naquela época, a gente alugava o jogo e se ele não agradasse, tinhamos que jogar do mesmo jeito né! Pelo menos comigo era assim, por isso eu insistia mais nos jogos que alugava e acabava descobrindo que alguns daqueles que eram chatos de inicio se revelavam bons jogos depois de algum tempo!

      • Eu não tive um Mega Drive, portanto só conheci esse jogo quando pude entrar para o mundo da emulação.

        Achei a jogabilidade muito travada, o que me fez desistir desse título.

        Mundando totalmente de assunto: Fiz um blog pra divulgar meus desenhos. Se puder dá uma moral aí, linkando aqui no RP: http://ygorvieira.wordpress.com/

        • opa véi, ja twitei até as suas paradas artísticas XD

  • Só joguei Gaiares desses aí. Cheguei no primeiro boss e quase taquei o controle na parede xD!

    • Tá ae o primeiro relato de loucura pós Gaiares kkk Deu vontade de jogar denovo XD

  • Realmente… destes eu só joguei Ranger x… Muito difícil!!!

    • Difícil mas muito bom, ótimo na verdade! Dê outra chance ao jogo véi XD vale só pela beleza técnica do conjunto ^^
      Obrigado pela visita amigo, poste sempre!

  • Mano Beto

    Adorei o Post Sabat! Eu ia sempre na Progames alugar o Ranger-X e realmente, o jogo usava e abusava de efeitos a lá Gunstar Heroes mesmo. Como sou um péssimo jogador, eu sempre achei difícil este tipo de jogo XD. Outro da lista que eu conheço é o Saint Sword, mas só aluguei uma vez. Como o próprio Sabat falou, achei a jogabilidade meio travada mesmo e desisti. Ansioso para ver as outras partes XD

    • Faaaaala ManoBeto! Sempre que alguém me pergunta um top de MegaDrive, eu coloco Ranger-X no meio dos primeiros cara, eu realmente adorava esse game!
      E a próxima parte do RetroTop deve pintar no fim desta semana XD

  • Kyo

    Da lista aí, só conheço o Gaiares (há uma menção a ele na matéria de shmup’s da Old Gamer 3 e é obrigação moral minha como fã de shmups conhecer), o Saint Sword, que foi numa dessas jogatinas random (não poderei jogá-lo de novo por enquanto, pq meu sobrinho fez o favor de apagar a pasta S do meu emulador de mega) e o Ranger-X, que achei difícil pra caramba, porque não entendi a jogabilidade)

    • É rapaz, o Ranger X pra jogar direito tem que ter um controle de 6 botões, ou ter a possibilidade de configurar um controle no PC como se fosse um de 6 botões do mega! Se jogar com o de 3, controlar a motoca (e demais acoplagens) fica difícil!!

      E o seu sobrinho vai bem? haUHAUhuaHAua

  • Sirlonolris

    O Mega Drive apesar de não ser meu 16bits predileto.

    Com certeza ele tinha grandes jogos !

    • Tinha sim Sirlonolris, reconheço que no final das contas ela não chegou a ser uma biblioteca capaz de fazer frente à do SNES, mas era fantástia também e não faltavam jogos bons para os donos de Mega!

  • Edu

    que saudade das locadoras e seus jogos estranhos, ir com os amigos pegar um pacotao de jogos e ficar a semana toda com eles, desses joguei gaiares ranger x e saint sword,

    • Baum Edu? Estes tempos não voltam mais infelizmente. Locadoras foram parte inesquecível da minha vida, e serão para sempre!
      Alugar 10 jogos com os amigos pra só entregar lá pra quinta feira, vixe, não tem preço! XD

  • Isak Vicious

    haushduahsudas eu ri quando li “o jogo do maguinho”. mto bom post.

    • haahuhua foda po, não tinha idéia do nome do jogo XD
      Valeu Isak ^^
      Post sempre XD

  • TH

    Caramba, fiquei impressionado com os gráficos do Ranger X e Gaiares, mas fiquei mais impressionado ainda com o do maguinho, além do gráfico o game parece ser muito bom, entrou para a lista.

    Não tive mega então desses eu só joguei o Gadged Twins, mas não sabia o nome e só fiquei sabendo anos luz a frente quando em uma de nossas conversas eu descrevi o jogo e vc me disse o nome XD.

    Muito bom!

    • E foi justamente a lembrança do Gadget Twins no Retrocast que me fez pensar nesse retrotop XD afinal, o quetem de jogo por ae que pouca gente conhece, é uma grandeza véi ^^
      E pode jogar o Ranger X ou o taruruuto-Kun que é diversão garantida!

  • Pcampelo

    Me lembro que Gaiares era vendido como sendo a resposta da Sega ao Gradius III, exclusivo do SNES. Algo como Streets of Rage vs Final Fight.

    • Olha véi, não sei se era não viu, por que ambos foram lançados praticamente juntos, nem sei se teve tempo para capcom ou telenet pensarem nisso XD Ambos são de 1990, Dezembro, um do dia 26 e outro do dia 30!
      Tá certo que Gradius 3 ja tinha no arcade a mais de 1 ano, mas sei lá… Bem, a mídia pode qualquer coisa XD de repente foi mesmo né!

  • Kanonclint

    Muito boa lista Sabat , o Ranger X sem duvídas é o melhor , seguido pelo Gaiares . Da lista joguei todos , o Mega Drive é o meu console favorito de todos os tempos ( depois do Atari só deu Sega na minha vida ), o Ranger X aliás terminei a versão japonesa que tinha o nome de Ex Ranza. Abraços.

    • Po Kanonclint, quando eu terminei Ranger X pela primeira vez, eu joguei o japa também, EX-RANZA!!
      Por muito tempo eu fiquei achando que o jogo só tinha sido lançado no japão, mas lembro que um bom tempo depois, ele surgiu em uma revista da época que eu não vou lembrar qual era, com o nome de Ranger X!!

  • Isack Vicious

    Sabat axo q vc me blokeou do msn xD, quando eu disse q era um fã seu hasuhduashduhasu.

    • Eu não blokeio ng fi ^^ se vc mandra mensagem, eu recebo XD

  • Hely

    Acho muito da hora matérias com jogos bons e desconhecidos pela maioria, pois sempre aparece algum que não conhecemos….parabéns mais uma vez pela matéria Sabat……

    E se quando acabar esse especial do Mega quiser fazer um do Snes vai ficar mais perfect ainda, já que já tem o especial do Nes…XD

    Desses que você citou o único que não conhecia era o Gadget Twins, o qual darei uma chance pra ele…

    Quanto ao Ranger X(EX-Ranza) realmente é um dos gráficos mais bem feitos do Mega Drive, só perdendo(em minha opinião) pra Gunstar Heroes e Alien Soldier, ambos da Treasure…..mas como você citou no texto não curti muito sua jogabilidade não…é meio estranho usar o X e Z do controle pra ir com a moto pra esquerda e direita e se não me engano pra virar o robo tem de apertar um botão também…=P

    Meu amigo que termina ele no modo modo mais dificil sem perder uma vida diz a mesma coisa que você: que é chororô e que eu não tenho habilidade, por isso ficom dando desculpas…heheh…mas tem certos jogos que a gente não curte, mesmo reconhecendo a qualidade do mesmo…hehehhe…

    Quando vi as fotos do Magical Taruruuto-kun lembrei de Majikaru Hashito No Butsutobi, jogo muito bom e bastante parecido com Star Fox do Master System…e acho que foi adaptado pro ocidente como Decappatack, mudando bastante coisa nos gráficos e cenários…mas a jogabilidade é quase a mesma….

    Descobri ele porque fui alugar Strider e só tinha ele numa fita 2 em 1, então quando fui experimentar fiquei surpreso e alegre porque paguei uam locação e terminei dois jogos muito bons…XD

    • Fala Hely XD
      Rapaz, depis que acabar este, o próximo com certeza será um de SNES mesmo! Só de Master que não farei por que não conheço quase nada do console, então pularei para N64 ou algum outro console ^^
      O Ranger X tem esse lance sim mano, um botão atira pra direita, o outro pra esquerda, e o outro pula. Parece estranho, mas quando se pega a manha, percebe-se que só assim é possível atirar andando ou voando para trás emquanto se esquiva dos tiros inimigos, e essa é a grande sacada da jogabilidade! O negócio é acostumar!

      Esse outro game que vc citou virou Decappatack XD e eu prefiro como Decappatack mesmo kk. Obs: Magical Taruruuto é MUITO MAS MAUUUITO mais bonito XD. E vc acho que quiz dizer Psicho Fox né?

      Abração mano XD

      • Hely

        Putz, é Psycho Fox mesmo…não sei de onde tirei Star Fox…HUHAUAH….inclusive nem gosto muito de Star Fox…mesmo quando foi lançado disse pra um amigo que se quisesse jogar jogo com tudo quadrado ia jogar Atari…XD

        Maneirissimo você fazer do Snes também XD só que Snes tem muita coisa boa lançada principalmente só no Japão que quase ninguém conhece…vai dar o maior trampo…XD

        Sobre o Ranger X não joguei ele porquê só tenho no emulador e uso controle de PS2 com adaptador USB….então fica estranho….só que adquiri recentemente um controle USB do saturno para PC que é fabricado pela própria Sega http://sega.jp/corp/release/2004/0820/ igualzinho ao original mesmo….foi meio carinho mas agora pra jogar emulador de Saturn e Mega ele é demais….XD

        • TH

          hauhuahuaua “se quisesse jogar jogo com tudo quadrado ia jogar Atari” muito bom!
          Eu tb não gosto de star fox não.
          Dos jogos de Snes lançados apenas no japão que eu acho mais curioso é o De volta para o fututo. Não sei pq o único jogo bom de um filme americano saiu apenas no japão.

          • Hely

            E olha que eu não era tão chato pra criticar jogos como sou hoje…..mas quando vi aquele monte de quadrado não resisti zuar com meu amigo que tinha acabado de comprar o jogo…HUHAUHA….e foi com gosto porquê esse amigo que citei era chato pacas: tudo dele era melhor, o Snes dele era melhor que meu Snes e por ai vai….vai ver que o meu rodava a 59,9 quadros por segundo e o dele a 60..UAHHUAUHA…

            Também me lembro de um jogo muito bom de Snes que era baseado em filme: Batman Returns da Konami…se nunca jogou experimente…é muito bão…..

          • TH

            puts, já tive amigos assim tb, mas falar q um Snes é melhor q o outro é foda huahuahauhuaha.

            Com certeza, esse Batman é muito bom, muito bom mesmo! Em dos meus Beat’ups favorito. Único problema é que não dava para jogar de dois. Consegui terminá-lo sem usar continues de tanto que joguei. Adorava jogar os miliantes e quebrar as vidraças ou segurar dois ao mesmo tempo e dar de cabeça um no outro. Realmente muito bom e merece um review. Muito bem lembrado.

        • Caramba, que da hora!! mas véi, de boa, acho que o controle de ps2 colocando X e Z (mega) no R e L (Ps2) fica melhor do que jogar com o controle original: é menos botão pro dedão!

          • Hely

            É, eu também configuro o controle desse jeito que você disse: L é o X, Y é o Triangulo, R é o Z…os outros botões ficam assim: já que o botão que pula na maioria dos jogos do Mega é o C deixo ele no X, B no quadrado e finalmente o A no bolinha….fica muito bom….mas jogar no controle similar ao original dá aquela sensação de nostalgia…hehehehe….XD

            Quanto a lista de SNEs que você vai fazer tenho certeza que ficará excelente…=D

  • Muuuuuuuito bom post, eu confesso que não conhecia nenhum deles, na época eu ficava mais nos que todos conhecem mesmo, mas vou dar 1 jogada nesses depois, parecem ser interessantíssimos

    • Opa fabio ^^ pode testar, só cuidado para não vê-los com olhos muito atuais, pois muitos dos que eu citarei ainda são de primeira leva do mega drive XD
      Obrigado pelo coment, poste sempre XD

  • LeonardoSoler

    Num curto jogos de navinha hehe’ mas legal o post teu véi… sempre conhecendi jogos atigos novos hehe’ …

    • Rapaz, que diabos é “conhecendi” ?? XD Brincadeira XD Eu sou grande fã dos jogos de navinha do passado, mas forma poucos os que eu terminei, nunca fui muito bom no estilo! Mas eu citarei mais deles ainda XD

  • Eu lembro que Ranger X era bem popular nas lojas quando foi lançado, mas depois..

    • ô mestre, cade seu banner? Estraviaram no correio?? kk

      • haha! Não.. eu não encontrei o seu E-mail, mandei pelo Twitter.. serve? Correio é bem retro.. mas o lance agora é retrodigital. heehee!!

  • Celso Affini

    Realmente quem viveu nos anos 80 e 90 passou por isso… Em ir pra locadora e tentar decifrar o jogo vendo a capinha… E rolava cada pegadinha por causa disso… hahaha.

    Mais o bom que a locadora que eu ia era um japonês que trazia os jogos e ele jogava então ele me falava quais eram bons… Aqueles com as capas bem dificies de decifrar.

    Mais joguei todos esses jogos, cheguei a alugar somente jogo encalhado pra ver como era… Eu experimentei de tudo quando se trata de games… E não me arrependo não.

    • Beleza Celso? ^^
      Esas pegadinhas eram o perigo da coisa kkk aluguei cada desgraça por causa disso! XD
      Pior era quando eu trocava o jogo na barraquinha: ferrou, teria que ficar com a bomba até que algum outro marreteiro aceitasse a fita em troca de outra XD
      Faz parte né kkk realmente isso é pra quem viveu aquela época maravilhosa! Obrigado pela visita amigo !

  • Anônimo

    Graaaande Celso, moderador da comunidade Mega Drive do orkut!!! =D
    valeu pela visita!
    Volte ao blog mais vezes!!!! =)

  • Ranger-X não acredito que alguém lembre disso.. rs

  • Para o próximo Underrated por favor postem: Shadow of the beast (meu tormento predileto no mega) e Insector X

    • Fala véi ^^ Belezura?
      Não lembro se coloquei Insector-X na lista, aguarde XD mas o Shadow of the Beast não aparecerá aqui nesse especial não por 2 motivos: eu não considero ele um game desconhecido, e ele é dificil demais para não aparecer aqui em um RetroNeusose num futuro próximo XD

      Obrigado pela visita cara XD Tentarei lançar a parte 2 esta semana ^^

  • George Sadat

    Underated tem de montão mesmo, acho que um jogaço pouco conhecido que é muito foda é Alien Soldier (jogaço) da Treasure comprei no VC isso se deu mais ao fato dele só ter sido lançado no Japão e Europa. Muitos efeitos sensacionais, música no talo e dificuldade cabulosa (no easy os chefes limpam o chão com a sua cara) Acredita que ainda estou criando coragem pra voltar ao terceiro templo do Zelda 1? ahauhauauha Tenso o negócio nesse jogo viu?! Abração amigo! =D

    • Falae Sadat XD
      Rapaz, aguarde, o Alien Soldier ta na lista ^^ Jogão underrated mesmo XD
      Abração cara ^^

  • Jeff

    Amigos,
    Por incrível que pareça, conheço a maioria dos games aqui citada. Isso porque , ao ter acesso à minha coleção de Roms, passei bastante tempo testando algumas delas e me deparei com muito game bacana.
    Acredite, existem outras dezenas de games excelentes para Mega Drive e que muita gente não conhece. Quem tiver tempo, recomendo gastar um “tempinho” procurando entre as Roms que não vai se arrepender. Para ajudar, um acervo de imagens poderia ajudar a identificar um bom game, para isso, costumo usar o OfflineList Frontend.

  • Jeff

    O Mega Drive foi o console que mais me deu T -zão em adquirir. Era raro em meu bairro. O meu era exatamente o original japonês (esse da imagem acima)
    Saudades de sua caixa branca, do seu brilho, do seu 16BIT “grandão” do seu cheiro e de seus jogos.
    O Snes era maravilhoso mas, foi mais fácil conquistá-lo. Acho que isso ajudou a continuar amando o console da Sega. Foi neste que eu conheci o melhor Beat ‘n Up que existe (minha opnião) – Streets of Rage (série). E por falar nisso, não deixem de conferir a versão final 5.0 do Remake. Procurem no Google e baixem já!

    • Fala Jeff XD
      Realmente cara, o Mega tem muito jogo bom desconhecido, muitos mesmo! Tem jogos excelentes, principalmente de navinha e plataforma, que nem chegaram ao ocidente XD

      Rapaz, o SoRR eu ja terminei 2 rotas XD Vamo pra terceira o/

      Se precisarem do link de download, só pedir ^^ por que la no site ja foi tesourado pela Sega kkkkkkkkk

  • Mongerio

    Muito bom o Artigo!

    Se o ditado popular diz: não se julga livro pela capa isso vale também para os fantásticos retrojogos!

    • Opa Mongerio ^^ certamente que sim!
      Tem muito jogo por ae em tudo que é console que só não é hit por que subestimamos suas capinhas cheias de letras japonesas indecifráveis XD
      Mas vamo que vamo, um dia quem sabe eles todos nãoe starão aqui destrinchados XD

  • Saudações, Retroplayers! 🙂 É minha primeira visita ao site, e estou adorando o conteúdo! Dos jogos acima eu só joguei Ranger-X, que é um jogaço! E é nos pequenos detalhes que se percebe quando um jogo é bem elaborado em todos os aspectos. Um detalhe sensacional neste game é o fato da arma especial ser carregada por ENERGIA SOLAR, ou seja, na primeira fase é moleza recarregar, mas nas seguintes você tem que encontrar pontos em que a luz solar é refletida! Sempre achei FODA esse conceito!
    Abraços e muito sucesso para toda a equipe! 🙂

    • Opa Adriano, beleza?
      E melhor ainda: a parada de transformar energia solar em energia para o Macha através da moto, SENSACIONAL!!
      De todos os games que fizeram parte desse retrotop, o que mais me da vontade mesmo de jogar novamente é Ranger-X, e vou, logo mais ^^

  • Klauslana

    Cara…. Eu joguei este “Jogo do Maguinho” aê… Caraca!!! Nunca soube o nome deste jogo… Demais!

    • Eu mesmo não sabia o nome dele, e sempre quiz saber!! Foi por acaso que descobri ^^

  • Fgmelo

    Já aluguei Ranger-X. Saudade dos meus tempos de mega

    • Não passe vontade amigo ^^ Não tem mais o console? Ligue sua TV de tubo ao PC por meio de um cabo de S-Video, use um bom controlpad USB e seja feliz novamente!

  • tdmsistemasweb sistemas web

    Parabéns pelo site, vou deixar aqui o link para este site onde artigos relacionados a internet são postados toda a semana.
    tdmsistemasweb.com.br

  • Istemthebronx

    Vou tentar jogar Gaiares aqui, com certeza vou ficar p..da vida, pq o jogo é difícil ao extremo!!

    •  Vai se lascar MESMO mano!! gaiares é um dos shooters antigos mais difíceis que existe ^^

    • O final de Gaiares vale cada “palavrão dito” durante o jogo ! [^^]

  • Wren 2500

    Cara Ranger -X foi um presente da minha irmã lá pra idos de 2005, ele trouxe de uma locadora que estava falindo em ALAGOAS (o bixo tava bem longe) quando joguei, me apaxonei pelo jogo, para um antigo jogador casual como eu, esse foi um dos jogos que mais investi tempo e me diverti, chegando a zerar no Very Hard. Uma coisa que faltou comentar era as cutcenes onde apareciam os objetivos em poligonos, dando mais um ar de tecnologia no game, nada mal pra um jogo de 1993!
    abraço 

    • Pois é mano, quando eu jogar novamente eu vou resenhar esse game de maneira mais completa ^^ aqui foi só um aperitivo XD
      Eu conhecia esse game por X-Ranza, o nome japa, e terminei nesa versão ^^ joguei demais tambem cara, mas só fui ficar impressionado com as questões técnicas do jogo já depois de muito tempo, quando percebi a complexidade dos efeitos de luz, zoom, rotação, 3D, e o caralho a 4 que tinha nesse jogo. É algo realmente fantástico!

  • Post bem elaborado e os jogos….muito bons ! O único que eu ainda não conhecia era o Ranger X…..e…colega, você salvou minha semana ! [adoro jogos de nave/tiro….o/]

    •  Valeu Ivan ^^ Jogue o Ranger X que é batata: você vai adorar, e se for possível jogar em um controle com 6 botões, melhor ainda, pois se torna mais fácil controlar a motoca e os outros veículos ^^

  • Alexandre

    Joguei todos estes jogos, com certeza gaiares foi o mais dificil para chegar ao final. Com certeza Alien Soldier é o melhor jogo para o mega, acompanhado de SOR, mas vale lembrar também para quem gosta de jogo de nave, joguem thunder force 4, não irão se arrepender. Agora galera, tenho os dois games, o mega drive e o super nintendo, e posso dizer com toda certeza, com relação a jogos, qualidade e quantidade, o  mega drive dá um banho no SNES.
    De vez em quando ainda dou uma ligadinha neles, mas estou curtindo agora um pouco o PS3, valeu galera

    •  Boa Alexandre ^^ tudp beleza?
      Eu estive jogando Alien Soldier e mano… QUE JOGO É AQUELE VÉI!!! Me rendi na fase 11, não consegui password, não sei bem nem como se usa!! Mas ainda pego a fundo esse game e aí vais er dose XD

      Thunder Force 4? AGUARDE!

  • Diogo J15

    cara nunca consegui pegar password no alien soldier, como faz? a fase max q chegeui foi a 15 e deu mo trabalhao. rs

    •  Cara, o Alien Soldier tem 2 modos de jogo, e o password só aparece em um deles, e a cada 10 fazes acho… provavelmente você estava jogando no modo que não tem password XD

  • diogo.j15

    q jogo maravilhoso o rager -x , nao conhecia, mas pude aproveitar umpouco essa obra de arte. realmente é dificil e a jogabilidade inovadora dificulta ainda mais, mesmo assim pra mim entro na lista dos melhores da era 16 bits

    • Opa Diogo XD desenterrando o tópico? kkkkkkkkk

      Rapaz, desta página, apenas Gaiares recebeu review completo (do Jeff, o link na direita já direciona para o review), os demais ainda serão re-jogados para tal propósito, e X-RANZA, nome o qual eu conheci Ranger-X, não ficará de fora!! preciso MUITO jogar isso de novo cara!!!