RetroFast: Os nossos personagens favoritos são…


RetroFast da semana chegando rapaziada, e hoje a pergunta que eu fiz à equipe Retroplayers foi a segunte: Quais são seus personagens favoritos macacada? O resultado foi bem divertido e em alguns casos, impressionante!

Quem diria! Tem gente que apresentou uns caras bem das escuras, tem gente que foi nos de sempre, tem gente que escolheu personagem sem nome e tem gente que não sabe qual é o seu personagem favorito! Essa variedade de gostos e escolhas você, caro amigo retroaventureiro, só encontra aqui no Retrolayers mesmo!

Passei o início de minha carreira gamer sem conhecer aquele que considero hoje ser o maior dos heróis dos games que existe. Diferente de outros como o Bigode, que é sem dúvida o mais importante e popular personagem virtual que existe desde que o Nintendinho foi inventado, este corajoso herói que eu só conhecia de nome me foi apresentado em uma época mais a frente, e em um console que eu nem tinha. Um amigo me emprestou um SNES e veio com The Legend of Zelda a Link to the Past… Por que não jogar? Joguei e adorei! A coragem, a lealdade e o senso de justiça do hyruliano haviam conquistado meu respeito. Foi suficiente? Não, mas bastou para isso jogar o melhor game de todos os tempos, Ocarina of Time. Agora sim eu tinha um personagem preferido, o Herói do Tempo, o portador da Triforce da Coragem, Link, o único que pode empunhar a Espada Mestre contra o demônio que se levanta de tempos em tempos.
Agora, sempre que isso acontece, eu faço questão de ir junto na jornada.

.

Quando o Sabat me passou o tema, eu fiquei 4 dias pensando… e demorou… E NÃO SAIU! EU NÃO TENHO UM PERSONAGEM FAVORITO!
Fiquei tentando achar um! Seria o X? Eu gosto muito do jogo, mas não é pelo personagem. Seria o Sephiroth? Gosto bastante dele, mas não sou fanboy dele e não, não é a Aeris. Se fosse pra escolher do FF7 seria a Tifa. Mario? Donkey Kong? Sonic? Gosto muito deles mas, não. Kratos? Não é retrô e não é meu favorito, assim como o Dante. Poderia ficar negando vários outros como Alucard, Jill Valentine, Scorpion, Guile, Sakura… Gosto deles, mas não, infelizmente não tenho nenhum… Fazer o quê??

.

Mega Man é um jogo incrível, acho que é a minha franquia preferida, mas será que é pelo Mega Man? Não, é pelo Dr Wily! Sim, esse grande gênio do mal é o responsável por montar 8 robôs inimigos para o nosso herói, criar aquelas fases de design incríveis, construir um castelo gigante, todo tecnológico e temático com um monte de inimigos gigantes, e vem lhe enfrentar em pessoa no final sempre em uma nova super máquina, e isso tudo uma vez para cada um dos jogos, e ainda tem um carisma de dar inveja a qualquer vilão existente.
Ele em sua espaçonave para mim é a cena máxima da representação de minha época mágica, nostálgica e feliz. Ele levantando aquelas sobrancelhas, ele com toda sua simplicidade, mãos nos bolsos, parece nem se esforçar muito. E lembrando: não estamos falando de um super dragão, de um demônio, um super robô, um rei, um Deus, um anjo de uma asa só, um super soldado, um ninja, não, estamos falando de um homem, um simpático e simples senhor, mas que é simplesmente o maio criador de todos os tempos! Confira AQUI como é que esse gênio do mal planeja uma fase!
..

Tem pergunta mais cruel no mundo dos games? “Qual seu personagem favorito?” Putz! Ferro! Só UM? O primeiro que me veio a mente foi Kirby, o cara é rosa, fofinho e come todo mundo! Bom, foi difícil, passei a tarde refletindo a respeito, e enfim, o meu personagem é Rikimaru (Tenchu). Agora vamos ao Porque da Questão!
Fui muito influenciado pelos valores do Clã Azuma, como lealdade, e compromisso com a missão. E aquilo é que era ninja de verdade, nada dessa coisa escandalosa e purpurinada igual hoje em dia. Rikimaru resolvia tudo com uma katana e muito silêncio. Mas o ninja se sacrificando no final do Tenchu 1, sem pensar duas vezes… aquele sentimento de dever cumprido e sacrifício, a neve caindo… Cara, eu chorei naquele final. É sério!
Por fim, Rikimaru me ensinou que se deve fazer o que tem que ser feito! Hoje eu aplico este conhecimento no meu trabalho e no meu dia-a-dia.  E o Sabat me pediu 5 linhas! Pode uma heresia dessa? Que absurdo! Falar de Rikimaru em 5 linhas! Baka! xD
.

Acho que seria muita maldade minha se eu não escolhesse outro senão o nosso amado e estimado Sonic The Hedgehog. Quando fomos apresentados a aquele azulado ouriço, em 1991, eu tinha por volta de 4 ou 5 anos e de cara me encantei com seu jeitão marrento, rápido e cheio de si. Apesar de seu futuro incerto, no que diz respeito aos jogos, sabemos que o passado do ouriço da SEGA é glorioso, repleto de jogos excelentes pra todas as plataformas em que foi lançado. Pra não deixar passar batido, a minha coleção de “sonic-cacarecos” conta hoje até com uma parede do meu quarto com o logo da Sonic Team. E claro, a versão que eu mais gosto é a do Master System, pois foi a versão que eu mais joguei na minha infância e jogo até hoje.

.

A escolha é difícil. Nos retrojogos a gente quase sempre se apega mais aos personagens com os quais passamos mais tempo jogando – e com os quais passamos mais apuros. É incrível e inexplicável como podemos nos apegar tanto mesmo a personagens que nunca nem sequer disseram uma única palavra. Não consigo eleger um personagem preferido, mas um dos meus heróis é o guerreiro (Warrior) anônimo de Final Fantasy – o primeiro. Ele não fala e nem sequer tem um nome, mas sempre imaginei o que ele teria dito ou que expressões ele demonstraria nas situações pelas quais passa. Ele foi o primeiro herói de uma grandiosa saga pela qual sou apaixonado até hoje.

.

Olha só, eu mesmo, Sabat, chefe da parada, não esperava que fosse pintar um Rikimaru, um Dr Wily e um Warrior nomade aqui como personagens favoritos da galera! Eu apostava em Marios e Ryus da vida, aquele pessoal famoso que faz nossa alegria… E vocês pessoal? Quais seus personagens favoritos?

Continua…


Sobre Sabat

Dono, Chefe, Gerente, Cara da Xérox e Tia do Café do RetroPlayers! Meu negócio? Falar sobre games. Como? Escrevendo meus trabalhos, gravando minha voz horrível, ou filmando minhas humildes proezas! Onde? Aqui, ali, ou onde quer que me chamem!
Adicionar a favoritos link permanente.