De Jogo novo de Dreamcast a Clone chinês de Double Dragon: é o resumo das notícias do fim de semana


Fim de semana agitado nos principais sites de informação gamer e retrogamer do mundo! É lista secreta de possíveis jogos da E3 que vaza na net, é jogo de Dreamcast aparecendo, é série automobilística que faz aniversário, e por aí vai. E qual a função do Retroplayers? Dar aquela peneirada esperta para deixar passar só as notícias relevantes ao mundo retrogamer, e cá estão elas.

20 anos de Need for Speedy

Pois é caros amigos retroaventureiros, já fazem 20 anos que você jogou Need for Speedy pela primeira vez no seu PC, e a E.A. sabe disso!  A franquia que nasceu como The Need for Speed e logo depois perdeu o “The” do nome para virar sinônimo de game de corrida, recebeu um videozinho comemorativo bem modesto de pouco mais de 1 minuto que a gente traz aqui para você ver, se bem que nostalgia não é lá o ponto forte do vídeo. De qualquer jeito, confiram:

Need for Speed não é pouca coisa não: a franquia já vendeu mais de 150 milhões de jogos desde seu lançamento, e é difícil encontrar ser vivo que nunca tenha posto as mãos ao menos uma vez em algum dos inúmeros títulos existentes. Feliz aniversário para a velocidade!

Opinião do Sabat: lembro que no primeiro jogo de PC, os bugs eram tantos que havia uma lombada que permitia fazer um salto que o carro demorava minutos para cair, era um barato! O game sempre foi divertido, adorava jogar Porsche Unleashed e Hot Pursuit no PSx, aquele sistema de apostar o carro no multiplayer era sensacional! Pra mim, parou por ai, não gostei dos rumos que a franquia tomou, mas é inegável: o nome Need for Speed sempre me será saudoso!

.

Fã traduz ROM de clone chinês de Double Dragon

Precisa dizer mais? Tá bom, um pouquinho né: o que tem de jogo não licenciado na China é uma grandeza, e alguns deles até são bons! Por isso, vira e  mexe algum fã com tempo de sobra resolve traduzir um jogo desses e ele acaba virando notícia na web. É o caso deste clone de Double Dragon chamado Dragon Knife, para Famicom. Se o jogo presta é outra história. Confira:

A movimentação parece digerível, a trilha sonora é original e está até acima do padrão que se ouve na categoria “games não licenciados”, e a verdade é que se a gente fuçar nessa categoria, vamos achar muitos games melhores que centenas de licenciados. Bem, se você quiser testar Dragon Knife, baixe a rom no site da Romhacking, lugarzinho mágico cheio dessas doideiras traduzidas, e use-a no seu emulador de NES preferido.

Opinião do Sabat: Eu já testei alguns jogos de NES não oficiais e digo, não me arrependi não. A versão de Final Fight 3 para o console é simplesmente milagrosa, e alguns games de luta clones de Street Fighter 2 também não fazem feio. Então, por que não experimentar Dragon Knife? Simples: não tenho tempo! Se alguém ai testar, por favor, comente suas impressões!!

.

Novo jogo para Dreamcast no forno!

Hypertension: Harmony of Darkness é um novo game não licenciado para Dreamcast que deve aparecer, vejam só, em mídia física para venda ainda este ano! Trata-se de um shooter em primeira pessoa feito com uma engine criada em cima do código fonte de Doom, e o resultado impressiona, claro, para os padrões Dreamcast.

Os produtores do game, a Isotope Studios e a TDGMods, lançaram em parceria com a publisher Goat Store,  um trailler de lançamento do game que merece ser visto:

O jogo contará com multiplayer versus e cooperativo com tela dividida, muito sangue e uma história que promete não deixar nada a desejar em comparação ao mercado atual de jogos de terror… Bem, essa última não é uma tarefa muito difícil!

Interessado? Fique de olho na Goat Store Publishing, é lá que o game será vendido quando estiver pronto.

Opinião do Sabat: a mim não interessa, mas é legal ver que a cena homebrew (nossa, faz tempo que não uso essa palavra) ainda existe no Dreamcast. Ponto para os fãs do console!

.

Suposta lista dos games a serem apresentados na E3 vaza na internet

Apareceu na internet a foto de uma suposta listagem dos games que as três desenvolvedores de consoles do momento estariam apresentando, e isso é coisa que acontece todo ano, vinda das mais variadas fontes. Só que esta lista está gerando uma repercussão até inesperada, e o motivo são os games que aparecem na descrição de jogos da Nintendo. Confiram a listagem:

 e3 lista games 2014

Soa como um “Sony bla bla bla Microsoft bla bla Nintendo OMG!”. Ninguém espera muita coisa das conferências da Sony e Microsoft simplesmente por que eles não tem nada a apresentar, só os jogos de sempre que estão aí desde a metade do ano passado e que todos já esperam que apareçam nas conferências sem maiores surpresas, mas quanto a Nintendo, nomes como Castlevania SotN 2, TLoZ Shard of Nightmare e Xenogears Origins estão dando o que falar nos fóruns e blogs gamers por ai.

O que sabemos de fato, é que há boas chances de um novo Zelda aparecer durante a E3 e que a Monolith tem um jogo na manga que começa com X, só isso, e a falta de fontes e informações sobre a origem dessa lista a deixa com uma cara danada de brincadeira de 1º de Abril. Só que a data já passou faz tempo, e o que nos resta? Nos resta o Nintendo Direct mais aguardado da história.

Opinião do Sabat: eu realmente não acredito que essa lista seja autêntica, pra mim tem cara de pegadinha mesmo. Xenogears Origins? Duvido que exista, e duvido mais ainda que possa ser algo relacionado ao XShard of Nightmare não está nem perto de ser um nome que Miyamoto ou Aonuma escolheriam para estrelar um game da franquia Zelda… A Lenda de Zelda: Pedaço do Pesadelo??? De jeito nenhum, até soa legal em inglês, mas é um título sem sentido. Agora é esperar o Nintendo Digital Event, que acontece no dia 10 de Junho, mesma data em que a E3 2014 se inicia, para averiguar o que a empresa realmente reserva para os seus consoles.

.

Segunda que vem tem mais, claro, se o final de semana retrogamer for movimentado como este que passou.

Boa semana, amigo retroaventureiro!


Sobre Sabat

Editor Chefe do RetroPlayers, Redator e Editor nos Livros e Revistas WarpZone, Podcaster e editor de áudio, Saudosista, e Analista de Informática porque algo tem que dar dinheiro né!

Adicionar a favoritos link permanente.
  • spyblack

    Acho pouco provável a Konami lançar um novo castlevania nos moldes 2D clássico, ainda mais uma sequência do Symphony que para mim está no top 3 dos castlevanias de todos os tempos. Acho que o Zelda não é algo estranho, visto que o os nomes estão cada vez mais estranhos, spirit track é um exemplo. Xenogears é uma coisa completamente inesperada e que se for uma pré-quência do original vai ser muito louco. Tomara que a big N fale sobre um novo console, e que ela relembre o que fez quando lançou o super nintendo e o nes, maquinas parrudas e com tecnologia de ponta, que satisfazia com sobras as empresas que faziam os games na época.

    • Se você for pensar que a Konami recentemente lançou 2 Castlevanias com movimentação 2D, nada impede que ela lance mais 1, mas DUVIDO que se isso acontecer, terá qualquer coisa de SotN nele. Devaneio total XD

      Por quê Spirit Tracks é estranho???

      O mais improvável é Xenogears, claramente o cara que montou a lista colocou esse nome lá para fazer polêmica em cima do projeto X. Problema é que até hoje, a Monolith não mostrou o diabo do nome do jogo… Vai que……..

      Novo console, esqueça ^^ Iwata já se pronunciou sobre isso, só lançarão novo console quando o ciclo do WiiU terminar, e eles acreditam que isso ainda vai demorar uns 4 a 5 anos.

  • Celio Alves

    Este vídeo me trouxe uma boa impressão sobre Hypertension, porém como usa a engine similar ao do Doom acho que quem tiver cinetose (eu incluso) deverá passar longe deste jogo, rsrsrs…

    Quanto aos lançamentos do Dreamcast, aparecem novidades de vez em quando, como estes shumps por exemplo:

    http://www.play-asia.com/the-dreamcast-shows-no-signs-of-slowing-down-in-2014-with-3-new-titles-available-paOS-17-74-531-49-pt.html

    • Eu não conseguia jogar Doom2, me dava uma dor de cabeça desgraçada… E isso é verdade: shmups! continuam aparecendo aos montes né XD

  • Cara, quanto a essa lista com os jogos da E3 é esperar pra ver, gostaria muito de ver as novidades de WiiU pra ver se eu me animo em comprar.

    Já o clone chinês de Double Dragon eu curti, achei bacana. O novo jogo para Dreamcast aparentemente está legal, agora em relação aos 20 anos de Need for Speed só tenho uma coisa a dizer… estou realmente ficando velho aahauaahuhahahahaahaahahua já que joguei sua primeira versão em seu ano de lançamento…

    • Cara, eu pensei a mesma coisa….. jogava o ORIGINAL NO PC cara, acho que era um 486 XD nossa!!!

  • Referente a lista, não creio nela 50%. Sobre os games, passo!

    • Pois é, o problema são os outros 50% kkk

  • Ivo

    Sobre a lista da Nintendo na E3 :

    • Dá pra acreditar em metade dela kkkk o problema é a outra metade!

  • João Cláudio Fidelis

    Essa lista está tão verdadeira como uma nota de 3 Reais. Povo fica com expectativa alta com a Nintendo, tende a se decepcionar muito. Zelda novo é esperado, mas capaz deles mostrarem o Hylure Warriors do que um Zelda novo (se mostrar vai ser um teaser curtinho e só já que Zelda principal não sairá antes de 2015). X também já é esperado (tem até teaser) e o que a lista não falou e vão mostrar é o nome Fatal Frame. Nintendo não tá me empolgando nada faz tempos (os caras abandonaram o Wii 2 anos antes de lançar o WiiU).

    Sinceramente, tenho mais hype no remake do Shadow of the Beast no PS4 do que nos jogos da Nintendo.

    • Opa João, beleza? ^^
      Eu também não acredito nos nomes dessa lista cara. Sim, a NIntendo trabalha em 2 títulos da franquia Zelda: Hirule Warriors e outro ainda não divulgado, e não duvido que eles o mostrem no Digital Event não viu! O que a Nintendo mais precisa hoje é de aproximação com o jogador que ela mesma afastou com seus erros consecutivos.
      Mas temos que entender uma coisa também: a empresa lança uma média de 5 a 6 jogos por ano… se ela faz isso recebendo mais 10 jogos dos outros fabricantes, que ótimo!!! Se ela faz isso e não recebe nada de thirds, ferrou… Velho, é o caso agora. O erro da Nintendo, um de muitos na verdade, é achar que o seu console sobrevive com esse hiato enorme entre um jogo e outro, tempo que antes era preenchido com o lançamento de algum jogo da Capcom ou Konami, etc. Ela tem que se reinventar, mudar a maneira de pensar, mostrar seus jogos nem que sejam tasers mesmo de versões ultra beta, que seja!!! O que o jogador quer é saber que estão fazendo os games que ele quer jogar. ^^

      gora, pegou pesado no Shadow of the Beast heim kkkk não tem nada de mais naquilo que mostraram, muito genérico!