Novo Resident Evil: UMBRELLA CORPS é um shooter em 3ª pessoa


1-Banner-News-resident-umbrella

A Capcom continua os lançamentos em comemoração aos 20 anos da franquia Resident Evil, incluindo na lista um novo jogo chamado Umbrella Corps. O título não segue a cronologia da série ou utiliza personagens conhecidos, sendo considerado um spin-off.

resident-umbrella-03

Umbrella Corps é um jogo focado em batalhas entre equipes com multiplayer online para 1- 6 jogadores divididos entre soldados da Umbrella e Mercenários, proposta similar ao que encontramos em títulos famosos como Counter-Strike. Desta forma esqueça a jogabilidade tradicional e pense que este novo game está bem mais próximo do controverso Resident Evil: Operation Raccoon City.

resident-umbrella-01

E as mudanças continuam, disponibilizando em seu arsenal armas incomuns como por exemplo o Zombie Jammer, dispositivo para manter os zumbis distantes no modo multiplayer ou o Tactical Shield escudo criado a partir de um corpo de zumbi. O jogo está sendo desenvolvido para possibilitar partidas brutais, envolventes e rápidas.

Maiores detalhes podemos conferir no trailer abaixo:

Ambientado em diversas localidades de Resident Evil 4 e 5, contando com um modo single player chamado The Experiment para treinar os jogadores para as partidas online, Umbrella Corps tenta inovar usando referências que já comprovaram seu valor. Com previsão de lançamento para maio deste ano de 2016 e disponível para PC e PS4, será que este game valerá o investimento por parte dos fãs da franquia? Ou abrirá o leque de opções pra quem curte um game para competição? Com o tempo obteremos estas respostas.

resident-umbrella-04


Sobre Rodrigo - Ex Membro

Retrogamer, porque jogos antigos são fantásticos e criativos, aspirante a desenhista e crítico de qualquer assunto que mereça atenção.

Adicionar a favoritos link permanente.
  • E a Capcom não cansa de cagar em cima da marca Resident Evil.

    • Rodrigo Urashima

      Pois é João, tentar ampliar o público pode ser um tiro no pé, já que não atinge novos jogadores e afasta os antigos. Agora é esperar e ver se sai coisa boa desta idéia bem diferente de Resident rs.

  • Eduardo Coelho

    Resident Evil? Onde?
    Affffff.

    Pessoal do Retroplayers, gostaria que vocês dessem uma olhadinha com carinho em dois jogos do Android; “Thomas Was Alone” e “Duet”.
    São geniais, gráficos simples como no tempo do saudoso Atari, mas com uma jogabilidade, trilha sonora e conceito fantásticos. Aposto meu orgulho de retrojogador que se vocês jogarem vão se sentir felizes.
    Recentemente deixei meu preconceito de velho teimoso de lado e venho descobrindo várias preciosidades em meio ao imenso acervo do Android, basta saber garimpar.
    Talvez essa seja a solução para jogarmos coisas novas e com aquela qualidade que nós tivemos o privilégio de jogar nos “tempos dourados”.

    • Rodrigo Urashima

      É um novo Resident, em todos sentidos rs. Anotado as dicas Eduardo, acredito que todos passem por isso ao deparar com jogos para celular, no meu caso sequer tive preconceito, testei alguns jogos e desisti por serem repetitivos. Claro que tem exceções, mas ainda não encontrei nenhum jogo que consiga reunir qualidades básicas encontrada nos consoles antigos ou até novos.

  • Adriel Muniz

    Eu sou um daqueles que fala mal da franquia mas sempre acaba comprando. Eu chiei muito na época do Resident Evil 4 e hoje tenho o game para PS2, Wii, PS3 e PC. Só fui tomar vergonha na cara quando Resident Evil 6 foi lançado e pude jogar na casa de um amigo. Até hoje eu não comprei RE6 e não vou comprar Umbrella Corps assim como nenhum outro que fugir muito do survival horror, afinal, são as vendas que ditam o caminho para a Capcom.

    • Rodrigo Urashima

      Será melhor avaliar quando lançar, mas com certeza quem curte jogos neste estilo shooter e resident serão o principal público alvo. E vendas são o único idioma que a maioria das produtoras conhecem.