Nintendo fecha primeira parte de seu ano fiscal faturando alto


retro-news-noticia-nintendo-ano-fiscal-retroplayers-sabat

Quarta feira passada (28) foi o dia da Nintendo prestar contas ao mundo, ou aos fãs, ou a quem se interessar pelos seus resultados financeiros relativos aos primeiros seis meses do ano fiscal (de abril a setembro) da empresa. Isso serviu pra quê? Principalmente para mostrar que Super Mario Maker do Wii U já vendeu 1.88 milhões de unidades no mundo em pouco mais de 1 mês de existência, um número excelente se olharmos para o tamanho da base instalada de consoles, que ainda não chega à casa dos 11 milhões de unidades mundiais. Só para que os fãs possam entender como esse número base de WiiUs vendidos não é nada bom, se a Nintendo já tivesse alcançado essa marca de 11 milhões, ainda assim ele seria o console de pior venda dos cinco que compõe esta geração ficando atrás até mesmo do PS Vita, que já foi definitivamente abandonado pela Sony. Nestas condições, um game vender quase 2 milhões de unidades em tão pouco tempo é quase um milagre!

A BigN também destacou o seu shooter estilizado Splatoon, que foi lançado em maio, e até agora vendeu 2.42 milhões de unidades, um desempenho bem inferior ao de Mario Maker, mas que ajudou a empresa a vender durante este período 1.19 milhões de consoles, e 12.37 milhões de jogos.

Em contra partida, o portátil da empresa, o Nintendo 3DS, continua de vento em popa, vendendo durante este período mais de 2 milhões de unidades e 19.20 milhões de jogos, números diretamente responsáveis pela vendas líquida de 204.1 bilhões de ienes (cerca de 6.5 bilhões de Dilmas) com lucro operacional de 8.9 bilhões de ienes (aproximadamente 290 milhões de Dilmas). O portátil já acumula mais de 54 milhões de unidades vendidas no mundo (todas as versões somadas), provando que a empresa é inabalável no ramo de videogames de bolso mesmo com a concorrência dos jogos mobile.

A Nintendo também mostrou uma lista atualizada dos jogos que venderam mais de 1 milhão de unidades em suas duas plataformas:

Wii U

  • Mario Kart 8 – 5,87 milhões
  • Nintendo Land – 5 milhões
  • New Super Mario Bros, U – 4,88 milhões
  • Super Mario 3D World – 4,47 milhões
  • Super Smash Bros, for Wii U – 4,03 milhões
  • Splatoon – 2,42 milhões
  • New Super Luigi U – 2,27 milhões
  • Super Mario Maker – 1,88 milhão
  • Zelda: The Wind Waker HD – 1,62 milhão
  • Wii Party U – 1,58 milhão

3DS

  • Pokemon X/Y – 14,15 milhões
  • Mario Kart 7 – 12,19 milhões
  • Pokemon Omega Ruby/Alpha Sapphire – 10,69 milhões
  • Super Mario 3D Land – 10,21 milhões
  • New Super Mario Bros, 2 – 9,47 milhões
  • Animal Crossing: New Leaf – 9,44 milhões
  • Super Smash Bros, for 3DS – 7,37 milhões
  • Luigi’s Mansion: Dark Moon – 4,61 milhões
  • Tomodachi Life – 4,48 milhões
  • Zelda: Ocarina of Time 3D – 3,82 milhões

Fica nítido como os jogos do 3DS vendem como água! Vale ainda dizer que Mario Kart 8, mesmo sendo vendido para quase 60% dos donos de WiiU, ainda é o pior Mario Kart de todos em vendas, mas irá deixar esse posto logo logo para Mario Kart: Super Circuit, do Game Boy Advance, que vendeu só 40 mil unidades a mais até a divulgação deste balanço (isso já deve até ter acontecido).

Sucesso, mais que o esperado. Isso resume bem a situação da empresa neste momento, que espera chegar ao final de seu ano fiscal, em Março de 2016, com um balanço mais positivo ainda.


Sobre Sabat

Editor Chefe do RetroPlayers, Redator e Editor nos Livros e Revistas WarpZone, Podcaster e editor de áudio, Saudosista, e Analista de Informática porque algo tem que dar dinheiro né!
Adicionar a favoritos link permanente.