E se Link fosse Lily? Blossom Tales é um tributo indie às raízes de Zelda


Imaginem se Link fosse uma menina chamada Lily: vocês teriam algum problema com isso? Eu não teria nenhum! Afinal, Metroid deu certo para uma época em que brincar com gêneros era bem mais arriscado.

Blossom Tales: The Sleeping King é a nova promessa dos jogos indie que está girando a cabeça de fãs de retrogames. Criado por um time de 4 caras (menos é mais) proclamado Castle Pixel, do qual já tinha impressionado o mundo com o aclamado Rex Rocket; o joguinho espanta pela altíssima qualidade e fidelidade com as origens da série Zelda.

A história acontece através de um conto que é narrado pelo avô da garotinha Lily. Na fábula, ela é protagonista de um mundo chamado Reino da Flor (Kingdom of Blossom), onde tudo tem início no dia em que ela torna-se parte dos Cavaleiros da Flor (Knights of the Rose). O problema é que no mesmo dia, o feiticeiro Açafrão (Crocus) lançou um feitiço de sono eterno no Rei Orquídea (King Orchid), e agora a sua missão é encontrar os ingredientes sagrados para poder quebrar o feitiço.

Ah, vai falar que a história não é bonitinha? Se ainda estiver inseguro, recomendo fortemente assistir o vídeo abaixo:

A página do projeto está disponível no Kickstarter, com a meta de alcançar os 45.000 dólares até o dia 17 de Outubro, sendo que é possível garantir uma cópia digital para PC com uma doação mínima de 10 dólares. Também é possível votar na Greenlight para o jogo sair para o Steam. Futuramente, o time pretende levar o joguinho para diversas outras plataformas.

Opinião do Sir Kao: Blossom Tales parece uma mistura perfeita com os meus Zeldas prediletos: Link to the Past e Link’s Awakening. É tão bonito e caprichado, que parece que a própria Nintendo decidiu fazer esse tributo, mas como sabemos que ela não está nem aí e todo mundo (tire eu) só quer saber do Zelda novo mesmo, nada mais justo que darmos uma forcinha aos desenvolvedores independentes. =)

.

Comentem!


Sobre Sir Kao - Ex Membro

Veterano da Terceira Guerra Mundial de Consoles, enlouqueceu e passou a viver recluso em um abrigo subterrâneo, de onde faz análises de RPGs remotos utilizados em treinamentos militares.
Adicionar a favoritos link permanente.
  • Visionnaire

    Gostei! Incrível como existem pessoas talentosas escondidas pelo mundo a fora. O jogo está visualmente agradável. Bacana!