Final Fantasy IX será lançado para PC e mobile em 2016!


final-fantasy-ix-retroplayers-pc-banner

Nada como terminar o ano com o relançamento de um dos melhores e geralmente esquecidos jogos da série Final Fantasy. Isso mesmo, o 9º jogo da franquia foi anunciado no último dia do ano, e será lançado em breve para PC (quase certeza através da Steam, já que eles lançaram vários games da série por lá), iOS e Android.

Você pode até pensar que isso é algo natural, já que a Square estava lançando os jogos da série para essas mesmas plataformas, só que neste caso, a surpresa vem do fato que Final Fantasy IX nunca foi portado para outras plataformas depois de seu lançamento original em 2000, pro PS1, até seu relançamento para a PlayStation Network em 2010. Essa agora vai ser a primeira vez que o game será lançado fora de plataformas PlayStation.

Veja abaixo o trailer de lançamento (assista no mudo, colocaram uma música horrível por cima. Parece algum tema de filme romântico tosco dos anos 90. Juro que ela não está no game).

Como podemos ver no trailer, o game contará com texturas mais lisas e modelos em alta resolução (da mesma maneira de FF7 e FF8), o que só prova como FF9 é um dos games 3D do PS1 que melhor envelheceu, já que foi lançado bem no fim da vida do console e tinha um visual mais cartunizado, diferente do visual realista de FF7 e 8 que hoje ficam bem feios. Não é mesmo Final Fantasy 8?

Caso você seja um dos muitos que pularam o game ou não aguentou jogar pelos loadings demorados e excesso de encontros aleatórios, Final Fantasy IX  é o último game da série lançado para o PSOne, e o que muita gente considera o último Final Fantasy “de verdade”, com batalhas em turnos, temas de fantasia e todos aqueles elementos que compõem um game da série. O que FF9 difere de FF7 e FF8, porém, é que ele foi criado como um retorno às origens, abandonando a ambientação futurista e a história séria em favor de fantasia medieval, de personagens mais vivos e animados, com sistema clássico de classes (exemplo é um dos personagens favoritos da série, o Black Mage Vivi).

Essa vivacidade que o jogo apresenta acaba por impactar muito mais o jogador quando elementos mais sérios da trama começam a ser trabalhados. Quando algo ruim ou trágico acontece com os personagens de FF7 ou FF8 você já não se impressiona tanto, já que eles são parte de um mundo sombrio e realista. Quando dilemas pessoais ocorrem com os personagens principais do jogo você sente bem mais por eles. É meio difícil de explicar, mas imagine um personagem morrendo em um filme sombrio, você já meio que espera aquilo. Mas e se, digamos, o Cebolinha da turma da Mônica entrar uma crise existencial? A mudança de tom será muito maior, e o impacto dramático também será mais forte. É uma comparação meio capenga, mas dá pra ter mais ou menos uma noção do que estou falando.

Veja no final do post algumas imagens que são usadas no game para definir os personagens e a principal emoção que os caracteriza. É bem interessante.

Pelo que está escrito na página do jogo na AppStore japonesa, o game contará com “gráficos em alta definição, achievements, auto-save e high speed mode”. Não posso enfatizar o quão importante é esse último detalhe, já que sem dúvidas o maior dos defeitos de Final Fantasy IX eram os loadings eternos e a demora nas transições de batalhas, o que tornava o jogo mais longo e cansativo do que o normal. Se esse high speed mode for o mesmo do port de FF7 para o PS4, eu compro Final Fantasy IX  na Steam no dia que lançar, sem descontos nem nada. E também podemos esperar, pra versão da Steam, os trading cards e todas as firulas que os acompanham, como emoticons, fundos de perfil, etc.

Agora resta esperar por uma data exata de lançamento para aproveitar esse ótimo game com toda a comodidade que a Steam e as plataformas mobile nos proporcionam. E eu prometo que faço um review do game quando sair, comentando sobre a qualidade do port também

Fonte: http://www.jp.square-enix.com/ff9/en/

Ant1 de 8Prox

FFIX_Virtue

Ant1 de 8Prox

Sobre Ska

Jovem retrogamer que quando novo jogava NES e PSOne ao mesmo tempo, mas sempre preferiu o PC a qualquer outra plataforma. Tem Half-Life, Mother 3, Dark Souls e Fallout: New Vegas como seus jogos favoritos. Já jogou mais horas de Dota 2 do que gostaria de admitir.

Adicionar a favoritos link permanente.
  • Preciso rejogar, as memorias que tenho dele são boas, mas confesso que por um problema no meu disco na época não consegui terminar e depois nunca mais toquei no jogo. Espero que também saia na psn com suporte a troféus. Discordo um pouco de ser o último Final Fantasy, considero 10 e 12 bons jogos também, inclusive pra mim melhores que FF8 que considero mediano.

    • Ska

      Foi por isso que coloquei o “de verdade” entre aspas. Também acho que o 10 e o 12 são melhores que o 8, que eu considero uma resposta exagerada da Square ao sucesso de FF7, e vacilando bastante na jogabilidade. E quanto a sair na PSN, ele já está lá, mas é a versão normal, sem achievements ou high speed mode, infelizmente.

      • Ah sim ele está na psn na forma dos clássics, o que pra mim não justifica uma compra de novo já que posso jogar no emulador, eu queria era essa versão otimizada mesmo como fizeram com FF7 pra PS4.

  • Cássio Gillian

    (Juro que a música não está no game)
    Hahahaha

    Está música é o tema principal do game. Chama Melodies of life e toca sim nos créditos do jogo.

    Aliás, sua versão instrumental é o tema do world map.

    Tem certeza que jogou o game?

    Eu acho a música bonita, principalmente a versão cantada japonesa.

    • Ska

      Fui verificar e é verdade mesmo, que estranho. Na versão que eu zerei não tinha essa música. Era o tema da tela de título. Talvez por ser uma rom traduzida? Vou ter que jogar de novo.