Cuphead é indie game Inspirado em Cartoon’s dos Anos 30


1-Banner-News-Cuphead I

Já imaginou um game onde a imersão é tamanha que não se percebe a diferença entre ele e uma animação? E com um game design que remete aos clássicos Disney dos anos 30? Justamente esta é a proposta do game indie Cuphead do estúdio MDHR, que desde já se torna um item obrigatório para todos que apreciam jogos no estilo run and gun.

cuphead-2

O início do jogo já mostra o tom de sátira que acompanha toda narrativa, onde Cuphead e Mugman fazem uma aposta com o Demônio e acabam perdendo. Para manter as suas almas precisam avançar nas fases e derrotar os chefes em batalhas memoráveis.

cuphead-1 cuphead-5

Com movimentos fluidos, trilha sonora de Jazz e possibilitando jogar single ou co-op, Cuphead absorve todos os elementos dos cartoons nos anos 30 e cria um game de beleza ímpar com uma dificuldade que merece destaque!

Vejam o trailer de apresentação do game na E3 2015:

Com previsão de lançamento para o início de 2016, Cuphead será lançado para Xbox One e PC no Steam. Os desenvolvedores já garantiram mais recentemente que além dos inúmeros chefes, o game terá diversas fases do gênero plataforma para serem vencidas, sempre mantendo o estilão run and gun. Você pode acompanhar as novidades no site do jogo, mas nós aqui ficaremos atentos para mais informações, pois esse projeto promete demais!


Sobre Rodrigo - Ex Membro

Retrogamer, porque jogos antigos são fantásticos e criativos, aspirante a desenhista e crítico de qualquer assunto que mereça atenção.

Adicionar a favoritos link permanente.
  • Adriel Muniz

    Sensacional! Pena que só vai sair pra XOne e PC (provavelmente Windows e com requerimento maior do que meu pobre PC da Xuxa pode suportar) =[

    • Rodrigo Urashima

      Fala Adriel, tudo bem? Que isso cara, tenha um pensamento positivo, talvez não seja pesado e rode em uma máquina mais básica. Na maior parte dos jogos, tendo uma placa de vídeo razoável já é o suficiente.

  • Tive o imenso prazer de jogar um pouco de Cuphead na BGS desse ano. Achei o jogo fantástico, bem divertido e desafiador!
    Ainda bem que vai sair pra PC, tomara que não fique só no Windows.