Clássico A Link to the Past agora tem áudio de CD e cenas em FMV


A-Link-to-the-Past-CD-FMV

Recentemente o jogo fã-made para Mega Drive Pìer Solar mostrou uma parceria nunca imaginada e que poderia ter dado muito certo se fosse executada na época em que o Sega CD ainda estava no seu auge: a união de games em cartucho com a trilha sonora vinda do leitor de CD do aparelho, uma ideia tão boa e simples que é difícil entender por qual motivo ninguém pensou nisso na época. Bom, poderia ser executada no Mega Drive para melhorar a trilha sonora de centenas de games, incluir filmes em meio às mudanças de fase, e talvez até mais. Mas e no SNES?

O aparelho da Nintendo nunca chegou a ter um leitor de CDs, mas verdade seja dita: nunca fez falta, a qualidade sonora dele já era estupenda de nascença, e talvez por isso a BigN tenha desistido da ideia. Mas isso não impede que muitos fãs do SNES fiquem imaginando como seria se o aparelho pudesse contar com uma unidade de CD. Acontece que hoje a tecnologia pode fazer maravilhas, e a boa notícia é que EXISTE um jeitinho de fazer isso, mas não é bem assim um Leitor de CD… E para isso, basta ter um emulador específico, ou um certo cartucho com cartão SD!

post-22510-0-21937500-1339167683

Já faz alguns anos que a fabricante do emulador Higan criou um chip de expansão para o SNES similar ao chip SuperFX encontrado em StarFox, e este se chama MSU-1. Mas o que ele tem de especial? Ele permite que sejam reproduzidos no aparelho da Nintendo áudio com qualidade de CD e vídeos em FMV, ou Full Motion Vídeo para os entendedores, coisas jamais imaginadas para um aparelho que teve seu leitor de CD cancelado por duas vezes! fantástico, só que pouco utilizado: obviamente nunca houve um jogo oficial que usasse esta tecnologia, e pouquíssimos games até hoje foram hackeados de modo a utilizar estes recursos. A coisa só começou a mudar quando o cartucho flash card SD2SNES mostrou que suportava o chip MSU-1, ou seja, era só pegar o game hackeado (ou patcheado com a trilha sonora desejada e as cenas em FMV), jogar dentro do SD card, e plugar no console para jogar direto no SNES!

Depois  que essa possibilidade se abriu, desenvolvedores de homebrew e rom hackers começaram a criar versões mais avançadas dos seus jogos, e não demorou muito para que um grupinho de fãs começassem a remasterizar  aquele que é um dos games mais queridos de quem tem um SNES: The Legend of Zelda: A Link to the Past. O trabalho inclui trilha sonora com versões orquestradas, e a adição de cenas em FMV da animação Zeldamotion, lançada recentemente, e o resultado impressiona demais! Confira:

Imagine o que poderia ser feito com games como Metroid e Donkey Kong Country

Claro, o trabalho é majestoso, mas não é algo muito fácil de se conseguir jogar: para rolar isso em emulador é necessário uma boa dose de configurações (só roda no tal do Higan), e o jeito mais fácil de fazer a coisa funcionar requer a compra do cartucho sd2snes, que custa uma paulada, algo em torno de U$190 Obamas. Com o tempo, é bem provável que comecem a aparecer arquivos prontos para download, daqueles que só necessitem ser colocados dentro do SD card do cartucho, mas por enquanto, está um pouco difícil “brincar” com essas maravilhas.

Mais informações e links úteis, você encontra na descrição do vídeo no Youtube!

Quem testar ou tiver mais informações, por favor, compartilhe conosco!

Comente!


Sobre Sabat

Dono, Chefe, Gerente, Cara da Xérox e Tia do Café do RetroPlayers! Meu negócio? Falar sobre games. Como? Escrevendo meus trabalhos, gravando minha voz horrível, ou filmando minhas humildes proezas! Onde? Aqui, ali, ou onde quer que me chamem!
Adicionar a favoritos link permanente.