Indie Review: The Legend of Princess


Sempre fui fascinado por games de plataforma, sou um retrogamer assumido!! Adoro jogar jogos de consoles antigos como o Super Nes e o Mega Drive, e abuso muito também dos jogos desenvolvidos para Game Boy Advance, que possuem a mesma linha retro-2D de jogos, viciantes, difíceis, etc e tal. E no mundo existem uns doidos muito mais fãs do que eu de games de arquitetura 2D, construidos na base de sprites e tudo mais. E algumas dessas pessoas são programadores apaixonados que arrumam um tempinho para criar seus próprios jogos! Esses jogos são conhecidos pelo nome de  Homebrew’s, ou atualmente, Indie Games.

Já vi dezenas deles, alguns espetaculares, outros nem tanto, e este que vos trago, eu vi recentemente no site de um cara chamado Joakin Sandberg, o Konjak. O cara faz jogos, tem uns à venda que parecem ser espetaculares, mas este me chamou a atenção não pelo fato de ser um game gratuito dele, mas sim por ser um game baseado na série The Legend of Zelda, que o cara parece idolatrar tanto quanto eu.

The Legend of Princess é um plataforma clássico, daqueles com botões de Pulo, Ataque e Ataque especial. Os gráficos são muito bons, muito mesmo!! A jogabilidade é rápida e precisa, a trilha sonora é bem zelda-like, e o game é ação frenética!

No inicio, existem alguns itens para se escolher que serão usados frequentemente durante a curta aventura, deixando-a mais desafiadora e diferente. Eu disse curta porque infelizmente o jogo é beeeeem curtinho mesmo, questão de 20 minutos e você já está finalizando sem muito esforço. Mas o negócio é muito legal!! Ao terminá-lo pela 3º vez, fiquei com aquela sensação nostálgica de pô, bem que esse jogo poderia ter umas 8 ou 10 fases, como era antigamente!

Fora o protagonista, que é a cópia escarrada do Link, muitos itens e situações também serão muito familiares para aqueles que jogaram alguns dos muitos jogos da série The Legend of Zelda. As combinações de botões e golpes do personagem nos fazem pensar que, se o Link fosse protagonista de um game de ação 2D, deveria ser desse jeitinho ai! Tudo é excepcionalmente bem animado, bem colorido, com belos efeitos visuais, belas animações, sprites muito bem animados, enfim, só faltou mesmo o game ser maior.

Quem sabe o tal do Joakin se empolga e faz um novo game dessa saga só que mais, digamos, duradouro?

Para baixar, acesse o site do cara, o Konjak.com. O arquivo é pequeno, e não necessita instalação. Só baixar, clicar duas vezes e jogar.

Fim


Sobre Sabat

Dono, Chefe, Gerente, Cara da Xérox e Tia do Café do RetroPlayers! Meu negócio? Falar sobre games. Como? Escrevendo meus trabalhos, gravando minha voz horrível, ou filmando minhas humildes proezas! Onde? Aqui, ali, ou onde quer que me chamem!
Adicionar a favoritos link permanente.