Meme Especial de Retrospectiva: “O que você jogou de bom em 2011?” – Parte 4


É… Mais uma ano acabando heim galera retrogamer? Muito jogo bom pra jogar e nem sempre tempo disponível para tal. No cenário atual, muitos bons lançamentos, jogos primorosos, de grandes expectativas e de custos astronômicos. Verdade seja dita, 2011 foi ótimo para a indústria gamer. Eu que não dispenso um bom título de ação, fps, corrida e plataforma, tenho que admitir que dividi meu tempo de jogatina entre os novos e os eternos clássicos. Mas o que será que eu andei jogando este ano galera?

Não podemos negar que tivemos também um show de bugs absurdos. Quem acompanha a cena atual sabe o quanto as empresas estão preocupadas cada vez mais em lançar seus títulos em datas pré-estabelecidas, o que muitas vezes só trouxe dor de cabeça. A moda moderna é lançar patchs de correção tão grandes quanto o próprio game bugado. Já os nossos queridos “antiguinhos” dificilmente passaram por esses problemas e continuam de vento em popa, não é mesmo?

Meu 2011 teve vários jogos. Nem tanto como eu gostaria que fosse, infelizmente! Daria muito trabalho expor todos eles aqui no Retroplayers, ainda que eu lembrasse de todos. Alguns não pude terminar e outros ainda estou para fazê-lo. Entenda esta matéria como um resumo da ópera. Assim, vamos dar uma olhada no que mais teve destaque nas minhas horas de jogatina neste último ano. Antes preciso dizer uma coisa: uma das melhores coisas que fiz como retrogamer foi adquirir um Nintendo Wii, fato que se deu no final de novembro deste ano. É inegável que a biblioteca do Virtual Console, juntamente com os emuladores feitos para o console são um prato cheio para os amantes de retro-jogos. Não deu outra! Fui correndo conferir e re-jogar alguns títulos, aproveitando a comodidade wireless.

Castlevania: Rondo of Blood (PC engine CD)

Este pecado gamístico eu não carrego mais! Uma das melhores aparições da franquia e antecessor direto de Simphony of the Night, Rondo of Blood foi por muito tempo, privilégio apenas da galera nipônica. Lançado somente para o console PC engine CD, tornou-se conhecido e desejado pelo resto do mundo por trazer além de boa jogabilidade, o grande diferencial no som, pois fazia uso do CD como mídia.  Além do aumento na capacidade de armazenamento, só favoreceu a criatividade dos produtores. O game traz um toque todo oriental aos diálogos e nas cutscenes que são narradas em sua maioria, algo muito semelhante aos animes japoneses.  Este game só foi liberado oficialmente em outros países em 2010 através do próprio Virtual Console do Wii. É claro que durante todo esse tempo, não faltaram emuladores para desfrutarmos esta maravilha. Mas confesso que jogar no Wii, em uma TV de tubo tornou-se uma experiência muito proveitosa. Se você ainda está em pecado, está na hora de se redimir. Jogue Rondo of Blood!!

Megaman 3 (NES)

A primeira vez que tive contato com o robozinho azul da Capcom foi exatamente com o terceiro game da franquia. Também foi a primeira vez que me lembro de ter soltado alguns desabafos no gamepad (foi só um tapinha!). Eta joguinho difícil! Aliás, Megaman sempre esteve entre os games mais difíceis que pude terminar. Era muita exigência para mim na época que me foi apresentado, mas não deixei de me divertir. Quem conhece a franquia sabe o valor que possui seus jogos e Megaman 3 é um dos meus favoritos. No início deste ano eu me propus a jogar toda a série clássica e atualmente estou para iniciar  Megaman 5. Mas, por nostalgia, acabei jogando o terceiro game da série mais de uma vez. Se eu me diverti? Certeza que sim!

New Super Mario Bros Wii

Fã de praticamente toda cria da Nintendo, inevitavelmente tive que por as mãos nesta jóia. Ainda que tenha sido possível tirar uma casquinha pelo emulador Dolphin, eu fiz questão de obter a melhor experiência possível. E isso só aconteceu agora com a aquisição do Wii. A emulação ainda não é perfeita e, juntamente com Donkey Kong Country Returns, este foi um dos títulos que mais me instigou a investir no console. Certamente valeu cada centavo. Tudo o que você aprendeu com os irmãos Mario está presente neste game. Não há muito o que explicar, afinal é simplesmente um game do mais famoso personagem dos videogames, certo? Essa releitura é mais que recomendada, seja para você que é fã ou para você que não sabe o significado das palavras Super Mario Bros.

Shank (PC)

Violento, sanguinário, cruel, mas cheio de motivos. Shank é um cara que teve a namorada sequestrada e não poupa esforços e decapitações para se vingar disso. Um game com temática de desenho animado, muito parecido com os jogos em Flash que você cansou de jogar na Web (você jogava  esses joguinhos?). Esse game tem a receita perfeita para um bom game de plataforma. É violento, mas bem humorado e traz uma variedade grande nas formas de acabar com os inimigos. Seu personagem pode utilizar armas como facas, pistolas, escopetas, metralhadoras e até bazoocas. É possível emendar muitos combos e assim fazer muito estrago na bandidagem. O game marca presença também nos serviços online do X360 e PS3 (Wii não), e se você não conhece, corre e vá jogar logo porque já já sai a continuação!

Ninja Ryukenden (PC engine)

Tá certo que os games sangrentos desta geração não fazem feio mas… NÃO! Não se trata de qualquer game de Xbox ou PS3. Este Ninja Gaiden é um port melhorado do primeiro título  para 8 bits. Esta versão é tão boa quanto a de NES. Traz áudio refinado e cores mais vivas,  com notável diferenças gráficas onde recebeu até um efeito Paralax de fundo em algumas fases (me deixou tonto até me acostumar…). Por muito pouco, talvez eu ainda prefira a versão original, mas gostei muito desta aqui. Tudo está lá, inclusive as cutscenes. Só não mexeram na dificuldade, uma característica marcante da série. Ainda bem! Ninja Gaiden dispensa comentários, e tudo o que os ninjas de vídeo games não sabem, deveriam aprender com Ryu Hayabusa. Jogo pra macho, difícil pra caramba, mas muito gratificante. E aí, você vai ficar só na vontade?

Midnight Resistence (Mega Drive)

Você conhecia esse game? Este eu joguei muito quando fui pela primeira vez para o lado SEGA da força… Sim, joguei e o terminei de novo no mês passado. A impressão que temos é que este título tenha sido uma tentativa de imitar Contra não tão bem sucedida assim. A movimentação do personagem é “feinha”, mas quem disse que eu ligo pra isso? Midnight Resistence é curto mas é um bom game de ação que, a exemplo da franquia da Konami, também permite a troca e incremento das suas armas. Esta port chega a ser melhor que a versão dos arcades, exceto talvez,  pelo fato de que no original existia um comando rotatório que permitia ao personagem andar e atirar em direções diferentes simultaneamente, coisa um pouco complicada de se fazer no console. Vá nas opções e configure do seu jeito. Com um nó no cérebro talvez você consiga se adaptar! Um dos destaques da versão caseira fica por conta do som que está mais vivo, mais bonito e mais parecido com música de verdade (a música da primeira fase me hipnotiza!!). Jogue ambas as versões e com certeza vai preferir a de Mega.

Shadow of the Ninja (NES)

Uma dádiva dos ninjas!! Quando eu tive o Bit System (o clone de Nintendinho que o TH idolatra), havia entre eu e meus irmãos a loucura por jogar jogos com ninjas. Eram tão desejados e raros como hoje em dia e nem todos eram bons. Mas este eu não consigo parar de jogar. Sem dúvida um dos melhores games de 8 bits com personagens da cultura ninjitsu (falei certo?). Nesse game é possível jogar com um amigo e isso também faz dele um diferencial, sendo uma das coisas que mais gostava (e gosto) nele. Você pode optar por Hayate (o cara) ou Kaede (a mina). Além de shurukins e bombas que podem ser coletados pelas fases, existem apenas 2 tipos de armas padrão a serem utilizadas pelos guerreiros, e você só pode carregar uma delas de cada vez: Katana e Kusarigama. Você poderá aumentar o alcance e poder de sua arma conforme coleta mais de uma vez o item correspondente à mesma. Este power Up também reflete nos Itens secundários, deixando-os mais rápidos ou teleguiados. Segurando o botão de ataque por alguns segundos, é possível executar uma magia que atinge todos os inimigos na tela, mas que compromete sua energia. Use-a com sabedoria. São raros os momentos em que você encontra mais de 3 inimigos na tela ao mesmo tempo. Ao contrário de Ninja Gaiden,  Shadow of the Ninja é bem fácil e também mais curto, receita ideal para jogadores casuais. Garanto que você vai gostar (de novo)!!

Vampire Killer (MSX2)

Assim como estou fazendo com a serie Megaman, comecei a detonar os games da franquia vampirista da Konami. Por questão de dias este game foi a segunda aparição de títulos na série, sendo a primeira, Castlevania para NES. Ambos foram lançados quase que simultaneamente, sendo Vampire Killer considerado um port da versão de Nintendo. A jogabilidade não é linear como no NES e você é obrigado a coletar chaves e outros itens para acessar os próximos níveis. Tive muito trabalho pra conseguir terminá-lo, pois precisei me adaptar e entender como funcionam os itens aqui. O game é bom, porém a jogabilidade no NES ficou melhor. Ainda assim, gostei muito da experiência emulada do MSX2. Se você é fã da série e nunca jogou, recomendo conhecer Vampire Killer.

.

Bem galera retroplayers, estes foram apenas alguns dos títulos que ocuparam meu tempo de jogatina em 2011. Valeu por cada um. Também joguei e finalizei títulos recentes como Dead Space 2, Resident Evil 5, além de frequentemente acelerar em Dirt 2 e 3 ou Need for Speed Shift e Shift 2. Apanhei pra caramba em Super Street Fighter 4 Arcade Edition, enquanto estive com os experts e viciados da Live.

Obrigado por sua leitura e participação!

Até a próxima galera!!

Participam do Meme “O que você  jogou em 2011?” até o momento os blogs:

Fim


Sobre Jeff

O Jeff é veterano que começou a jogar games com um Bit System. Ele ama jogos 2D. Criterioso e saudosista, adora os jogos de Nintendinho. Atualmente sua plataforma principal é um PCgamer, Mas jogar é com ele, não importa se num console da Sega, Sony e assim vai!

Adicionar a favoritos link permanente.
  • aki é rock

    Bons jogos ai hein curti pra caramba cada um deles .

    • Jeff

      E aí Rock, beleza. Feliz Natal!!!
      Se os games são bons? Eles são tudo de bom, cara! Fica melhor ainda se você jogá-los!
      Thansk for your comments!

  • Isso é que é listão! Fiquei curioso em relação a alguns títulos, principalmente esse Midnight Resistence, parece divertidíssimo mesmo com as falhas que você apontou.

    Abraço Jeff, mais um excelente post!

    • Jeff

      Faaaaaaala Jorge!
      Essa Lista é primorosa mesmo. Jogá-los é excitante!
      E aí, já saiu algum rango de Natal por aí?

      • Tá saindo aqui, Jeff! 🙂 

        Aqui em casa nós comemos no dia 25 mesmo, mas no horário de almoço. Meus familiares passam mal quando comem muito tarde, rs…E como estão indo aí os preparativos?

        Ei, você viu o e-mail que utilizei para responder a equipe? (“snalucard@pornmail.com”)? Se puder, me adicione no msn por aquele e-mail para nós batermos um papo!

        Abração!

        • Jeff

          Rango só mais tarde por aquí!
          Mas que diacho de email é esse? 

  • po cara, Rondo of Blood é fodástico. também destrinchei ele no comecinho do ano. clássico. e zerei os seis primeiros jogos do Megaman no Nes, e achei mais legal o final de cada um do que os finais da série X…Midnight Resistance só ouvi falar que é um jogo excelente, mas nunca joguei.

    e Shadow of Ninja achei quase melhor do que Ninja Gaiden…bom, pelo menos se pega dois personagens para jogar ao invés de um.

    • Jeff

      Fez muito bem Leandro. Castlevania é divino! E este Shadow of the Ninja é tão bom quanto Ninja Gaiden. Só que muuuuito mais fácil! E Megaman dispensa comentários, não é?

  • Falae Jeff !! Nota 10 sua lista mano, jogar megaman é sempre um senhor desafio e uma super diversão.

    Joguei um bucado de Shank esse ano tambem, Jogão !! Mas fazer o download dele que foi complicado, pq eu cismei que o nome do jogo era “Skank” e ai só aparecia cd de música pra baixar muahahahaha

    Jeff um grande abraço amigão e um otimo natal pra vc e sua familia, assim como pra toda essa galera nota 1000 que forma a equipe do Retroplayers

    Um feliz natal pra todos !

    • Jeff

      Obrigado Brunão!
      Cara, essa do Skank foi de doer a barriga. Ri demais!!!
      Manda ver meu caro, experimente alguma dessas pérolas!

  • Lista foda do Jeff XD
    Esse NInja Gaiden de PCE me surpreendeu, po olha como ta bonito o troço! E o Shadow of the NInja (vulgo Kage) eu joguei bastante, chegamos a terminar eu e mais um amigo na época.
    Rondo of Blood é foda do comum véio, ainda pego pra terminar isso de cabo a rabo!

    • Jeff

      E aí chefe, tudo bem?
      Eu ainda estou tendo trabalho neste Ninja Gaiden. Tá difícil pra caramba. Manda bala aí tu também. Vale cada GameOver!!!

  • Quero esses três: Shadow of the Ninja (NES), Ninja Ryukenden (PC engine) e Castlevania: Rondo of Blood (PC engine CD)… já estão na minha lista, ainda mais esse multiplayer aê. PC Engine é um luxo, né? Quero falar japonês só para poder jogar essa porra.

    • Jeff

      E aí Gabriel, tudo bem?
      Realmente o PC engine enche agente de alegria, a não ser pelos caracteres nipônicos, meu Deus! ainda bem que existem games que não exigem sequer noção do idioma, senão, teria eu de fazer um intensivão japonês também!
      Quanto aos demais games, amo-os todos!!!

  • TH

    Ótima lista Jeff!

    E que sorte em ter jogado shadow of the ninja no maravilhoso Bit System! Eu só fui conhecer esse game alguns anos atrás. Ele é muito bom.

    E Rondo of Blood é invrível! Mas eu prefiro a versão de Snes, XD.

    • Jeff

      Valeu pelos comentários TH. Como sempre, tu e tuas controversias (rsrsrs!!). Mas respeito sua opnião, claro!
      Apesar de ser uma adaptação, considero quase que um game diferente para o Snes. De qualquer forma, todos são excelentes.
      Bit System é bicho cara!!!!

  • Legal, Jeff. Diria que é uma lista bem diferenciada a sua, seja pelos jogos ou pelas plataformas.
    Não posso falar muito de Castlevania, o único que joguei pra valer foi o Symphony of the Night, um dos melhores jogos que joguei na vida.
    Megaman idem, joguei sempre “casualmente” e sou uma grande piada, só morro. hahaha. Mas tá na minha lista de jogos a jogar em 2012.
    New Super Mario Bros Wii e Mario Kart Wii sozinhos já fazem o console valer a pena. O jogo do bigodudo é sensacional, um dos jogos de plataforma mais divertidos de todos os tempos, tanto single quanto (especialmente) multiplayer.
    Midnight Resistence é desconhecido pra mim, bateu a curiosidade. Vou procurá-lo.

    • Jeff

      E ai Cadu! obrigado pela visita novamente!
      Cara, eu era uma lástima em Megaman. Depois de muitos GameOvers eu melhorei um bocado, mas tem horas que agente empaca em certos pontos que dá até raiva (rsrssr!).
      Realmente, os Marios da vida são sensacionais!!!

  • Femt

    Boa lista Jeff!

    Mais agora que vc comprou o Wii mau posso esperar sua lista de 2012 com certeza vai ser fantástica.

    • Jeff

      Sim, meu caro. Tem muita coisa boa pra gente detonar ainda, seja nos antigos consoles ou no Wii. Sugiro que arrume tempo para tal!

  • Kanonclint

    Legal Jeff , sua lista é muito boa. Megaman 3 , e Rondo of Blood, são para mim os melhores games de suas respectivas franquias. Já tava afim de pegar o Shank , depois dos comentários, vou dar uma chance a este, valeu!!!!

    • Jeff

      Kanon,
      Jogar estes títulos é realmente muito bom cara. E Shank é muito bacana, de verdade. Tu vai gostar, com certeza!

  • Pedroafb

    Muito Bom o post, Parabens cara

    Cara vc é o meu herói por ter terminado o vampare keller do NES, eu como fã de castlevania tentei joga-lo, mais como ele tem uma péssima jogabilidade e o som dele tbm não é muito legal, não fui muito longe… ótima lista principalmente o Megaman 3!!!

    Valew até mais

    • Jeff

      E aí Pedro, beleza?
      Vampire Killer no Nes é melhor de se jogar que no MSX2, mas não acho tão ruim como tu disse. De qualquer forma não deixa de ser um Castlevania e é isso que eu curto pra caramba. Adoro a série!
      Megaman3 é perfeito!
      Cara, apareça mais vezes por aqui, ok?

      • Pedro flag

        Vc tem razão, Castlevania forever rsrsrr talvez eu pegue a versão do MSX2! Sempre leio o blog, vcs são muito bons…

        Qualquer dias agente se encontra no ssf4 ae rsrs

        Abraço

  • Maxwel_Gamer
    • Amigão, solicite a inclusão de sua participação no meme por meio dos Contatos ou por um comentário que não seja apenas um Link ^^

  • Lucas Cantino

    pc engine tem o melhor downtown de todos , e esse shank me chamou muuuito a atenção valeu 😉